Tão linda e tão pequena

Vivia em mundinho , onde só ela cabia,

Ia para escola em busca de conhecimento

Mais as vezes voltava com um descontentamento.

Na hora do intervalo não entendia as rodinhas de conversa,

Pois ela? Ela era excluída,

Talvez por sua cor? Por seu cabelo diferente, ou por sua religião?

Questionamentos pairavam naquela mente tão grande pelo seu tamanho

Uma escola onde ela era umas das poucas negras

A menina pequena , se destacou em um dia de evento na escola,

Quando decidiu usar um turbante que havida ganhado de presente da sua mãe,

Que ate então tinha um certo receio em usa lo

Com isso chamou à atenção dos demais colegas

Fazendo com que se aproximasse dela, pelo estilo que tinha adotado

Pelas cores forte e bonita daquele tecido.

Com isso se tornou “igual”

A partir de quando se posicionou com sua identidade real.

Daiane leal collares6º psicologia

** ESTE ARTIGO É DE AUTORIA DE COLABORADORES OU ARTICULISTAS DO PORTAL GELEDÉS E NÃO REPRESENTA IDEIAS OU OPINIÕES DO VEÍCULO. PORTAL GELEDÉS OFERECE ESPAÇO PARA VOZES DIVERSAS DA ESFERA PÚBLICA, GARANTINDO ASSIM A PLURALIDADE DO DEBATE NA SOCIEDADE. 

+ sobre o tema

A Luta contra o Racismo é um dever!

Rafael Cantuária Um jogador de futebol negro xingado de macaco...

Repórter do portal R7 é vítima de abuso sexual no metrô de SP

De acordo com a jornalista, apesar de suas reclamações,...

Honorato diz que ainda existe racismo no judô do país

Ex-atleta foi o único homem negro a conquistar uma...

para lembrar

Mães de motoboys assassinados se encontram em missa em São Paulo

Família de Alexandre dos Santos, morto na semana passada,...

Justiça desobriga uso de câmeras corporais em ações policiais em SP

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) desobrigou...

Morador de rua é espancado no Centro de Curitiba

Agressão aconteceu na madrugada deste sábado. Segundo testemunhas, um...

SP: Vigilante que sofreu racismo religioso no trabalho deve ser indenizado

Uma empresa de segurança e um shopping foram condenados...
spot_imgspot_img

Revolucionário, mas não é para todos

Passei os últimos dias pensando no significado e na profundidade de uma postagem que li numa rede social contendo a afirmação: "Descansar é revolucionário!"....

‘Nossa missão é racializar as políticas públicas em todo país’

Nomeado recentemente  como novo secretário de gestão do Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Sinapir), o jornalista baiano Yuri Silva tem uma tarefa...

‘A escola precisa naturalizar a cultura negra’, diz autor de ‘O Avesso da Pele’ que estará no Festival LED

Autor de “O Avesso da pele” e um dos convidados do Festival LED, nos dias 21 e 22 deste mês, Jeferson Tenório lembra com...
-+=