quarta-feira, setembro 16, 2020

    Tag: UFMT

    João Almeida

    Pesquisa da UFMT aprova o racismo Institucionalizado

    Existe racismo institucional na Universidade Federal de Mato Grosso? Este é o tema da tese da Mestra em Educação Leydiane Vitória Sales. Ao mostrar o racismo institucional e suas facetas, evidencia as características e essências de um projeto de "Estado e Nação". Por Gilda Portella, do Mega Pop Foto: João Almeida Para ela, “A partir do momento em que há uma arquitetura social, política e social para a eliminação da identidade negra como o projeto de branqueamento com aval do governo brasileiro, é uma das formas de projeto de Estado-Nação. Assim como as diferenças salariais entre negros/as e brancos/as na sociedade brasileira”. “Os anos que se levaram para que a população negra tivesse acesso ao ensino superior, que tivesse políticas públicas de fomento às ações afirmativas. São exemplos das operacionalidades do racismo institucional como um projeto de Estado e Nação”. (Esse é um termo do autor ...

    Leia mais
    blank

    Professor da UFMT suspeito de filmar aluna em banheiro de campus é demitido

    Caso foi denunciado em setembro do ano passado por uma estudante do campus de Rondonópolis. O professor negou a acusação e diz que vai recorrer da demissão. Do G1  Um professor do curso de medicina da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, foi demitido por supostamente filmar uma aluna em um dos banheiros da instituição. O caso foi denunciado em setembro do ano passado, quando uma aluna registrou um boletim de ocorrência contra Marcondes Alves Barbosa da Silva e denunciou o caso. Ao G1, ele negou que tenha filmado a estudante e deve recorrer da demissão. Por meio de assessoria, a UFMT confirmou a demissão do professor. À época, de acordo com a Polícia Civil, a estudante contou que foi em um dos banheiros da universidade e, quando estava numa das cabines individuais sem roupa, avistou um celular embaixo da porta. Neste momento, ela empurrou ...

    Leia mais
    blank

    Reitoria da UFMT afasta professor por ato de racismo e de homofobia

    Segundo denúncia, professor Marsel empregava ofensas a gays, negros e religiosos O professor do curso de Veterinária da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em Sinop, Marsel de Carvalho Pereira, foi afastado do cargo por 90 dias, sem direito a remuneração, após supostamente cometer atos racistas e homofóbicos contra alunos da instituição. por Anderson Hentges no RD News Foto: Reprodução/ RD News A reitora Myrian Thereza de Moura Serra decidiu pelo afastamento “pela infração funcional e a inobservância dos deveres funcionais”, por ter infringido a conduta e a moralidade, no entanto, cabe recurso. A publicação está no Diário Oficial datado de 10 de julho. O caso foi denunciado por uma acadêmica em maio do ano passado, na qual alegou que o professor aplicava em seus métodos de ensino, ofensas contra gays, negros e também religiosos. Duas denúncias foram protocoladas pela estudante, sendo uma na própria instituição, que instaurou um Processo Administrativo Disciplinar ...

    Leia mais
    blank

    “Gosto muito de negros, tenho amigos negros e tal. Só fico triste porque pararam de vender”.

    Piada racista de universitário no Facebook poderá gerar responsabilização criminal por Paulo Victor Fanaia Teixeira no Olhar Direto “Gosto muito de negros, tenho amigos negros e tal. Só fico triste porque pararam de vender”. A postagem racista foi feita via Facebook pelo calouro de Agronomia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), identificado como D.C. A postagem, feita na noite desta quarta-feira (12), ganhou rápida repercussão com compartilhamentos e comentários e provocou revolta entre os movimentos negros. Para Zizele Ferreira dos Santos, professora, mestre em educação, pesquisadora sobre juventude e Coordenadora do “Coletivo Negro”, a mensagem trazida pelo calouro sugere a volta da escravidão, reproduz um racismo que precisa ter fim e deve gerar responsabilização criminal. “Acabei de receber postagens de uma menina pedindo que a gente tivesse uma abordagem ‘humanista’ que ‘sempre fez estas brincadeiras mesmo’, que ela é negra e sempre reclamou com ele sobre estas postagens, mas que ...

    Leia mais
    blank

    Professor de medicina da UFMT é preso em flagrante após chamar porteiro de “preto safado”, mas nega acusação

    O professor de medicina da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) Herbet Monteiro da Silva, de 62 anos, foi preso em flagrante acusado de chamar o porteiro Carlos Alexandre de Souza de “preto safado e vagabundo”. O caso ocorreu no último sábado (06), quando o professor saía com o carro pela garagem do prédio onde mora, no bairro Jardim Mariana em Cuiabá. Herbert nega as acusações e diz que o caso trata-se de uma "invenção" dos denunciantes. Por Lázaro Thor Borges, do Olhar direto  Foto: Reprodução Olhar direto De acordo com os relatos dos moradores, Monteiro teria se irritado com a “demora” do funcionário para abrir manualmente a garagem do portão. Algumas pessoas que estavam na piscina, entre elas o morador Munir Salomão, também relataram terem ouvido as ofensas e saíram em defesa do funcionário. Minutos depois, o síndico do condomínio, o advogado Wagner Ferretti, foi acionado ...

    Leia mais
    Diversidade-Brasileira1

    UFMT oferece especialização em relações raciais e educação na sociedade brasileira

    O Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Relações Raciais e Educação (Nepre) do Instituto de Educação (IE), da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), oferece curso de especialização sobre Relações raciais e educação na sociedade brasileira - modalidade presencial. São ofertadas 50 vagas. O objetivo é capacitar professores com vistas ao desenvolvimento do ensino da História e Cultura-Afro-Brasileira e Educação das Relações Étnico-Raciais em Mato Grosso. Fonte: UFMT Voltado para professores da educação básica, coordenadores pedagógicos e gestores, em exercício de suas funções em unidades escolares, o curso é gratuito. As inscrições podem ser feitas até o dia 31 de julho, na sala 62, do IE, das 8h às 11h e das 13h às 17 horas.   O processo de seleção será por meio de conferência dos documentos apresentados na inscrição; avaliação do memorial; prova escrita (cinco de agosto) e entrevista (11 a 14 de agosto). O resultado final será ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    blank
    blank

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist