Tocantins registra aumento de casos de injúria racial e violência contra a população LGBTQIA+

Enviado por / FonteG1

O Tocantins terminou o ano de 2020 com aumento no número de casos de injúria racial e também violência contra a população LGBTQIA+. Os dados são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública e foram divulgados nesta quinta-feira (15) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Segundo o levantamento, ao longo de todo o ano de 2020 foram registrados nas delegacias das 139 cidades do Tocantins 133 casos de injúria racial. No ano anterior, em 2019, o total foi de 99 casos, um aumento de 32,9%.

Isso significa que a taxa de casos do tipo no Tocantins subiu de 6,3 a cada 100 mil habitantes para 8,4 casos a cada 100 mil moradores. Na média nacional houve queda no número de casos de injúria racial, mas aumento no número de denúncias de racismo. No Tocantins, os boletins de ocorrência não fazem diferenciação entre as duas classificações e por isso todos os casos aparecem como injúria racial.

Embora esteja longe do topo da lista em números absolutos, a taxa de incidência deste tipo de crime é mais alta no Tocantins do que a média nacional. Em todo o Brasil, em 2020, foram registrados em média 5,1 casos de injúria racial a cada 100 mil moradores e 1,58 casos de racismo levando em consideração a mesma proporção.

O anuário revela ainda que houve aumento de casos de violência no estado contra a população LGBTQIA+ (a siga engloba diversas minorias sexuais e de gênero, confira aqui uma explicação detalhada do significado de cada letra). Segundo o anuário, o número de casos de lesão corporal dolosa foi de 7 em 2019 para 12 em 2020, aumento de 71,4%. Houve ainda dois estupros, o número é igual ao de 2019.

É importante ressaltar que dados levam em consideração apenas casos em que a condição da vítima como pessoa LGBTQIA+ pode ser considerada o motivo da agressão e não casos em que a vítima simplesmente pertence a algum destes grupos. Em nenhum dos dois anos os dados oficiais registraram homicídios ligados a crimes de ódio contra a população LGBTQIA+.

+ sobre o tema

Haitianos relatam rotina de humilhações e preconceito no Brasil

“Se você quer, pega. Se não quer, não quer“....

Racismo: Itália estabelece cota de 30% de estrangeiros nas salas de aula

ROMA (Reuters) - Crianças estrangeiras não vão poder ultrapassar...

Vinicius Junior é alvo de racismo nas redes sociais, e Fla pede apuração do MP

Presidente Eduardo Bandeira de Mello condena atitude: É uma...

Vanity Fair acusada de racismo

"Uma nova década, um novo Hollywood". À primeira...

para lembrar

Preconceito, racismo e discriminação no contexto escolar

Existe muito preconceito, racismo e discriminação no contexto escolar...

Mercado de trabalho ainda é desafio para as transexuais

O dia 9 de setembro de 2020 foi um...

Denúncias de racismo aumentam mais de 300% em três anos no DF

As queixas de racismo e injúria racial aumentaram mais...

TJ-SP condena moradora que proferiu injúrias raciais contra zelador de prédio

Aquele que dirige-se a uma pessoa de determinada raça,...
spot_imgspot_img

Colégio afasta professor de história investigado por apologia ao nazismo, racismo e xenofobia

Um professor de história da rede estadual do Paraná foi afastado das funções nesta quinta-feira (18) durante uma investigação que apura apologia ao nazismo, racismo...

Ministério Público vai investigar atos de racismo em escola do DF

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) vai investigar atos de racismo registrados durante uma partida de futsal entre alunos de duas...

Polícia Civil de Alagoas prende homem por injúria racial e ameaça

A Polícia Civil, por meio da seção de capturas da Dracco, realizou nesta terça-feira (9), o cumprimento de um mandado de prisão contra um...
-+=