Rosa Weber defende ‘urgente esclarecimento’ de assassinato de líder quilombola Bernadete Pacífico

Enviado por / FonteO Globo, por Daniel Gullino

Presidente do STF reuniu-se com liderança no mês passado

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Rosa Weber, lamentou nesta sexta-feira a morte da líder quilombola Bernadete Pacífico, chefe da Coordenação Nacional de Articulação de Quilombos (Conaq), e cobrou o “urgente esclarecimento e reparação do acontecido”.

Bernadete Pacífico era líder quilombola na Bahia e coordenadora da Conaq (Coordenação Nacional de Articulação de Quilombos) – Conaq/Divulgação

Rosa Weber esteve com Pacífico no mês passado, durante visita ao Quilombo Quingoma, na cidade de Lauro de Freitas (BA). De acordo com a presidente do STF, ela falou “sobre a violência a que os quilombolas estão expostos e revelou a dor de perder seu filho com 14 tiros dentro da comunidade”. A magistrada ainda defendeu que os familiares de Pacífico sejam “imediatamente protegidos”, assim como outras lideranças locais.

A líder quilombola foi assassinada na noite de quinta-feira, na cidade de Simões Filho (BA). De acordo com informações preliminares obtidas pela Secretaria da Segurança Pública do estado, dois homens usando capacetes invadiram o imóvel da vítima e efetuaram disparos com arma de fogo.

“Mãe Bernadete, que me falou pessoalmente sobre a violência a que os quilombolas estão expostos e revelou a dor de perder seu filho com 14 tiros dentro da comunidade, foi morta em circunstâncias ainda inexplicadas. As autoridades locais devem adotar providências para o urgente esclarecimento e reparação do acontecido, a fim de que sejam responsabilizados aqueles que patrocinaram o covarde enredo e imediatamente protegidos os familiares de Mãe Bernadete e outras lideranças locais”, escreveu Rosa Weber.

A presidente do STF ressaltou que é “absolutamente estarrecedor que os quilombolas, cujos antepassados lutaram com todas as forças e perderam as vidas para fugir da escravidão, ainda hoje vivam em situação de extrema vulnerabilidade em suas terras”.

+ sobre o tema

Aprovado no Senado, PL dos planos de adaptação esboça reação a boiadas do Congresso

O plenário do Senado Federal aprovou nesta terça-feira (15/05)...

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um...

para lembrar

Fogaça prevê políticas públicas para negros

Por: Lúcio Machado Borges O pré-candidato do PMDB ao Palácio...

‘HP’: Tudo sobre o ultrajante impeachment da primeira presidente mulher do Brasil

Site lembra em sua matéria que o PT retirou...

“Se cuida!” “Fica bem” e a arte de não se envolver

A nossa obstinada busca pela “paz interior” nos garantirá...

Autópsia inicial para saber causa da morte de Michael é inconclusiva

Autópsia inicial para saber causa da morte de Michael...

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda 2024, ano-base 2023, termina em 31 de maio. Até as 17 horas do dia 30 de...

Mulheres em cargos de liderança ganham 78% do salário dos homens na mesma função

As mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança e ganham menos que os homens ao desempenhar a mesma função, apesar destes indicadores registrarem...

‘O 25 de abril começou em África’

No cinquentenário da Revolução dos Cravos, é importante destacar as raízes africanas do movimento que culminou na queda da ditadura em Portugal. O 25 de abril...
-+=