Policiais do caso Juan Moraes de 11 anos mataram mais 36

PMs do caso Juan estão envolvidos em 36 mortes após confronto com polícia

Somente um dos policiais acumula 18 casos; todos foram afastados dos cargos nesta quarta

Os quatro policiais militares que participaram da operação em que desapareceu o menino Juan Moraes, de 11 anos, estão envolvidos em 36 autos de resistência – morte de suspeito em confronto com a polícia. Os casos ocorreram ao longo de 11 anos e todos foram registrados na Baixada Fluminense. As informações foram obtidas pelo jornal carioca Extra.

O sargento Isaías Souza do Carmo, de 48 anos, é o que mais está envolvido em episódios em que suspeitos morreram durante operações policiais – dezoito. O primeiro deles foi registrado na 54.ª Delegacia de Polícia (Belford Roxo). O mais recente é de 23 de novembro do ano passado. Três dos registros ainda não foram arquivados.

O cabo Edilberto Barros do Nascimento, de 43 anos, esteve envolvido em 13 autos de resistência. Ele ficou ainda dois meses preso por suspeita de assassinato de Julio Cesar Andrade Roberto, em Nova Iguaçu. Outros três policiais também são acusados do crime. Nascimento e os colegas foram soltos quando a prisão preventiva expirou. A audiência de instrução – quando são interrogadas testemunhas – está marcada para o próximo dia 20.

O cabo Rubens da Silva, de 33 anos, envolveu-se em quatro autos de resistência no ano passado e o Sargento Ubirani Soares, de 44 anos, envolveu-se em em um episódio de morte de suspeito durante confronto com a polícia. Os quatro foram afastados de suas funções na tarde desta quarta-feira, 6.

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, Marcelo Freixo (PSOL), questionou se o Ministério Público do Rio investigou algum dos outros autos de resistência dos policiais envolvidos no caso Juan.

“Eles só se tornaram um problema por causa do Juan? Os outros 36 casos não importaram? Eu quero saber o que o MP fez sobre cada um desses autos. Ou auto de resistência não se investiga?”, indagou.

Fonte: Pensamentos

+ sobre o tema

Famílias de baixa renda podem solicitar parabólica digital gratuita

Famílias de baixa renda de 439 municípios podem solicitar...

CNDH denuncia trabalho escravo em oficinas de costura em São Paulo

Uma comitiva do Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH)...

20 anos do ECA: iniquidades e violência são grandes desafios

O escritório do Fundo das Nações Unidas para a...

Senado aprova fim de revista manual a visitantes em presídios

Projeto da senadora Ana Rita (PT-ES), aprovado na CCJ,...

para lembrar

Obrigado, Feliciano!

por  Eduardo d´Albergaria Há pelo menos 3 décadas, o fundamentalismo religioso...

Prisões de ativistas ferem cláusula pétrea do Estado de Direito, por Marcelo Cerqueira

“Mais respeito à democracia” Um dos grandes defensores das liberdades...

Bagatela conta histórias de mulheres presas por pequenos furtos

No documentário Bagatela de Clara Ramos, são conhecidas as histórias...
spot_imgspot_img

Debate na ONU sobre a nova declaração de direitos da população afrodescendente conta com a presença de Geledés

Geledés - Instituto da Mulher Negra esteve presente na sede das Nações Unidas em Genebra, na Suíça, durante os dias 8 e 9 de...

Google celebra James Baldwin, escritor e ativista dos direitos civis

O Google está prestando uma homenagem a James Baldwin, renomado escritor e ativista dos direitos civis americanos, conhecido por suas obras literárias que abordam temas...

Caixa paga novo Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 4

A Caixa Econômica Federal paga nesta terça-feira (23) a parcela de janeiro do novo Bolsa Família aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS)...
-+=