Os 90 minutos fatais para uma mulher

O Brasil, pese a contar com algumas das leis mais severas do mundo, ainda ocupa o sétimo lugar mundial em assassinatos de mulheres cometidos por seus companheiros ou ex-companheiros. Depois de oito anos de vigor da lei contra a violência machista, a conhecida Lei Maria da Penha, uma mulher é assassinada a cada 90 minutos no Brasil, em um episódio de violência doméstica ou de gênero. Frustrados pela alarmante realidade, um grupo de jovens estudantes do Paraná se lançou, com o celular em mãos e conectados a redes sociais, a tentar chamar a atenção sobre o problema. Os garotos não só tiveram grande repercussão, como além disso ganharam um concurso de curtas-metragens do Congresso contra a violência de gênero. Este vídeo é o testemunho de seu esforço.

Por: MARIANA KAIPPER CERATTI

Fonte: El Pais 

+ sobre o tema

‘Não dói o útero e sim a alma’, diz menina vítima de estupro coletivo

Trinta e três homens são procurados por participação no...

Prisão é demais para ‘ato que durou só 20 minutos’, diz pai de estuprador nos EUA

Inacreditável. O pai de um ex-aluno da renomada Universidade de...

Médico é condenado a 130 anos de prisão por estupro durante exames

Casos ocorreram entre setembro de 2014 a janeiro de...

para lembrar

Internautas relatam abusos após jornalista denunciar a violência obstétrica no Brasil

Matéria “Na hora de fazer não gritou”, da jornalista...

Mulher Com os Olhos Perfurados Pelo Ex-Marido: “Viverei na Escuridão”

'Vou viver na escuridão', lamenta mulher que teve olhos...

O direito de quem ama

O direito de quem ama Leia Também  Ele nunca me...
spot_imgspot_img

Coisa de mulherzinha

Uma sensação crescente de indignação sobre o significado de ser mulher num país como o nosso tomou conta de mim ao longo de março. No chamado "mês...

A Justiça tem nome de mulher?

Dez anos. Uma década. Esse foi o tempo que Ana Paula Oliveira esperou para testemunhar o julgamento sobre o assassinato de seu filho, o jovem Johnatha...

Dois terços das mulheres assassinadas com armas de fogo são negras

São negras 68,3% das mulheres assassinadas com armas de fogo no Brasil, segundo a pesquisa O Papel da Arma de Fogo na Violência Contra...
-+=