Agência chinesa rebate comentário de Hillary em viagem à África

No Senegal, secretária de Estado disse que deve acabar a época em que estrangeiros levam a riqueza da África, o que Xinhua interpretou como indireta ao papel de Pequim no continente

China – A agência de notícias estatal chinesa Xinhua (Nova China) manifestou-se na sexta-feira contra insinuações feitas pela secretária de Estado americana, Hillary Clinton, de que o governo chinês está apenas interessado na África por seus recursos naturais, acrescentando mais uma camada de tensão aos laços já estremecidos entre China e EUA.

Falando do Senegal no início da semana, Hillary não identificou a China, mas disse que os EUA queriam uma “parceria que agregasse valor, em vez de extraí-lo”, afirmando também que a época em que estrangeiros levam a riqueza da África para si deve acabar.

A agência Xinhua respondeu aos comentários de Hillary, dizendo que sua viagem à África era uma “trama para semear a discórdia entre a China e a África”.

“Se Clinton estava ignorante dos fatos sobre o assunto ou escolheu não considerá-los, a sua insinuação de que a China tem extraído a riqueza da África para si é completamente desprovida de verdade”, escreveu em um comentário em inglês.

“Ironicamente, foram as potências coloniais ocidentais que eram exatamente esses chamados estrangeiros, que, nas palavras de Clinton, vieram e extraíram a riqueza da África para si próprios, deixando nada ou muito pouco para trás.”

A viagem de Hillary parcialmente concentra-se em promover laços políticos e de comércio com as nações africanas como uma alternativa à China, cuja influência tem crescido rapidamente à medida que o governo chinês esforça-se para ganhar o acesso aos ricos depósitos de minérios, madeira e petróleo do continente.

O presidente chinês, Hu Jintao, ofereceu no mês passado US$ 20 bilhões em empréstimos para países africanos nos próximos três anos, alavancando uma relação que tem sido criticada pelo Ocidente e tem dado à China crescente influência no continente rico em recursos naturais.

“Assim como comentaristas por todo o mundo apontaram, a viagem tem como foco pelo menos em parte em tirar o crédito do engajamento da China com o continente e deter a influência da China lá. Seus comentários traíram a tentativa de colocar uma barreira entre a China e a África para os ganhos egoístas dos EUA”, escreveu a agência.

Embora esses comentários não sejam declarações oficiais, podem ser lidas como uma reflexo do governo chinês que está pensando sobre questões importantes.

Giro pela África

Nesta sexta-feira, Hillary continuou seu giro africano com uma visita a a Juba, no Sudão do Sul, onde disse que o governo local e o do Sudão devem alcançar um compromisso urgente para resolver suas divergências, já que as duas nações recentemente separadas “continuam intrinsecamente ligadas”.

As duas partes, o Norte e o Sul, “precisarão assumir compromissos para acabar com as divergências” entre elas, disse Hillary de um encontro com o presidente Salva Kiir.

“É urgente que as duas partes, o Norte e o Sul, mantenham os esforços e alcancem oportunamente acordos sobre todos os temas pendentes, incluindo a distribuição pela exportação de petróleo, segurança, cidadania e demarcação de fronteiras”, disse.

Hillary, a autoridade americana de mais alto escalão que visita o Sudão do Sul desde sua independência, no ano passado, destacou a preocupação do governo de Washington com as violentas disputas com o vizinho Sudão.

De acordo com a secretária de Estado, a mais jovem nação do mundo tem pela frente “significativos desafios” para superar, como “a persistente pobreza em uma terra rica em recursos naturais”.

 

 

Fonte: O Dia

+ sobre o tema

Após internação, Nelson Mandela retorna para casa

Após internação, Nelson Mandela retorna para casa. O ex-presidente da...

A alma terrível das ruas

Centro Cultural Correios traz 120 obras sobre o Rio...

A primeira juíza mulher da NBA e sua história de resistência

“Eu sabia que todo mundo estava esperando que eu...

A Guerra da Balaiada

A GUERRA DA BALAIADA - a epopéia dos guerreiros...

para lembrar

Maicon Andrade bate britânico e é bronze no taekwondo da Rio-2016

Saiu da Arena Carioca 3, no Parque Olímpico da...

Cris Vianna troca avenida pela Bahia

Na edição desta semana da revista "Quem Acontece", Cris...

Autores mineiros marcam protagonismo negro nesta edição da Flip

15ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) presta homenagem...

Terra de Zumbi teve maior atentado contra religiões afro do país

Em 1912, dezenas de terreiros foram destruídos em Maceió;...
spot_imgspot_img

Obrigada Shirley

É com muita tristeza que compartilhamos a notícia do falecimento da Shirley Villela, nossa companheira e amiga, tecedora da Redes da Maré, de 2013...

 Interprete da trilha sonora da novela Renascer, Xenia França participa do disco de José James

Vencedora do Grammy Latino de 2023 com seu disco "Em nome da Estrela" e intérprete da canção “Lua Soberana”, trilha sonora da novela Renascer...

NICHO 54 lança publicação inédita que investiga a história do Cinema Negro no Brasil 

Pesquisa que mapeou e consolidou dados sobre filmes produzidos por pessoas negras no Brasil de 1949 a 2022 encontrou 1.104 obras; 83% de toda...
-+=