Tag: tecnologia

    blank

    Mulheres também codam

    “Vamos fazer um evento de tecnologia para mulheres, mas vamos focar na raça e classe! Você conhece mulheres negras e baianas que trabalham com TI?” Vamos chamá-las?” por Larissantiago no Afrodelia Foi assim que me pus a pensar em como estamos enfrentando o avanço das tecnologias, a apropriação dos equipamentos e linguagens e as novas possibilidades de difusão da informação. Será que estamos reproduzindo a lógica dos meios “tradicionais” quando observamos quem pode ou não ter um computador, um celular? Quem está ou não está codando, desenvolvendo? É verdade que as pesquisas mostram que há certa inclusão digital: Até o final de 2014, a expectativa era de que haveriam 7 bilhões de linhas celulares no mundo, sendo que mais da metade delas (3,6 bilhões) estaria na região Ásia-Pacífico. Outro dado é que, até o final de 2014, também segundo a UIT (União Internacional de Telecomunicações), cerca de 3 bilhões de habitantes do mundo ...

    Leia mais
    blank

    Denúncias contra racismo na web sobem 34,15% em 2014

    O racismo existe sim. E o fenômeno das redes sociais jogou luzes a algo que sempre existiu, disse a delegada Diana Calazans Mann - Foto: Henrique Medeiros / Terra Eleições e Copa do Mundo foram os maiores períodos ligados às reclamações de crime online por Henrique Medeiros no Terra O número de acusações contra páginas consideradas racista na internet brasileira subiu 34,15% em relação a 2013. Segundo dados apresentados nesta terça-feira pela Central de Denúncias de Crimes Cibernéticos (CND) da SaferNet Brasil, ONG ligada ao Centro Gestor da Internet Brasileira (CGI.br), foram recebidas 86.570 denúncias anônimas de racismo envolvendo 17.291 páginas na rede. Quando o tema é a xenofobia os dados são mais alarmantes. Houve um crescimento de 365,46% nas denúncias de paginas xenófobas, com 9.921 reportações que envolviam 6.275 sites. A maioria desses sites tiveram suas movimentações ligadas ao período final da eleição presidencial de 2014. O dia após o segundo turno das ...

    Leia mais
    blank

    Mulheres em destaque na Campus Party Brasil

    O último dia da Campus Party foi marcado por uma programação voltada para as mulheres. As palestras abordavam criação de conteúdo feminino para a web, empreendedorismo para mulheres, atuação na área tecnológica e a importância da inserção da mulher no mercado de tecnologia. Foram desde palestras com webmakers como Marimoon e Bruna Vieira, análise dos papéis femininos em BSG por Márcia Klimiuc e Samir Fabiano até a mesa de debate sobre feminismo digital composta por Amanda Lemos e Bruno Cared. Por Naiara Teixeira, do Brasil Post A última palestra sobre o tema abordou as principais questões das mulheres no mercado de tecnologia, intitulada "Por mais mulheres empreendendo com tecnologia | Prêmio Mulheres TECH em SAMPA" foi composta por Ana, Luciana, Fernanda e Mariana, ambas mulheres de sucesso da Rede Mulher Empreendedora, Google for Entrepreneurs e Prefeitura de São Paulo. A inserção das mulheres nas áreas de conhecimento tecnológicos é mais do ...

    Leia mais
    Getty Images

    10 tendências da tecnologia na educação

    Como garantir que investimentos e iniciativas em tecnologia realmente melhorem o desempenho dos estudantes? Evento em São Paulo trouxe algumas pistas.   Por  Paula Adamo Idoeta , no G1 Getty Images Se por um lado é impensável ignorar a importância da tecnologia na vida de jovens do mundo inteiro, por outro o uso dessa tecnologia na sala de aula ainda gera grandes debates entre educadores e acadêmicos. Como transformar os investimentos (muitas vezes altos) em tecnologia em ideias que de fato melhorem o desempenho e aprendizado dos alunos? O tema foi discutido em São Paulo, em um seminário recente da Fundação Santillana e da Unesco (braço da ONU para educação e cultura). Não há consenso sobre o assunto, e muitos estudos ainda não encontraram correlações diretas entre uso da tecnologia e melhor aprendizado. Mas observadores acreditam que se internet, tablets, computadores, aplicativos e outras plataformas forem ...

