70% das vítimas de estupro no Brasil são crianças e adolescentes

A primeira e única pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) sobre o perfil dos casos de estupro no Brasil revelou um dado assustador: 70% das vítimas são crianças e adolescentes. O estudo se baseou nas informações de 2011 do Sistema de Informações de Agravo de Notificações do Ministério da Saúde (Sinan).

Por Maria Fernanda Garcia, do Observatório do 3° Setor

Foto: @PIXABAY

A pesquisa estima que, no mínimo, 527 mil pessoas são estupradas por ano no Brasil, e que, destes casos, apenas 10% chegam ao conhecimento da polícia. Os registros do Sinan demonstram que 89% das vítimas são do sexo feminino e possuem, em geral, baixa escolaridade.

O estudo também revelou que, em metade das ocorrências com vítimas menores de 18 anos, há um histórico de estupros anteriores. Além disso, 24,1% dos agressores de crianças e adolescentes são os próprios pais ou padrastos, e 32,2% são amigos ou conhecidos da vítima.

Em geral, 70% dos estupros são cometidos por parentes, namorados ou amigos/conhecidos da vítima, o que indica que o estuprador está, na maioria das vezes, dentro de casa.

Outra publicação que trouxe dados sobre o estupro no Brasil foi o Anuário Brasileiro da Segurança Pública, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. De acordo com o anuário, o Brasil registra um caso de estupro a cada 11 minutos. Só em 2015, foram 45.460 casos.

+ sobre o tema

BBB, ausência da regulação da mídia e cassação da TV Globo

BBB pode sair do ar O debate sobre uma...

Gente do campo: descubra quais são os 28 povos e comunidades tradicionais do Brasil

Você sabe quais são povos e comunidades tradicionais brasileiros?...

População de bairros pobres e distantes têm menos postos de vacinação em Curitiba (PR)

Regiões populosas de Curitiba têm recebido menos doses da vacina contra o coronavírus e têm...

para lembrar

Dias de Intolerância

A barbárie, no Brasil , não tem lugar nem...

Tribunal proíbe detenções de moradores de rua por vadiagem

O Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu...
spot_imgspot_img

NOTA PÚBLICA | Em repúdio ao PL 1904/24, ao equiparar aborto a homicídio

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns vem a público manifestar a sua profunda indignação com a...

Nota pública do CONANDA contrária ao Projeto de Lei 1904/2024

O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente – CONANDA, instância máxima de formulação, deliberação e controle das polícas públicas para a...

Marcelo Paixão, economista e painelista de Geledés, é entrevistado pelo Valor

Nesta segunda-feira, 10, o jornal Valor Econômico, em seu caderno especial G-20, publicou entrevista com Marcelo Paixão, economista e professor doutor da Universidade do...
-+=