Anielle Franco, Symmy Larrat e Sônia Guajajara debatem a desigualdade racial e de gênero

IEJA promove diálogo entre os Poderes e Políticas para as mulheres

O Instituto de Estudos Jurídicos Aplicados (IEJA) realiza no dia 29 de março, no Auditório ION, em Brasília o evento “Mulheres em Ação”, para promover o diálogo entre os Poderes e Políticas para as mulheres. Este será um debate não só para marcar o mês das mulheres mas, também, para celebrar profissionais que são referência e inspiração para todas as meninas e mulheres do País. Com a presença de autoridades públicas e do setor privado, o evento acontece das 9h às 13h, presencialmente para convidados e transmitido pelos canais digitais do IEJA gratuitamente.

A abertura do evento contará com a Ministra dos Povos Indígenas Sônia Guajajara, Maria do Rosário, Deputada Federal – PT e segunda secretária da Câmara dos Deputados, além de Fabiane Oliveira, fundadora e presidente do IEJA e Desirée Sousa, vice-presidente de relações institucionais e governamentais do IEJA, que assinam a coordenação acadêmica do seminário.

Violência contra a mulher será o tema do primeiro painel, que conta com a participação da Ministra do STF Cármen Lúcia e Benedita da Silva, Deputada Federal – PT.

No segundo painel, para debater a desigualdade racial e de gênero, o IEJA convidou Anielle Franco, Ministra da Igualdade Racial; Symmy Larrat, Secretária Nacional dos direitos da população LGBTQIA+; Duda Salabert, Deputada Federal – PDT; Carol Dartora, Deputada Federal – PT; Lilian Azevedo, Presidente Nacional da ANPM e Ricardo Lewandowski, Ministro do STF.

“São inegáveis os direitos conquistados pelas mulheres no último século, desde o direito ao voto até a igualdade salarial, que ainda não é realidade para todas. Essas conquistas são fruto da luta de mulheres como as que reunimos neste evento, mulheres que não aceitaram o não, que a sociedade não conseguiu impor limites e hoje são modelo de profissionalismo”, reflete Fabiane Oliveira, fundadora e presidente do IEJA.

Uma abordagem sobre desigualdade no mercado de trabalho será realizada no terceiro painel do dia, que contará com a presença de Margareth Coelho, Deputada Federal; Celina Leão, Vice-Governadora do DF; Maria Laura da Rocha, Secretária-Geral das Relações Exteriores; Lêda Borges, Deputada Federal – PSDB e Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados e Ana Fontes, fundadora da Rede Mulher Empreendedora.

 “Algo impensável poucas décadas atrás, hoje temos mulheres em posições de poder como chefes de Poder Executivo, como membros do Poder Legislativo, como Ministras do Supremo Tribunal Federal, além de grandes executivas, que evidenciam quantas conquistas temos a celebrar”, finaliza Oliveira.

Sobre o IEJA

O Instituto de Estudos Jurídicos Aplicados surgiu como resultado da vontade de juristas que vivenciam os bastidores instigantes da criação jurídica em seu duplo aspecto, normativo e interpretativo. Como um Think Tank, em perspectiva inovadora, o IEJA produz pesquisas, seminários, sistematização de dados, estudos das produções normativas e judiciais, cursos, além de proporcionar a aproximação do cidadão e setores produtivos com as complexas estruturas dos Três Poderes.

Mais informações: www.institutoieja.com.br

Programação

9h – Abertura e credenciamento

Sônia Guajajara, Ministra dos Povos Indígenas do Brasil; Desirée Sousa, Vice-Presidente de Relações Institucionais e Governamentais do IEJA;  Maria do Rosário, Deputada Federal – PT e Segunda Secretária da Câmara dos Deputados e Fabiane Oliveira, presidente do IEJA.

Painel 1: 9h30 – Violência contra a mulher

Cármen Lúcia, Ministra do STF e Benedita da Silva, Deputada Federal – PT.

Painel 2: 10h45 – Desigualdade Racial e de Gênero

Anielle Franco, Ministra da Desigualdade Racial; Symmy Larrat, Secretária Nacional dos direitos da população LGBTQIA+; Duda Salabert, Deputada Federal – PDT; Carol Dartora, Deputada Federal – PT; Lilian Azevedo, Presidente Nacional da ANPM.

Painel 3: 12h – Desigualdade no Mercado de Trabalho

Margareth Coelho, Deputada Federal; Celina Leão, Vice-Governadora do DF; Maria Laura da Rocha, Secretária-Geral das Relações Exteriores; Lêda Borges, Deputada Federal – PSDB e Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados e Ana Fontes, Rede Mulher Empreendedora.

Serviço

Mulheres em Ação: Diálogos entre os Poderes e Políticas para as mulheres

Data: 29/03/2023, de 9h às 13h

Local: Auditório ION. SGAN Q 601 BL H — Asa Norte, Brasília – DF

+ sobre o tema

STF volta a proibir a apreensão de menores sem o devido flagrante nas praias do Rio

Após audiência realizada na manhã desta quarta-feira, em Brasília, o STF determinou...

Adolescente denuncia mulher por agressão e injúria racial em Rio Preto

Um adolescente de 13 anos denunciou ter sofrido injúria...

para lembrar

No Marrocos, países reconhecem que precisam avançar em direitos humanos

Karine Melo O delegado interministerial para os Direitos Humanos no...

Raça influencia remuneração

O salário de uma mulher negra no Brasil é,...

“Eu sabia da desigualdade racial, mas não fazia nada porque não estava ao meu redor”, diz Giovanna Ewbark em vídeo

Atuando há cerca de um ano como youtuber, Giovanna Ewbank comemorou a...
spot_imgspot_img

Estudo mostra o impacto do fator racial materno no desenvolvimento infantil

O ganho de peso e o crescimento dos filhos está diretamente relacionado ao fator etnorracial das mães. Isso é o que mostra uma pesquisa desenvolvida pelo Centro de Integração de Dados...

Mulheres pretas e pardas são as mais afetadas pela dengue no Brasil

Mulheres pretas e pardas são o grupo populacional com maior registro de casos prováveis de dengue em 2024 no Brasil. Os dados são do painel de...

Mercado imobiliário dos EUA revela piora na desigualdade racial em uma década; entenda

Sharan White-Jenkins é uma mulher negra, proprietária de um imóvel no Queens, na cidade de Nova York. Seus avós também eram donos da própria casa,...
-+=