terça-feira, dezembro 1, 2020

    Tag: Apropriação Cultural

    Apropriação cultural é a adoção de alguns elementos específicos de uma cultura por um grupo cultural diferente.

    Ela descreve aculturação ou assimilação, mas pode implicar uma visão negativa em relação a aculturação de uma cultura minoritária por uma cultura dominante.

    Apropriação cultural & Representatividade nas artes

    “Uma ironia do nosso momento é que enquanto jovens negros são assassinados, mutilados e encarcerados em números recordes, seus estilos se tornaram desproporcionalmente influentes na formação da cultura popular.” CORNEL WEST no livro “Race Matters” (1990) Da Casa de Vidro (Foto: Imagem retirada do site A Casa de Vidro) O mesmo Cornel West, em uma de suas frases mais célebres e em sintonia com o espírito de Martin Luther King, pede que nunca nos esqueçamos: “a Justiça é a aparência que o Amor tem em público”. Justice is what LOVE looks like in public. — Cornel West (@CornelWest) 15 de fevereiro de 2017 Ao debater os temas da apropriação cultural e da representatividade nas artes, proponho deixar sempre em nosso horizonte este ideal de Justiça como Amor-em-Público, que pode nortear nosso caminhar rumo a um “outro mundo possível” (afinal, a utopia, como ensina E. Galeano, serve pra caminharmos…). Hélio Oiticica ...

    Leia mais
    Coleção Resort 2020, da Carolina Herrera, foi acusada de apropriação cultural pelo governo mexicano Foto: Reprodução / Reprodução

    Por que a nova coleção da Carolina Herrera causou polêmica no México

    A secretária de cultura do país, Alejandra Frausto, acusou a marca de apropriação cultural Por Matheus Rocha, do Época Coleção Resort 2020, da Carolina Herrera, foi acusada de apropriação cultural pelo governo mexicano Foto: Imagem retirada do site Época  Na segunda-feira 10, o governo mexicano enviou uma carta à grife Carolina Herrera acusando a marca de apropriação cultural. No documento, a secretária de cultura do país, Alejandra Frausto, afirma que a coleção Resort 2020 apresenta elementos estéticos característicos de populações nativas do México e questiona de que maneira o trabalho beneficiaria esses grupos. Também houve, nas redes sociais, quem chamasse a atenção para a falta de diversidade da campanha, uma vez que as modelos escolhidas para estampar as peças publicitárias eram todas brancas. Mas, apesar da repercussão, essa não é a primeira vez que o mundo da moda se vê diante de acusações semelhantes. Em 2017, ...

    Leia mais
    imagem: Montagem DCM

    Blackfishing: mulheres brancas querendo ser negras só no verão

    Apropriação cultural entre mulheres é um exemplo de falta de sororidade. Por Ana Carolina Pinheiro no Capricho imagem: Reprodução Instagram No verão, sempre surge uma tendência, seja um esporte, um sorvete diferentão ou até mesmo uma música chiclete. Mas, neste ano, uma ‘moda’ que já vinha acontecendo há um tempo ganhou força e movimentou as redes sociais: celebridades brancas se apropriando de características e elementos que fazem parte da etnia e cultura negra. ‘Isso é cabelo de gente?’: Estudantes universitários denunciam racismo em ensaio fotográfico “A diretora puxou os meus cabelos. Ela pegou as minhas tranças e as puxou para fazer um coque”, contou a criança de 10 anos /Pele bem bronzeada, lábio mais carnudo e cabelo ou penteado afro. Essas foram algumas das apostas que modelos e influenciadoras usaram para deixar o feed com cara de verão. E olha que essa tendência tem até nome, ...

    Leia mais

    Apropriação cultural, racismo, etnocentrismo ou capitalismo?

