Resultados da pesquisa por 'estupro'

    Filha de Solange Couto revela que sofreu abuso e estupro, e atriz desabafa ‘Revolta’

    Há quatro anos, a atriz Solange Couto convive com um drama familiar. Desde quando sua filha, Morena Mariah, de 25 anos, revelou à mãe ter sido vítima de dois casos de violência sexual. O primeiro aconteceu quando ela tinha apenas 11 anos. No outro, mais recente, ela foi estuprada pelo namorado. Segundo a jovem, o abuso sexual aconteceu com um familiar dentro da sua própria casa, enquanto a mãe saía para trabalhar. Elas falaram pela primeira vez sobre o assunto em entrevista exclusiva ao EXTRA. Do Extra “Minha mãe trabalhava em outro estado e designou um familiar para tomar conta de mim nos períodos de ausência. Durante esse tempo em que ele ficou responsável por mim, ocorreram os episódios de abuso. Ele morava comigo na minha casa”, relata a jovem. "As pessoas acreditam que estupro só acontece na rua, com um estranho que se aproxima numa rua escura. E não ...

    Leia mais

    PMs acusados de humilhar vítima de estupro podem responder criminalmente

    Os policiais militares e o comissário da Polícia Civil que humilharam uma mulher de 34 anos vítima de estupro coletivo em São Gonçalo podem ser punidos por violação de direitos humanos. De acordo com Andrea Sepúlveda, subsecretária da Secretaria estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, a pasta vai notificar hoje as corregedorias das polícias Militar e Civil para que sejam apuradas as condutas dos agentes. Por Pedro Zuazo Do Extra — Além de os policiais serem responsabilizados administrativamente e disciplinarmente, têm que ser punidos por conta da violação de direitos humanos — afirma a subsecretária. O Ministério Público estadual também irá se manifestar. Segundo o procurador de Justiça Marcio Mothé, o órgão vai pedir hoje o acompanhamento do caso pela Corregedoria-Geral Unificada. — O estupro coletivo vem se banalizando no Rio, e as autoridades parecem não estar preparadas sequer para ouvir as vítimas. Algo precisa ser feito — defende o ...

    Leia mais

    Polícia pedirá inclusão de vítima de estupro coletivo em programa de proteção

    A Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de São Gonçalo, no estado do Rio de Janeiro, encaminhará hoje (24) um ofício à Secretaria Estadual de Direitos Humanos solicitando a inclusão de uma mulher de 34 anos, vítima de estupro coletivo naquele município, em um programa de proteção. A informação foi divulgada pela Polícia Civil. Por Vitor Abdala Do Agencia Brasil Segundo a delegada Débora Rodrigues, policiais fizeram diligências ontem (23) no bar onde a vítima foi abordada pelos agressores na madrugada de 17 de outubro e no local do estupro. Policiais localizaram algumas câmeras de segurança que serão analisadas pelos investigadores. No último sábado, a vítima prestou mais um depoimento à Polícia Civil, quando confirmou a participação de cerca de dez homens no crime.

    Leia mais

    ‘Objeto sexual dos traficantes’, mulher no RJ foi vítima de sucessivos estupros coletivos nos últimos quatro anos

    Esta vendedora de roupas só conseguiu sair do bairro onde morava depois de a polícia flagrar seus estupradores. Ela tinha medo de denunciá-los por conta da segurança de sua família. POR GIOVANA FEIX, do MdeMulher  Há mais de cinco anos a vida de uma vendedora de roupas da região metropolitana do Rio de Janeiro mudou para sempre. A partir do relacionamento amoroso que mantinha com um funcionário de empresa de refrigerantes, a vida da moça se tornou um grande pesadelo: ela virou vítima de estupros coletivos sucessivos, dos quais tenta escapar há cerca de quatro anos. Ao jornal Extra, a vítima revela que os agressores são traficantes da região onde vive. Tudo começou quando, em 2011, o namorado em questão filmou, sem consentimento, uma relação sexual do casal. "Foi a partir desse vídeo que minha vida se tornou um inferno", ela conta ao jornal carioca. "Ainda falei para ele apagar o ...

