Comissão Arns e Conectas Direitos Humanos – Em repúdio ao ataque criminoso contra os Pataxó, no sul da Bahia

A Comissão Arns e a Conectas Direitos Humanos vêm manifestar seu repúdio aos trágicos acontecimentos ocorridos no dia de ontem, na cidade de Potiraguá, sul da Bahia, quando indígenas da etnia Pataxó Hã-Hã-Hãe foram violentamente atacados por fazendeiros e pistoleiros da região.

Como é de conhecimento, o ataque foi articulado em um grupo de mensagens pela internet, numa operação que os agressores batizam de “Invasão Zero”, com a finalidade de expulsar, pelo uso da força e ao arrepio da lei, os indígenas que lá se encontravam. O ataque resultou na morte da líder indígena Maria de Fátima Muniz, mais conhecida como Nega Pataxó, irmã do cacique Nailton Pataxó, ferido com gravidade.  Há notícias de outros indígenas agredidos e mesmo desaparecidos.

Diante destes fatos, a Comissão Arns e a Conectas Direitos Humanos também se dirigem publicamente ao Exmo Sr. Governador do estado da Bahia, Jerônimo Rodrigues, pedindo completa e rápida apuração do caso, ainda mais em se tratando de um ataque anunciado. Também cumpre pedir ao Exmo. Governador que apure a conduta da Polícia Militar do seu estado, cujo efetivo, presente no local, foi incapaz de conter o conflito e evitar os seus desdobramentos.

Não haverá paz no campo sem Justiça. Aguardamos uma investigação rigorosa, cobrando os esclarecimentos devidos à sociedade brasileira. E, ao povo Pataxó Há-Há-Hae, prestamos a nossa solidariedade, neste momento doloroso.

+ sobre o tema

Violência contra a juventude negra é tema de reportagem e vídeos-série

Inscrições seguem até o dia 15 de dezembro no...

Inscrições para concurso de auditor fiscal terminam semana que vem

A Secretaria de Estado da Fazenda alerta que o...

Violência obstétrica, uma forma de desumanização das mulheres

O fenômeno é muito mais comum do que a...

para lembrar

Um governador apologista do SUS é a glória para sempre, amém!

Por: FÁTIMA OLIVEIRA   Compreender é muito; pelo menos no discurso...

Com aumento de 80% dos casos, idosos lutam contra Aids e rejeição familiar por portar o vírus HIV

Índice de contaminação por HIV saltou de 4,8 (2001)...

Dez razões para não ter saudades da ditadura

 Carlos Madeiro, 1. Tortura e ausência de direitos humanos As torturas...

Semana pode ser decisiva para Marco Feliciano na Comissão de Direitos Humanos

A permanência ou não do deputado Marco Feliciano...
spot_imgspot_img

Impacto do clima nas religiões de matriz africana é tema de evento de Geledés em Bonn  

Um importante debate foi instaurado no evento “Comunidades afrodescendentes: caminhos possíveis para enfrentar a crise climática”, promovido por Geledés -Instituto da Mulher Negra em...

Comissão da Saúde aprova PL de garantia de direitos à pacientes falciformes

A Comissão de Saúde da Câmara dos Deputados aprovou, na quarta-feira (5), o Projeto de Lei nº 1.301/2023, que reconhece a doença falciforme como...

Comissão Arns recebe Prêmio Eny Moreira de Direitos Humanos

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos D. Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns recebeu, na tarde da última quarta-feira (05/06), o Prêmio Eny...
-+=