    Há uma manifesta prova de que não se pode desistir de educar. Hoje sabemos que isso vai muito além das formalidades escolares, e passa… Por Ana Cláudia Laurindo  Do Repórter Nordeste Há uma manifesta prova de que não se pode desistir de educar. Hoje sabemos que isso vai muito além das formalidades escolares, e passa pelo conhecimento histórico, humanitário e ético. Não é possível almejar tal estado de alcance intelectual sem fazer ligações políticas, econômicas e culturais. Precisamos conhecer identidade, princípios e noções de coletividades. Sim, nós precisamos melhorar a forma de nos relacionarmos com o todo, a partir de nós mesmos. Há uma seta apontando para a impessoalidade do mercado e a inatingível direção que os fatores econômicos manejam, mantendo lucro e domínio, como pautas inquestionáveis. As denúncias de apropriação cultural circulam o globo! Comunidades antigas da Europa são surpreendidas ao verem suas roupagens ancestrais, tecidas milenarmente nas aldeias, sendo expostas ...

    Leia mais

    A briga entre um pequeno vilarejo da Romênia e uma das maiores grifes de moda do mundo

    O pequeno vilarejo de Beiuș, na região de Bihor, na Romênia, comprou uma briga com a grife francesa Dior. Da BBC Algumas das artesãs foram visitar a Semana de Moda de Paris (BEAU MONDE/MCCANN) A marca de moda criou, para uma de suas coleções, um colete igualzinho às vestimentas tradicionas da cidade. A peça foi exibida em desfiles e é vendida por 30 mil euros, mas as artesãs que produzem casacos do tipo há mais de cem anos não foram sequer citadas pela marca. A revista de moda romena Beau Monde então fundou uma grife, a Bihor Couture, para dar visibilidade à cultura de Beiuș. Artesãos de Beiuș dizem que a Dior 'quase acertou' na produção da colete (BEAU MONDE/MCCANN) A marca romena vende o colete original de Beiuș por 500 euros e outras peças criadas pelos artesãos do vilarejo. A Bihor Couture lançou uma campanha publicitária estrelada pelas ...

    Leia mais

    Stephanie Ribeiro: Por que Anitta incomodou os negros com o clipe de “Vai Malandra”?

    Na coluna #BlackGirlMagic desta semana, Stephanie Ribeiro reflete sobre as acusações de apropriação cultural feitas a Anitta por seu visual no videoclipe da música "Vai Malandra" Por Stephanie Ribeiro, da Revista Marie Clarie  Anitta em imagem do vídeo Vai Malandra (Reprodução Instagram) Em agosto deste ano, foi publicada uma foto da cantora Anittacom tranças, bronzeada, em cima de uma laje no Morro do Vidigal, usando um biquíni de fita adesiva preta. A foto, depois descobrimos, era uma prévia do clipe que foi lançado nesta semana. Anitta é sem dúvida um fenômeno. A mais importante cantora brasileira contemporânea no que diz respeito à visibilidade, ao alcance e à influência. Mas sua imagem no videoclipe de Vai Malandra foi apontada como prova de “apropriação cultural”. Por mais que eu compreenda, sempre digo que quem coloca o uso de tranças, e até mesmo da estética que ela criou para o vídeo, como apropriação cultural, não se detém sobre o mais importante ...

    Leia mais

    Stephanie Ribeiro: Afinal o que é apropriação cultural?

    A colunista Stephanie Ribeiro relembra casos emblemáticos de apropriação de símbolos da cultura de negros, indígenas e povos latino-americanos: "Apropriação cultural NÃO É UMA CRÍTICA SOBRE O INDIVÍDUO BRANCO, mas sobre uma estrutura racista nociva que apaga e silencia os demais" Por Stephanie Ribeiro Do Revista Marie Claire Em todo debate que participo falando sobre gênero e raça, as pessoas me perguntam sobre apropriação cultural. Geralmente, a pergunta é: _ "O que você acha de apropriação cultural?" De uma forma como se quisesse minha aprovação para algo. Então, vou logo dizendo: _"Quer usar o turbante? Usa. Nem eu, nem outra pessoa negra vai correr atrás de você com uma arma te impedindo de usá-lo." Respondo isso sempre tentando fazer uma piada, tendo plena convicção de que a maioria das pessoas nem sequer vai usar um turbante na vida, mas precisa ter a sensação de que seu PODER para tal continua garantido. A questão é ...