    Leia mais
    Chega ao Brasil o polêmico aplicativo Lulu, com o qual as mulheres podem avaliar os homens

    Chega ao Brasil o polêmico aplicativo Lulu, com o qual as mulheres podem avaliar os homens

    O aplicativo Lulu acaba de chegar ao Brasil e já é objeto de intensos debates nas redes sociais. Funciona da seguinte forma: conectadas com o Facebook, as mulheres (só elas têm acesso ao app) podem avaliar os amigos homens, após selecionar uma categoria: ex-namorado, amigos, parente, crush e outras. Essa avaliação é feita a partir de questões de múltipla escolha e no final é gerada uma nota de 1 a 10, que ficará abaixo da foto do perfil do cara. Apesar de estar conectado com o Facebook, não é publicado nada e as mulheres têm o anonimato garantido. As notas vem acompanhada de algumas hashtags que podem ser colocadas, como #nãoébabaca, #filhinhodamamãe, #respondeSMSrápido,#lindotesãobonitoegostosão e outras. Para que serve tudo isso? Segundo Alexandra Chong, criadora do app, a intenção é fazer que as mulheres tenham mais informação sobre pares em potencial. “Quando você quer saber sobre um cara, você não quer saber em quem ele votou ...

    Leia mais
    mec2

    MEC abre edital para inscrição de tecnologias educacionais para zona rural

    O  Ministério da Educação recebe, até 12 de março, inscrições de tecnologias educacionais para uso nas séries iniciais do ensino fundamental das escolas públicas da área rural, que trabalham com alunos de várias séries na mesma sala de aula (classe multisseriada). Pessoas físicas e jurídicas, de direito público e privado, podem apresentar tecnologias. Do Blogeducaçao Tecnologias educacionais são ferramentas, materiais e processos que, pré-qualificados pelo Ministério da Educação, ficam à disposição das escolas e dos sistemas públicos de ensino estaduais e municipais. Desde 2007, o MEC pré-qualificou 89 tecnologias e produziu outras 53, todas disponíveis no Guia de Tecnologias Educacionais.   O Edital nº 2/2010, publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 10, relaciona 14 áreas de interesse, entre as quais estão a alfabetização em classes multisseriadas, formação continuada de professores, correção de fluxo escolar, tecnologia assistiva e inclusão digital.    

    Leia mais
    celulares

    Celulares ajudam a preservar a mitologia

    Se antes os mais velhos torciam seus narizes, olhando com desconfiança a chegada de computadores à aldeia, hoje até anciões mais resistentes às mudanças se rendem à tecnologia. Fonte: Folha Online Em tempos de internet e outros apelos tecnológicos, os filmes produzidos em celulares se tornaram importantes aliados na difícil missão de preservar a mitologia, a história e a cultura indígena entre os mais jovens. Antenados com o projeto, adolescentes estão redescobrindo a própria cultura. Um exemplo é a jovem tupinambá Juliana Guedes. Há um mês no projeto de vídeos com celulares, já participou da produção de dois filmes que resgatam histórias míticas e costumes indígenas: a lenda da many, sobre a história da mandioca e a colheita da piaçava, principal fonte de renda da aldeia. "Primeiro pesquisamos as histórias, depois adaptamos para o vídeo", diz ela. O movimento de resgate da cultura já estava em curso antes do projeto ...

    Leia mais
    yakuy

    Protesto na rede leva a mudanças reais

    "Internet é melhor que a televisão. Enquanto uma dá autonomia e liberdade, a outra impõe, aliena". É assim que Yakuy Tupinambá define a tecnologia, responsável por uma série de melhorias nas aldeias a que chegou. Fonte: Folha Online É o caso de um posto de saúde na aldeia Brejo dos Padres, dos índios pankararu, em Pernambuco. Há tempos o lugar encontrava-se sem atendimento por falta de profissionais e infraestrutura. "Medicamentos eram estocados em área imprópria, médicos quando apareciam não podiam atender por causa da falta de condições do prédio, acabou ficando abandonado", conta Alex Pankararu. Foi por meio da internet que a comunidade conseguiu mudar a situação. "Colocamos várias matérias no site", lembra Pankararu. "Já havíamos reclamado diversas vezes à Funasa (Fundação Nacional de Saúde), mas não recebíamos resposta". Depois que foram parar na internet texto e imagens denunciando a infraestrutura decadente do lugar, a solução veio. Na aldeia tupinambá, ...

    Leia mais
    indios

    Tecnologia muda cotidiano de aldeias

    A vida está mudando na aldeia indígena Itapoã, em Olivença, Ilhéus, sul da Bahia. Por lá, a rede de deitar se somou à rede virtual. E, no lugar do arco e flecha, mouse e PC. Fonte: Folha Online  Mas eles não param por aí. Enquanto aguardam o orelhão que ainda não chegou à comunidade, fazem filmes com celulares. Munidos de 60 telefones móveis, notebooks e minimodens, quase uma centena de indígenas tupinambás e de mais 24 etnias em 12 Estados brasileiros já produziram mais de 200 filmes. A maioria, curtas-metragens, com duração que varia entre três e dez minutos. A produção robusta -toda ela elaborada em 2009- é resultado do projeto Celulares Indígenas, iniciativa da rede Índios Online (www.indiosonline.org.br), portal colaborativo que facilita a comunicação e o acesso à informação de dezenas de etnias na internet. A onda tecnológica que toma conta da aldeia tupinambá em Ilhéus vai receber em ...

    Leia mais
    Página 3 de 3 1 2 3

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist