segunda-feira, novembro 29, 2021
InícioSem categoriaOrganização de Saúde debate Mais Médicos em Washington

Organização de Saúde debate Mais Médicos em Washington

 

Representantes dos países das Américas trocam experiências sobre iniciativas de destaque em Saúde em evento da organização internacional que ocorre até esta sexta-feira (4)

O Programa Mais Médicos foi uma das iniciativas apresentadas na 52ª reunião do Conselho Diretor da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), em Washington, que reúne países das Américas, dentre os quais o Brasil. O evento, que ocorre ao longo de toda esta semana, visa compartilhar ações em Saúde aplicadas nos diversos países em relação a recursos humanos, sistemas de saúde, programas nacionais de imunização, doenças crônicas não transmissíveis, cooperação técnica em saúde, entre outros.

O Ministério da Saúde apresentou o Mais Médicos como ação de destaque em recursos humanos, já que visa garantir o atendimento nos municípios do interior e periferias de grandes cidades, onde há carência de médicos para atender a população.

“Os países das Américas têm o desafio de levar saúde às populações mais carentes, garantindo o efetivo acesso universal. Além disso, estão fortalecendo e ampliando o acesso a medicamento e vacinas, enfrentando as doenças crônicas não transmissíveis e as doenças negligenciadas. O Programa Mais Médicos contribui com esse objetivo, ao ampliar os recursos humanos em saúde, proporcionando uma melhoria significativa na Atenção Básica nas regiões que mais necessitam”, destaca o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde e representante do Brasil no Conselho Executivo da Organização Mundial da Saúde, Jarbas Barbosa.

Durante o evento, os representantes do Ministério da Saúde também se reuniram nesta quinta-feira (3), com a diretora geral da Opas, Carissa F. Etienne, para falar do andamento do programa. A organização é parceira do Ministério da Saúde no Mais Médicos, por meio de uma ampla cooperação técnica que trará quatro mil médicos cubanos para atuar no programa Mais Médicos.

“A busca de soluções para as questões de acesso e formação dos profissionais de saúde tornou-se um dos principais desafios da agenda da saúde global, pois definirá como os países conseguirão oferecer serviços de saúde de qualidade às suas populações. O Programa Mais Médicos, que conta com o apoio fundamental da Opas, e a realização do Fórum Global de Recursos Humanos, que acontecerá em Recife, demonstram a relevância e a pertinência do tema e explicam sua prioridade para o governo brasileiro e para muitos países da região e organizações internacionais”, destaca Alberto Kleiman, assessor especial para assuntos internacionais do Ministério da Saúde.

Fórum Global

O Brasil será cede do 3° Fórum Global de Recursos Humanos para a Saúde.  O evento, que tem como meta promover o debate sobre tema no Brasil e no mundo, será realizado entre os dias 10 e 13 de novembro, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Recife. É esperada a presença de cerca de 2 mil participantes de 178 países, entre altas autoridades, pesquisadores e especialistas na área de saúde.

Mais Médicos

Lançado pela Presidenta da República, Dilma Rousseff, no dia 8 de julho, o Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do SUS, com objetivo de acelerar os investimentos em infraestrutura nos hospitais e unidades de saúde e ampliar o número de médicos nas regiões carentes do país, como os municípios do interior e as periferias das grandes cidades. Com a convocação de médicos para atuar na atenção básica de municípios com maior vulnerabilidade social e Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Dsei), o governo federal a ampliação no número de médicos que atendem  a população brasileira.

O governo federal está investindo, até 2014, R$ 15 bilhões na expansão e na melhoria da rede pública de saúde de todo o Brasil. Deste montante, R$ 7,4 bilhões já estão contratados para construção de 818 hospitais, 601 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs 24h) e de 16 mil unidades básicas. Outros R$ 5,5 bilhões serão usados na construção, reforma e ampliação desses estabelecimentos de saúde, além de R$ 2 bilhões para 14 hospitais universitários.

Mais de 95% dos municípios contemplados nesta etapa do Mais Médicos acessam investimentos do Ministério da Saúde para melhoria da sua infraestrutura. Dos 579 municípios contemplados, 557 (96%) participam do Programa Requalifica UBS e estão recebendo recursos para construção, reforma e ampliação de Unidades Básicas de Saúde. Já o Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) beneficia 551 cidades que receberão médicos pelo programa.

Fonte: Ministério da Saúde

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
RELATED ARTICLES