    Leia mais

    Jay-Z recria Friends com negros e dá tapa na cara de séries embranquecidas

    Há uma semana, o rapper Jay-Z lançou o provocativo clipe de Moonlight, faixa do seu 13º álbum de estúdio, 4:44. Nele, uma cena clássica de Friends é recriada com atores negros interpretando o sexteto original, composto só de brancos. O vídeo critica as séries embranquecidas da TV que, assim como Friends, não dão destaque a personagens negros. no UOL Há duas dicas para entender a mensagem transmitida por Jay-Z e pelo diretor do clipe, Allan Yang (de Master of None). O primeiro ponto é um comentário que o comediante Hannibal Buress (Broad City) faz da paródia, em conversa com o ator Jerrod Carmichael após uma pausa na filmagem _Carmichael interpreta Ross. O ator pergunta a Buress o que ele achou da cena, pedindo 100% de honestidade. O comediante responde, sem hesitar: "Um lixo! Está horrível, cara. É um episódio de Seinfeld com pessoas negras. Quem pediu por isso?" Carmichael tenta ...

    Leia mais

    Vereador questiona atriz após uso de dreads: “Pra ela é só enfeite, pra gente não”

    Vereador questiona atriz após uso de dreads: “Pra ela é só enfeite, pra gente não”. Edil questionou até que ponto Isabella Santoni está envolvida com a causaPor Breno Cunha Do Varela Noticias O vereador Silvio Humberto (PSB) comentou a polêmica envolvendo a atriz Isabella Santoni, acusada de “apropriação cultural” por internautas após aparecer com os cabelos com dread. De acordo com o vereador, ela tem o “direito” de usar dread, mas precisa “arcar com as consequências”. “Quando a pessoa faz isso só por deleite sem ver o sentido político do que significa assumir seus dreads, ela tem até o direito, mas tem que arcar com as críticas. A questão estética pra gente foi sempre utilizada como forma de enfrentar o racismo. Mas é por meio da estética que somos excluídos. Algumas pessoas fazem o uso pelo uso e não entendem que não é só uma questão estética, é política”, disse. O ...

    Leia mais

    Diálogo Brasil debate a apropriação cultural

    Mulheres brancas podem ou não usar turbante? Usar adereços indígenas sem considerar a tradição daqueles povos é correto? Interrogações como estas norteiam o debate com a psicanalista Maria de Lourdes Teodoro e a professora de Comunicação Ane Molina Por Manuela Castro Do EBC O Diálogo Brasil recebe a psicanalista e doutora em Literatura Comparada com tese sobre identidade cultural e diversidade étnica Maria de Lourdes Teodoro e a professora de comunicação social da Universidade Católica de Brasília, Ane Molina. A psicanalista defende que o povo negro, e outras minorias, desde sempre tiveram suas culturas suprimidas, por isso, segundo ela, o debate da apropriação cultural deve ser muito mais sobre uma questão de supressão de direitos. “A expropriação tem consequências. A nossa luta política é sistematicamente minada por poderes midiáticos. Não é mimimi, não é vitimismo. Não é não. É um esforço hercúleo para reconstruir um pertencimento, uma identidade cultural neste Brasil ...

    Leia mais

    Mulher negra com cabelo pintado de loiro é apropriação cultural?

    Para entender a apropriação cultural é preciso entender a violência sofrida por não-brancos ao longo da história Por Stephanie Ribeiro Do Mde Mulher Recentemente escrevi, aqui no MdeMulher, um artigo falando sobre o blackface praticado por Daniela Mercury e Anitta durante o Carnaval. Falei sobre branquitude, mestiçagem, e recebi muitos comentários a respeito do texto. Muita gente entendeu que o uso de peruca crespa em fantasias de carnaval por pessoas não-negras, que tentam se passar por negras usando blackface não seria um problema, já que mulheres negras como Rihanna e Beyoncé usam cabelos lisos e loiros. Essa afirmação é uma falsa simetria – que muitas vezes pode ser uma forma de racismo inconsciente. Quando entendemos o blackface como apenas o ato de pintar o rosto/corpo de preto para representar alguém negro, estamos errados. A prática é isso e mais do que isso. No século 19, nos EUA, atores brancos não apenas ...

