Vídeo inédito mostra a fúria de Johnny Depp contra sua ex-esposa

O site TMZ publicou um vídeo revelador sobre a relação conturbada de Johnny Depp com sua então esposa Amber Heard. Nas imagens, o ator aparece de óculos escuros e chapéu de cowboy, dando voltas na cozinha, furioso em meio a uma discussão com Amber.

Do Catraca Livre

Depp atira uma garrafa de vinho, bate portas e grita com a mulher, que pergunta se ele bebeu naquela manhã.

O vídeo foi supostamente filmado pela própria Amber meses antes do incidente de 21 de maio, quando ela afirmou ter sido espancada pelo marido.

E agora, Depp? Assim não tem como te defender. Assista:

+ sobre o tema

Elsimar Coutinho e o domínio sobre o corpo de mulheres negras e seus filhos

No turbilhão de conteúdos que lotaram as redes sociais...

Sesc promove, em março, o projeto Mulheria

Em celebração ao Dia Internacional da Mulher, comemorado em...

Após polêmica, nova ministra debaterá aborto na ONU

Após defender a descriminalização do aborto como questão de...

A neguinha metida

Se tem uma coisa a que sempre vou ser...

para lembrar

Feminismo, empoderamento e solução: a singularidade de Karol Conka

Sucesso indiscutível entre a crítica e os internautas, a...

O feminismo em Star Trek

Como uma série de ficção científica do sonho americano...

A diferença entre flerte e assédio sexual

Uma manifestação incontestável da atração sexual. A mão que...

Eu mulher negra, resisto!

O 25 de julho, marco internacional da luta e...
spot_imgspot_img

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

Lançamento do livro “A importância de uma lei integral de proteção às mulheres em situação de violência de gênero”

O caminho para a criação de uma lei geral que reconheça e responda a todas as formas de violência de gênero contra as mulheres...

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...
-+=