    Leia mais

    Vítima de estupro se diz constrangida com boletim de ocorrência

    Uma mulher de 34 anos que é vendedora de roupas no bairro Lagoinha, em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, foi estuprada por dez homens na madrugada de segunda-feira, 17, entre os quais estavam vários menores de idade. no Catraca Livre Segundo o jornal Extra, a vítima sofre sucessivos estupros coletivos há 4 anos. Só que, dessa vez, o grupo de criminosos foi surpreendido por policiais militares na hora da agressão. Oito homens conseguiram fugir, mas dois foram apreendidos. No registro de ocorrência, o relato do crime se mostra ainda mais chocante. "Só gritou porque eles empurraram um galho de árvore em sua bunda"; "obrigando a pagar boquete triplo"; "não usaram camisinha, no pelo" são alguns dos trechos do boletim. "Me senti envergonhada com a maneira como o registro de ocorrência foi feito. Isso não é certo. A vergonha e o nojo são inexplicáveis", afirmou a vítima em entrevista ao Extra. ...

    Leia mais

    Viola Davis anuncia sua participação em ONG contra cultura do estupro

    Poderosíssima, a atriz de “How to get away with a murder”, Viola Davis, anunciou sua defensoria na ONG americana “The Rape Foundation”, que lutra contra a cultura do estupro Por CLARISSA JURUMENHA, do Metrópoles  A protagonista do seriado americano “How to get away with a murder”, Viola Davis, anunciou nesta semana ser uma das defensoras da ONG que luta contra a cultura do estupro “The Rape Foundation”. Vítima de assédio na infância, Davis disse que suas próprias experiências a levaram a tomar uma decisão que buscava auxiliar outras mulheres. “Eu, minha mãe, minhas irmãs, minha amiga de infância Rebecca, todas tempos uma coisa em comum: somos sobreviventes de assédio sexual de alguma forma”, afirmou a atriz em anúncio. “The Rape Foundation” auxilia vítimas de estupro e assédio com aconselhamento legal, tratamento médico e psicológico nos Estados Unidos. Davis compartilhou ainda o caso de sua irmã, que sofreu abuso sexual aos oito ...

    Leia mais

    Vítima vive via-crúcis e falta de estrutura após estupro

    Sofrimento de vítimas se prolonga depois do crime com precariedade do atendimento em delegacias e na coleta de provas Por André Monteiro, Angela Boldrini, Eduardo Geraque, Emilio Sant'Anna, Fabricio Lobel e Rogerio Pagnan Na Folha de São Paulo A maior parte dos casos de violência sexual no país nunca chegará a ser investigada. A estimativa é que sejam mais de 500 mil por ano. O retrato dos cerca de 50 mil registros que chegam até a polícia assusta –como o estupro coletivo da adolescente de 16 anos em uma favela do Rio e dois casos semelhantes em um ano no Piauí. O que se segue às denúncias também. Delegacias de Defesa da Mulher que funcionam apenas em "horário comercial", descaso e constrangimentos durante o atendimento e falta de estrutura para examinar as vítimas. Problemas que se acumulam, reforçam a descrença na Justiça e parecem realimentar um sistema que não fica sabendo, não investiga e não pune os agressores. ...

    Leia mais

    Número de estupros aumentam 27,42% só em agosto no estado de São Paulo

    O número de estupros registrados no estado de São Paulo teve um aumento de 27,42% no mês de agosto, em comparação com o mesmo mês de 2015. Foram 210 casos a mais do que em agosto do ano passado. Os dados, divulgados hoje (23), são da Secretaria de Segurança Pública. por Bruno Bocchini no Agência Brasil “Em média, 80% dos casos de estupro envolvem pessoas que se conhecem, seja porque tem alguma relação de parentesco, seja porque tem alguma relação afetiva ou mesmo só mesmo uma relação de vizinhança. Em virtude desse relacionamento, é muito difícil você prevenir e evitar o crime, que acaba ocorrendo a quatro paredes”, disse o secretário de Segurança Pública, Mágino Barbosa. O secretário destacou a importância da notificação à polícia quando o crime ocorre. “É difícil de ser elucidado, mas quando a vítima comunica de pronto a prática daquele crime, quando ela consegue vencendo todas as ...