    Leia mais

    Pharrell Pede Desculpas Por Usar Cocar em Capa de Revista

    O cantor posou para a Elle UK usando o adereço indígena Por Nathalie Cordova Do Kzuka #NotHappy. Essa foi a hashtag que mostrou a indignação dos fãs de PharrellWilliams após o cantor posar para a revista Elle UK, edição junho, com um cocar na cabeça. Nas redes sociais, os internautas afirmaram ser um desrespeito à cultura do povo indígena e o uso do adereço não poderia ser usado como um acessório de moda para estampar capas de revistas. Na cultura indígena, o cocar é uma vestimenta sagrada usada por chefes e guerreiros. Pharrell liberou à imprensa americana um comunicado se desculpando pelo uso do adereço: "I respect and honor every kind of race, background and culture. I am genuinely sorry." "Eu respeito e honro todo tipo de raça, origem e cultura. Estou realmente arrependido." (Em tradução livre) A revista não se manifestou sobre o assunto.

    Leia mais

    De uma branca para outra por Eliane Brun

    O turbante e o conceito de existir violentamente por Eliane Brum no El País Thauane, Em 4 de fevereiro, você postou o seguinte texto em sua página no Facebook: “Vou contar o que houve ontem, pra entenderem o porquê de eu estar brava com esse lance de apropriação cultural: eu estava na estação com o turbante toda linda, me sentindo diva. E eu comecei a reparar que tinha bastante mulheres negras, lindas aliás, que tavam me olhando torto, tipo ‘olha lá a branquinha se apropriando da nossa cultura’, enfim, veio uma falar comigo e dizer que eu não deveria usar turbante porque eu era branca. Tirei o turbante e falei ‘tá vendo essa careca, isso se chama câncer, então eu uso o que eu quero! Adeus’. Peguei e saí e ela ficou com cara de tacho. E, sinceramente, não vejo qual o PROBLEMA dessa nossa sociedade, meu Deus”. Ao final, você ...

    Leia mais

    Na polêmica sobre turbantes, é a branquitude que não quer assumir seu racismo

    QUASE TODA CIDADE pequena – principalmente as de Minas – tem seu louco de estimação. Aquele que toda a cidade conhece, cuida e por quem zela como uma espécie de patrimônio. Ibiá, onde nasci, tinha o Zé Tem Dó; e foi com ele que aprendi sobre o valor simbólico de certos objetos. Por Ana Maria Gonçalves Do The Intercept Eu devia ter uns quatro ou cinco anos. Minha mãe era costureira, e o Zé colecionava carretéis de linha. Portanto, suas visitas à minha casa eram constantes, porque minha mãe guardava todos os carretéis para ele e sempre oferecia algo mais, como um refresco, uma roupa, um prato de comida. Pensando que o Zé estava distraído, certa vez tentei pegar em um destes carretéis. Ele se levantou com um pulo e, com mais dois, estava parado na minha frente, protegendo os valiosos bens que, para minha mãe, eram apenas sobras de trabalho. ...

    Leia mais

    “Hoje em dia tudo é apropriação cultural”

    Oficialmente define-se apropriação cultural como “a adoção indevida de elementos específicos de um determinada cultura por membros pertencentes a outra”, mas pessoalmente gosto de explicar da seguinte forma: “quando indivíduos acostumados a ter tudo, geralmente brancos com menos de 35 anos, se apossam de elementos de uma cultura que desconhecem ou até mesmo ignoram”. Mais ironicamente defino como “quando pessoas brancas decidem dar continuidade ao legado de Cristóvão Colombo e passam a chamar de seu algo que sempre pertenceu a outros”. Contudo, sei que essas explicações por si só não são suficientes então dá tchau pra caravela e vem comigo! por Leopoldo Duarte no Os Entendidos “A CULTURA É DE TODOS” Graça à internet e à globalização, hoje temos acesso a uma infinidade de culturas e povos que antes só tomávamos nota por meio de relatos de viagem, fotos ou editorais da National Geographic. Atualmente os meios de comunicação regularmente nos apresentam a uma diversidade ...

