#Uneafroresiste: Ajude a financiar a luta contra o racismo, machismo e o genocídio através da educação popular!

O projeto

A Uneafro Brasil, núcleo de educação popular para negras, negros, jovens da periferia e classe trabalhadora realiza, há quase 10 anos, cursinhos populares pré-vestibulares, em espaços cedidos pela comunidade, por vários estados brasileiros, com professores voluntários e sem custo para as alunas e os alunos.

Do Catarse


As atividades não recebem nenhum tipo de ajuda do governo ou de grandes empresas para se manter e conta com o apoio da própria comunidade para fortalecer os espaços onde atua. Atualmente há 30 cursinhos comunitários em funcionamento em todo o Brasil.

No entanto, em 2017, o escritório central da Uneafro, que fica em São Paulo e que coordena os cursinhos, pode fechar por falta de recursos. Além disso, o sonho de criar um material didático próprio também pode ficar longe de se realizar por conta da falta de verba.

Por isso, nosso financiamento tem 2 metas, atingindo R$ 34.500 conseguiremos manter o escritorio central da Uneafro até o fim do ano. E atingindo a meta total conseguiremos publicar nosso primeiro material didático próprio, 6 mil exemplares de uma apostila de 32 páginas com temas sobre atualidades e cidadania.

Ajude a financiar a lutra contra o racismo e a favor da educação popular para a juventude negra, periférica e trabalhadora!

Para não onerar ainda mais nossa campanha de financiamento coletivo, estaremos solicitando para que as pessoas busquem as recompensas selecionadas na nossa sede em São Paulo, caso sejam de outras cidades, avaliaremos o envio usando nossa rede de contatos.

Orçamento

Se conseguirmos atingir a meta total, a verba será dividida da seguinte forma:

R$ 30000 – Funcionamento do escritório central até o fim do ano, o montante será para cobrir nossos gastos com recursos humanos, insumos, telefone, internet, alimentação, transporte e material de escritório.

R$ 20000 – 6 mil apostilas do primeiro material didático produzido pela Uneafro a serem distribuídas gratuitamente aos nossos alunos dos cursinhos, uma revista de 32 páginas com temas sobre atualidades e cidadania.

R$ 7670 – Taxa Catarse

R$ 1330 – Recompensas

Saiba como colaborar aqui

+ sobre o tema

Yolande James

Yolande James, nascida em 21 de novembro de 1977...

Se é pra “ shippar” alguém, eu fico com Rick e Michonne!

Ainda falando sobre ''The walking dead", preciso compartilhar minha...

O lado sujo da Ciência e a consolidação do Racismo Científico

A animalização do diferente foi uma prática bastante comum...

Nelson e Winnie Mandela, da luta contra o apartheid para as telas

CIDADE DO CABO - O aniversário de 95 anos...

para lembrar

Advogado pede Habeas Corpus de acusados de incendiar Borba Gato

O advogado Jacob Filho pediu hoje a revogação da...

Congolinária – Descobrindo os sabores do congo

Eu sou Pitchou Luambo, refugiado da república democrática do...

Harmonia marca reencontro entre veteranos da final da Copa de 58

Abraços, sorrisos e lembranças marcaram o reencontro emocionado...

Exposição “Diáspora” por Josafá Neves

No dia 25 de maio, data em que se...
spot_imgspot_img

Mostra Competitiva Adélia Sampaio recebe inscrições de filmes de mulheres negras até 16 de junho

A 6ª edição da Mostra Competitiva de Cinema Negro Adélia Sampaio está com inscrições abertas para filmes dirigidos por mulheres negras de todo o...

Cientistas revelam mistério por trás dos antiquíssimos baobás, as árvores da vida

Cientistas afirmam ter resolvido o mistério em torno da origem dos antigos baobás. De acordo com análises de DNA, as árvores teriam surgido pela primeira...

Inéditos de Joel Rufino dos Santos trazem de volta a sua grandeza criativa

Quando faleceu, em 2015, Joel Rufino dos Santos deixou pelo menos dois romances inéditos, prontos para publicação. Historiador arguto e professor de grandes méritos, com...
-+=