Pelo menos sete casos de violência contra mulher são registrados este domingo

Quantidade de ocorrências espantou a PMDF, que lembrou sobre o fim de semana ter mais crimes deste tipo

 

Por Raphaella Sconetto, do Jornal de Brasilia 

Feminicidio – morte de mulheres
foto: João Stangherlin

Só neste domingo (28), a Polícia Militar do Distrito Federal registrou sete casos de violência contra a mulher: cinco em Planaltina e dois em Sobradinho. As ocorrências vão desde discussão entre casais até agressão. A quantidade de chamados espantou a corporação, pois todos aconteceram ainda na tarde de hoje.

Um dos casos foi o de uma mulher agredida pelo marido dentro de casa, no Arapoanga, em Planaltina. Outro registro foi uma agressão que aconteceu em um posto de combustível na BR 020, em Sobradinho.

Conforme o Jornal de Brasília mostrou na semana passada, o maior número de casos de violência contra a mulher acontece aos fins de semana e feriados. “Há ocorrências todos os dias, mas o volume é maior nesses dias. Primeiro porque os casais estão juntos, mas também porque costuma haver consumo de bebidas alcoólicas”, explica o  Major Michello Bueno.

A fala é comprovada por números. Uma média de 40 mulheres são vítimas de violência doméstica diariamente no DF. A maioria dos casos ocorre entre sexta e domingo, sendo este último o dia com maior incidência, geralmente entre 18h e 0h. Até setembro do ano passado, último mês disponibilizado pela Secretaria de Segurança, 10.810 mulheres foram vítimas.

A maior consequência da violência é a morte e, nesse caso, o homicídio é qualificado como feminicídio. No ano passado, o crime cresceu mais de 200%, passando de 15 ocorrências para 49. No Itapoã, foram três casos de mulheres que quase perderam a vida nas mãos de companheiros. A maior parte das agressões acontece dentro das próprias residências.

+ sobre o tema

Mídia: Caso Eloá deve ser tratado como violência contra a mulher

Acontece desde o início da manhã desta segunda-feira (13),...

O tráfico de mulheres por meio de agências de modelos

PRDC move ação para que agências indenizem modelos vítimas...

Lei de combate à violência contra a mulher não impede crime

Apenas uma semana depois de ser solto, Jeffer Sandre...

para lembrar

Violência contra a Mulher: Aluna hostilizada por usar roupa curta na Uniban

'Eles estavam possuídos, fiquei com muito medo', afirmou estudante. Tumulto...

A lei “acariciou a onipotência” do goleiro Bruno

Por: FÁTIMA OLIVEIRA A personalidades delinquentes só a lei é...

Como resguardar as meninas da violência sexual dentro de casa?

Familiares que deveriam cuidar da integridade física e moral...
spot_imgspot_img

‘Não’ é ‘Não’, inclusive na igreja

No dia 29 de dezembro, o presidente Lula sancionou a lei do protocolo "Não é Não" (lei 14.786/2023), que combate violência e assédio sexual contra mulheres...

Lula sanciona lei que protege mulheres de violência em bares e shows

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a lei que cria o protocolo Não é Não, mecanismo de combate ao constrangimento e à...

Menina de 15 anos é vítima de estupro coletivo na noite de Natal; amigos são suspeitos, diz polícia

Uma adolescente, de 15 anos, foi estuprada na madrugada de Natal, 25 de dezembro, em Campo Grande (MS). De acordo com a polícia, os suspeitos...
-+=