    Leia mais
    Foto: Flávio Florido

    Um em três culpa a mulher pelo estupro. Outros tantos assistem em silêncio

    Um em cada três brasileiros concorda que a mulher vítima de estupro é responsável pela violência sexual que sofreu. A pesquisa, realizada pelo instituto Datafolha e encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, foi divulgada nesta quarta (21). Dos entrevistados, 30% acham que a afirmação ''A mulher que usa roupas provocativas não pode reclamar se for estuprada'' está correta. O percentual é o mesmo entre homens e mulheres e aumenta entre idosos e pessoas com menor grau de escolaridade. Foto: Flávio Florido Por Leonardo Sakamoto Do Blogdo Sakamoto Ao mesmo tempo, 37% dos entrevistados concordam que ''Mulheres que se dão ao respeito não são estupradas''. Neste caso, a porcentagem é maior entre homens (42%) do que entre mulheres (32%). Além disso, 85% das mulheres entrevistadas têm medo de ser estupradas. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos. Nós, homens, pensaríamos duas vezes ...

    Leia mais

    TW*: Estupro Masculino

    * TW – Trigger Warning – é o “aviso de gatilho” usado antes da abordagem de temas traumáticos. É a forma respeitosa de prevenir as vítimas de violência acerca da natureza delicada de textos ou imagens que tratam de temas como fobias, violência e opressão. É o caso do estupro masculino e de todas as formas de agressão sexual e assédio. por Fabricio Longo no Os Entendidos - Revista Fórum O assunto é tabu. Não existe uma “cultura do estupro masculino”, que faz os homens se sentirem alvos de cantadas inapropriadas e de encoxadas nas ruas, ou para temerem a possibilidade de uma violência sexual quando são vítimas de um assalto, por exemplo. É um privilégio masculino, já que não vivenciamos essa opressão como as mulheres, mas também é uma das causas para o silêncio sobre esse assunto. Até 2009, o estupro masculino sequer era reconhecido pela lei brasileira. A ideia de que um ...

    Leia mais

    Um em cada 3 brasileiros culpa mulher em casos de estupro, diz Datafolha

    42% dos homens acham que mulher que se dá ao respeito não é estuprada. 85% das mulheres do país temem violência sexual, segundo pesquisa. Por Will Soares e Cíntia Acayaba Do G1 Um em cada três brasileiros acredita que, nos casos de estupro, a culpa é da mulher, de acordo com pesquisa Datafolha encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) e divulgada nesta quarta-feira (21). Segundo o levantamento, 33,3% da população brasileira acredita que a vítima é culpada. Entre os homens, o pensamento ainda é mais comum: 42% deles dizem que mulheres que se dão ao respeito não são estupradas. A culpabilização da vítima também acontece entre as mulheres, que são as que mais sofrem com o crime: 32% concordam com a afirmação. Para 30% dos homens, a mulher que usa roupas provocativas não pode reclamar se for estuprada. A pesquisa foi realizada pelo instituto Datafolha, que entrevistou, entre os dias ...

    Leia mais

    Menina de 14 anos, vítima de estupro, é humilhada por promotor durante audiência

    O promotor de Justiça Theodoro Alexandre, do Rio Grande do Sul, ofendeu e humilhou de forma machista uma adolescente de 14 anos, estuprada pelo próprio pai. Para o promotor, a garota era culpada pelo caso, teria mentido e ‘facilitado’ o abuso. no Revista Fórum “Pra abrir as pernas e dar o rabo pra um cara tu tem maturidade, tu é autossuficiente, e pra assumir uma criança tu não tem? Tu é uma pessoa de sorte, porque tu é menor de 18, se tu fosse maior de 18 eu ia pedir a tua preventiva agora, pra tu ir lá na Fase, pra te estuprarem lá e fazer tudo o que fazem com um menor de idade lá” As falas chocaram os presentes. Os desembargadores se mostraram constrangidos com a reação do promotor e pediram à Justiça, além de um pedido de desculpas formal para a menina, a investigação contra Theodoro pelo Conselho ...

