Guest Post »

Número 6 – “A Cara do Cinema Nacional”: gênero e cor dos atores, diretores e roteiristas dos filmes brasileiros (2002-2012)

O sexto texto para discussão questiona a diversidade na produção cinematográfica brasileira. Para termos uma compreensão da distância entre estatuto legal e realidade, primeiro apresentamos um levantamento da legislação existente no tocante à inclusão dos negros na produção audiovisual. Em seguida, a partir de uma análise quantitativa dos filmes nacionais de maior bilheteria entre 2002 e 2012, estabelecemos a distribuição das funções de direção, roteirização e atuação, de acordo com as variáveis cor e gênero. O objetivo principal é constatar quais são os agentes construtores da representação e como ela é construída.

Clique para ler o PDF

Fonte: Gemaa

Related posts