domingo, junho 26, 2022

Poema NEGRO

NEGRO
Sou negro
Sou forte!

Sou Bravo Guerreiro.
Meu jeito ligeiro,
Ativo e viril
Fez de mim
Um homem serviçal no Brasil.
Maltratado, acorrentado…
De tudo já sofri.
Fui tirado de minha pátria
E só a ti eu servi.
Meu povo! Ai que saudade
De banto quase morri….

Sou negro
Sou forte

Zumbi dos Palmares
Sob todos os olhares
Traçou meu destino;
E como um bravo menino
A liberdade eu segui.
No quilombo, pra onde fugia
Era a Terra de alforria.
Sonhei com esta alegria
E só ali te senti!

Sou negro
Fui Forte
Lutei até a morte!

E hoje com muita sorte
Sou de valor…. tenho porte!
Igualo-me a qualquer raça.
Pois para tudo tenho garra, força e determinação!
Por isso eu posso gritar:

Sou negro
Sou forte
Um Bravo de coração.

Samara C. Alcantara de Andrade
** ESTE ARTIGO É DE AUTORIA DE COLABORADORES OU ARTICULISTAS DO PORTAL GELEDÉS E NÃO REPRESENTA IDEIAS OU OPINIÕES DO VEÍCULO. PORTAL GELEDÉS OFERECE ESPAÇO PARA VOZES DIVERSAS DA ESFERA PÚBLICA, GARANTINDO ASSIM A PLURALIDADE DO DEBATE NA SOCIEDADE. 
Artigos Relacionados
-+=