    Leia mais

    Caso de estupro do diretor de “Birth of a Nation” abala trajetória do filme

    Tudo indicava que seria um dos filmes do ano, mas terminou provocando polêmica por motivos nada cinematográficos: um antigo caso de estupro que envolveu o diretor e a estrela de "The Birth of a Nation" causou uma grande controvérsia em Hollywood e ameaça a, até agora, a meteórica carreira da produção. Poe David Villafranca Do Uol Nas últimas semanas, os veículos de comunicação americanos recuperaram o caso de estupro de uma jovem que aconteceu há 17 anos e pelo qual foram acusados o diretor e protagonista do filme, Nate Parker, e seu roteirista, Jean Celestin. Embora Parker tenha sido absolvido das acusações, novas revelações do caso eclipsaram o lançamento do filme, que estreará no dia 7 de outubro nos Estados Unidos após ser a sensação absoluta da última edição do Festival de Cinema independente de Sundance e já como firme candidato ao Oscar, especialmente por seu importante conteúdo racial. Os fatos ...

    Leia mais

    A ativista colombiana estuprada por denunciar estupro

    Uma mulher colombiana negra, ves tindo um turbante colorido e roupas soltas, se debruça sobre seu paciente e suavemente pressiona sua barriga. Do Terra "Onde dói?", ela pergunta, em uma sala cheia de plantas e posteres coloridos. Ela usa raízes e sementes para tratar pacientes no Centro de Vítimas do Conflito Armado, no subúrbio de Bogotá. As pessoas vão à clínica estatal em busca de algum alívio para o sofrimento a que foram submetidas durante os combates entre guerrilheiros e governo colombiano, que durou mais de meio século até que um acordo de paz fosse firmado, na última semana. A própria Maria (nome fictício), a mulher do turbante, está se recuperando de um trauma horrível, que a forçou a deixar sua casa. Como 1 em cada 10 colombianos, ela virou uma refugiada em seu próprio país. Quase 7 milhões de pessoas foram deslocadas e mais de 220 mil mortas desde ...

    Leia mais

    Atleta que foi porta-bandeira na abertura é preso no Rio acusado de estupro

    Segundo caso de assedio contra uma camareira da Vila Olímpica foi registrado na capital fluminense, dessa vez com atleta da Namíbia Do IG Lamentavelmente, mais um atleta estrangeiro foi preso no Rio de Janeiro acusado de estupro na Vila Olímpica. De acordo com informações da rádio CBN, Jonas Junius, boxeador da categoria médio-ligeiro da Namíbia, foi detido pela Polícia Civíl carioca após tentar abusar de uma camareira do local - de acordo com relato da vítima, o africano de 22 anos de idade a agarrou e a beijou, oferecendo dinheiro para que mantivesse relação sexual com ele. Segundo caso de assedio contra uma camareira da Vila Olímpica foi registrado na capital fluminense, dessa vez com atleta da Namíbia Lamentavelmente, mais um atleta estrangeiro foi preso no Rio de Janeiro acusado de estupro na Vila Olímpica. De acordo com informações da rádio CBN, Jonas Junius, boxeador da categoria médio-ligeiro da Namíbia, foi detido pela ...

    Leia mais

    Médico é condenado a 130 anos de prisão por estupro durante exames

    Casos ocorreram entre setembro de 2014 a janeiro de 2015 em Ariquemes. Pedro Augusto foi denunciado por 19 abusos, mas foi absolvido em quatro. Por Jeferson Carlos Do G1 O Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO) condenou a 130 anos de prisão o médico Pedro Augusto Ramos da Silva, de 58 anos, por ter abusado sexualmente de 15 pacientes durante exames ginecológicos em Ariquemes (RO), na região do Vale do Jamari. A sentença foi julgada em 1ª instância e cabe recurso, porém o acusado deve permanecer preso em regime fechado. O G1 tentou entrar em contato com a defesa para saber se entrará com o recurso de apelação, mas não obteve retorno. De acordo com o TJ-RO, o médico que está preso desde março de 2015 na Casa de Detenção de Ariquemes teve três pedidos de habeas corpus e um de conversão do regime prisional para prisão domiciliar negado. Pedro Augusto foi denunciado ...

