Netflix demite Kevin Spacey de ‘House of Cards’ após denúncias de assédio

A empresa e a produtora da série vão avaliar “um caminho futuro para o programa”, que deve ter uma última temporada.

Por Diego Iraheta Do Huff post Brasil

Chegou o fim para Frank Underwood!

O presidente golpista e conspirador mais amado da ficção não deverá voltar na 6ª temporada de House of Cards.

A Netflix decidiu nesta sexta-feira (3) que não quer ter mais qualquer tipo de envolvimento com a série que inclua Kevin Spacey, ator que está na berlinda desde o início desta semana.

Na última segunda-feira (30), o BuzzFeed News publicou a denúncia do ator Anthony Rapp de que Spacey o assediou sexualmente quando ele tinha apenas 14 anos. Na época, o ator hollywoodiano tinha 26.

Em menos de uma semana vieram à tona outras acusações de assédio contra o vencedor do Oscar por Beleza Americana e Os Suspeitos.

A gota d’água para a gigante do streaming foi a reportagem da CNN com o relato de oito pessoas que trabalham em House of Cards. Elas classificaram de “predatório” o comportamento de Spacey e acusaram o ator de abusos rotineiros que tornavam “tóxico” o ambiente do set.

Num primeiro momento, a Netflix havia decidido cancelar a série na sua próxima temporada. Depois, suspendeu por tempo indeterminado as gravações. E agora decreta que Kevin Spacey está fora da série.

A nota oficial da empresa foi publicada em um tweet do repórter do BuzzFeed, Adam B. Vary, responsável pelo furo sobre Anthony Rapp:

 

“Netflix não estará envolvida com qualquer produção de House of Cards que inclua Kevin Spacey. Nós vamos continuar trabalhando com a produtora MRC (Media Rights Capital), durante este hiato da série, para avaliar nosso caminho futuro relacionado ao show. Nós também decidimos que não vamos seguir com o lançamento do filme Gore, que também estava em pós-produção, estrelado e produzido por Kevin Spacey.”

Spacey também era produtor-executivo da série política mais bem-sucedida da atualidade.

Assim que a primeira denúncia foi publicada, ele pediu desculpas, disse que não se recordava do ocorrido porque estava embriagado na ocasião e aproveitou para sair do armário.

A maneira que Spacey encontrou de usar a sexualidade para tirar foco do assédio gerou reações bastante negativas.

O ator informa que agora está em busca de tratamento.

“Kevin Spacey está tomando o tempo necessário para buscar avaliação e tratamento. Nenhuma outra informação será fornecida neste momento”, disse uma nota enviada pela assessoria do ator na quinta-feira (2) ao The Hollywood Reporter.

+ sobre o tema

Oito teses sobre a Revolução Feminista

A quinze dias do 8 de Março, uma proponente...

Especialistas pedem mais compromisso com saúde de presidiárias

Se a realidade psicológica e social da mulher encarcerada...

‘Black Lives Matter’: As três mulheres negras por trás do movimento contra o racismo

Foi chorando lágrimas de indignação por conta da absolvição...

Caravana da Mulher chega ao Alto Dois Carneiros

A sexta edição da Caravana da Mulher, realizada no...

para lembrar

Conheça a história das mulheres que estão no novo clipe do Emicida: “Chapa”

“Meu filho Johnathan de Oliveira Lima de 19 anos,...

O Limite do Ser

O limite de cada um é relativo. Por Isabel Fillardis Do...
spot_imgspot_img

Instituto Mãe Hilda anuncia o lançamento do livro sobre a vida de matriarca do Ilê Aiyê

O livro sobre a vida da Ialorixá Hilda Jitolu, matriarca do primeiro bloco afro do Brasil, o Ilê Aiyê, e fundadora do terreiro Acé...

Centenário de Tia Tita é marcado pela ancestralidade e louvado no quilombo

Tenho certeza que muitos aqui não conhecem dona Maria Gregória Ventura, também conhecida por Tia Tita. Não culpo ninguém por isso. Tia Tita é...

Julho das Pretas: celebração e resistência

As mulheres negras brasileiras têm mais avanços a celebrar ou desafios para travar? 25 de julho é o Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-americana e...
-+=