    Leia mais

    Esta modelo branca se desculpou após sua foto com penteado afro estampar capa de revista

    A revista Blackhair ficou devendo algumas explicações depois de ter exibido na capa de sua edição mais recente uma modelo branca com penteado afro. Por Zeba Blay Do Brasil Post Conhecida por oferecer dicas e truques de cabelo para mulheres negras e mestiças, a revista foi denunciada pela modelo branca Emily Bador, dizendo que uma foto antiga dela foi usada sem sua permissão na edição de dezembro/janeiro da revista. Num post do Instagram publicado no domingo, Bador compartilhou uma foto da capa, escrevendo que pedia desculpas “profundamente e sinceramente” pela foto. Ela explicou a seus mais de 64 mil seguidores que a imagem foi feita três ou quatro anos atrás, quando ela tinha cerca de 15 anos e antes de ter aprendido sobre o conceito de apropriação cultural e do estigma ao qual muitas negras são sujeitas por usarem seus cabelos ao natural. “Peço muitas desculpas por esta capa ter sido ...

    Leia mais

    Apropriação Cultural

    Muita coisa já foi escrita sobre apropriação cultural, essa discussão realmente não é nova. Mas como apropriação cultural é um negócio que parece continuar rolando infinitamente, escrever os parágrafos a seguir foi inevitável. Por  Bárbara Paes Do Ovelha Mag A apropriação cultural acontece quando elementos de uma cultura são adotados por indivíduos que não pertencem a esta cultura. Isso inclui o uso de acessórios e roupas, a exploração de símbolos religiosos, o sequestro de tradições e de manifestações artísticas. A apropriação cultural é especialmente terrível quando se trata de elementos de uma cultura historicamente marginalizada e explorada. A linha entre apropriação cultural e intercâmbio cultural é tênue. Intercâmbio cultural é um fenômeno natural e bem frequente. Mas a apropriação cultural é um processo bem problemático que precisa ser mais bem compreendido, pois dá uma margem enorme para que elementos de uma cultura sejam banalizados, trivializados e estereotipados. Um grande problema de sequestrar ...

    Leia mais

    “Símbolos negros estão em alta, mas nas mãos de pessoas brancas”

    A professora Patricia Anunciada fala sobre apropriação cultural e a importância do ensino da cultura afro-brasileira nas escolas. Por Ana Paula Machado, do Claudia  No dia 20 de novembro é celebrado o Dia da Consciência Negra. Para reforçar a importância dessa data, neste mês, CLAUDIA procurou mulheres negras formadoras de opinião e militantes da causa para discutir temas como apropriação cultural, racismo e representatividade. Como resultado, lançamos uma série de entrevistas sobre a importância de se debater cada vez mais as questões raciais no Brasil. Patricia Anunciada é professora de português e inglês em duas escolas da rede pública de ensino de São Paulo. Tem orgulho do cabelo afro, dos traços negros e dos estudos em Literatura Afro-brasileira. “Mas nem sempre foi assim”, ela conta. Dois acasos mudaram sua vida: há 10 anos, ao se submeter a um procedimento químico, seu cabelo caiu: “Prometi que nunca mais faria isso comigo ...

    Leia mais

    Moda afro, apropriação cultural e silenciamento das minas negras

    "Ser negra é ser morta, chamada de vadia e silenciada o tempo todo" Por Isabella Otto, da Capricho  Para começo de conversa, gostaríamos que você analisasse a imagem abaixo. Ela mostra a evolução de uma It Girl que foi acompanhando as tendências ao longo dos anos, desde quando era moda ter jeitão de surfista californiana até a nossa época atual em que é trend se parecer com uma Kardashian. Para começo de conversa, gostaríamos que você analisasse a imagem abaixo. Ela mostra a evolução de uma It Girl que foi acompanhando as tendências ao longo dos anos, desde quando era moda ter jeitão de surfista californiana até a nossa época atual em que é trend se parecer com uma Kardashian. Agora, sim, vamos à discussão sobre apropriação cultural, que é longa, complexa e com vários pontos de vista. Kylie Jenner e Vanessa Hudgens são algumas famosas que já se envolveram em polêmicas, por serem adeptas das ...

    Leia mais
    Página 1 de 3 1 2 3

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist