Semana da Consciência Negra: Camilo reúne com movimento negro do Amapá

O governador Camilo Capiberibe reuniu-se nesta quarta-feira, 14, com representantes dos movimentos negros do Amapá e de comunidades quilombolas e tradicionais. Eles fizeram os últimos acertos para o maior evento da cultura afro do Estado patrocinado pelo governo estadual: a Semana da Consciência Negra e o XVIII Encontro dos Tambores. O governador anunciou para os presentes que a solicitação de aumentar o repasse para a compra das indumentárias será atendida. A partir deste ano, o valor passa de R$ 4 mil para R$ 5 mil, por comunidade que se apresentar.

A programação da Semana da Consciência Negra inicia no próximo dia 18 e segue até 26 de novembro, no Centro de Cultura Negra do Amapá. Manifestações religiosas, culturais, profanas e artísticas estão previstas para acontecer no bairro do Laguinho. Estão programados seminários, caminhada Zumbi dos Palmares, rufar dos tambores, debates, capoeira, hip-hop, apresentação de candomblé e umbanda, e a tradicional Missa dos Quilombos. O momento mais aguardado, o Encontro dos Tambores, vai acontecer de 21 a 24 de novembro.

O Governo do Amapá, por meio das Secretarias Extraordinária de Políticas para Afrodescendentes (Seafro) e de Estado da Cultura (Secult), e da Comissão de Eventos, está organizando a festa junto com as entidades ligadas ao movimento negro. Na reunião, o governador deixou evidente que o Estado dará o apoio possível para que os festejos estejam à altura de sua importância. Está confirmada a participação de 38 comunidades do interior do Estado e da capital, que irão apresentar marabaixo, batuque, sairé, zimba e tambor de crioula. Além do repasse de R$ 5 mil para cada comunidade. O GEA está garantido a estadia e alimentação para todos os dançarinos.

“Queremos construir um projeto junto com as comunidades, e com isso vamos celebrar nossas heranças. É importante para manter nossa identidade”, disse o governador. Ele aproveitou o momento para anunciar o resgate e reestruturação do Centro de Cultura Negra do Amapá (CCNA), em parceria com os movimentos negros.

“O centro vai voltar a ser referência para os amapaenses. Por intermédio dele vamos contar nossa história. Este é somente o início do diálogo, vamos nos reunir com mais frequência e desenhar um projeto promissor para o centro, que vai voltar a ser orgulho, que nem o Museu Sacaca”, ressaltou Camilo Capiberibe.

Ficou acertado que durante a Semana da Consciência Negra haverá espaço para o debate com o governador e sua equipe sobre o destino do CCNA. “É louvável essa iniciativa de trabalhar junto com os movimentos o resgate cultural de eventos como o Encontro dos Tambores e do prédio do centro. Esse é um dos gargalos que precisamos resolver. Temos certeza que agora vamos trabalhar juntos e merecer o respeito dos governantes e encerrar o tempo em que nosso movimento era visto com cuidados. Vamos ajudar a escrever a história dos negros do Amapá”, encerrou a militante do movimento Elisa Congó.

Mariléia Maciel/Secom

 

 

Fonte: Correa Neto 

+ sobre o tema

Filme de Wagner Moura sobre Marighella abre seleção de atores

Filme de Wagner Moura sobre Marighella abre seleção de...

Adiamento da ação que questiona terras quilombolas visa desmobilizar luta, diz líder

O STF suspendeu, nesta quarta, o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade...

Novembro Negro tem programação unificada na UFMG

Espetáculos culturais, rodas de conversa sobre percurso de alunos...

para lembrar

Inscrições abertas para o Prêmio Nacional Jornalista Abdias Nascimento

    O Prêmio Nacional Jornalista Abdias Nascimento receberá até 19...

Seafro lança projeto Afroaids com ciclo de palestras em Macapá

Evento será realizado nos dias 16 e 17 de...

Lançamento do livro autobiográfico de Jurema Batista ‘Sem passar pela vida em branco’

Lançamento do livro autobiográfico de Jurema Batista "Sem passar pela...
spot_imgspot_img

Educação antirracista é fundamental

A inclusão da história e da cultura afro-brasileira nos currículos das escolas públicas e privadas do país é obrigatória (Lei 10.639) há 21 anos. Uma...

Câmara aprova projeto que torna Dia da Consciência Negra feriado nacional; texto vai à sanção

Por 286 votos a favor e 121 contrários, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (29) um projeto de lei que declara o dia 20 de...

Profissionais negros reinventam suas carreiras na TV e avaliam a importância da discussão racial

No Dia da Consciência Negra, o gshow conversou com artistas que compartilham a jornada que é ser um profissional preto na teledramaturgia. Entre eles, atores, atrizes e...
-+=