    Leia mais

    Estupro coletivo de jovem de 19 anos é investigado em Araraquara

    Vítima de estupro coletivo estaria em ponto de ônibus quando foi abordada por cinco homens em um carro, que a teriam levado a um canavial para realizar o ate de violência Do iG A Polícia Civil de Araraquara investiga um possível estupro coletivo contra uma mulher de 19 anos. A jovem afirma que estava em um ponto de ônibus no final da noite de sábao (23) quando foi abordada por cinco homens em um carro Honda Civic de cor prata. De acordo com o relato à polícia, a mulher teria sido coloca à força dentro do veículo e levada para um canavial. No local, três dos cinco homens teriam realizado o estupro, usando até mesmo um pedaço de cana-de-açúcar para violenta-la. Após o ato, eles teriam fugido. A jovem conseguiu ligar para uma amiga, que a levou para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Central da cidade. Ela já foi transferida ...

    Leia mais

    Casos de estupro crescem no Estado de São Paulo e na capital paulista

    Registros passaram de 4.532 no primeiro semestre de 2015 para 4.736 em 2016, resultando em alta de 4,5%, segundo Secretaria de Segurança Pública Do iG O número de crimes de estupro cresceu em todo o Estado de São Paulo se comparado o primeiro semestre de 2016 com o mesmo período do ano passado. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, os estupros aumentaram 4,5%, passando de 4.532 para 4.736.  Só em junho, o aumento foi de 19,09%. Na capital não foi diferente, sendo registrado crescimento de 13,58% no mesmo mês. O secretário Mágino Alves afirmou não saber as causas para o problema. O balanço foi divulgado nesta segunda-feira (25) junto com as estatísticas de roubos de veículos. Neste caso, o aumento foi de 13,34% no Estado e 22,9% na capital em junho. Segundo o secretário, uma das explicações é a crise econômica. "O que notamos é um aumento nos casos de crimes contra ...

    Leia mais

    Djamila Ribeiro: “É preciso discutir por que a mulher negra é a maior vítima de estupro no Brasil”

    Ao EL PAÍS, pesquisadora fala sobre a importância de combinar a luta contra o machismo e o racismo Mestre em filosofia política, é uma das principais referências no movimento feminista negro Por MARINA NOVAES , do El Pais  Djamila Ribeiro, mestre em filosofia política, ativista feminista e secretária-adjunta de Direitos Humanos de São Paulo. RICARDO MATSUKAWA O estupro coletivo de uma adolescente de 16 anos no Rio de Janeio provocou um intenso debate sobre a cultura do estupro, além de uma série de manifestações pelo país contra o machismo —e também contra o racismo. O motivo: a violência contra mulheres negras disparou e, embora há quem queira desqualificar o debate (chamando-o de um mimimi feminista), além desse episódio (a vítima era uma jovem negra e pobre), dados do Mapa da Violência de 2015 confirmam o problema. Para Djalmila Ribeiro, 35 anos —uma das mais conhecidas ativistas do ...

    Leia mais

    ONU cobra mais esforços da Costa do Marfim no combate a estupro e violência de gênero

    Novo relatório do Escritório de Direitos Humanos da ONU e da Operação das Nações Unidas no país revela que, de 2012 a 2015, mais de 1,1 mil casos de estupro foram registrados. Desses episódios, 66% envolviam vítimas crianças. Apenas 20% dos incidentes resultaram em condenação. Da ONU De janeiro de 2012 a dezembro de 2015, 1.129 casos de estupro foram registrados na Costa do Marfim. Desses episódios, 66% envolviam vítimas crianças. Embora 90% dos incidentes tenham sido investigados, menos de 20% resultaram em condenação. Os números alarmantes são de um novo relatório divulgado na terça-feira (12) pela Operação da ONU na Costa do Marfim (UNOCI) e o Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH). Os dois organismos pediram mais esforços das autoridades nacionais para combater e prevenir a violência sexual e pôr fim a impunidade de criminosos envolvidos. “Apesar do fim das hostilidades desde 2011 ...

    Leia mais
    Página 5 de 105 1 4 5 6 105

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist