Atriz britânica é condenada por racismo contra taxista

A atriz britânica Lauren Socha, 21, que ganhou um prêmio Bafta pelo papel de Kelly Bailey na série de TV “Misfits”, foi condenada a quatro meses de prisão por racismo contra o taxista Sakander Iqbal, 52. A informação é do jornal “The Independent”.

Alcoolizada, Socha agrediu Iqbal verbalmente e fisicamente ao sair de um pub no centro da cidade de Derby, em outubro do ano passado.

Depois de xingá-lo, conta o taxista, ela disse: “Você é asiático, volte para o lugar de onde você veio”.

Iqbal gravou o ataque de oito minutos da atriz, que despejou toda a sorte de termos racistas. “Sou taxista há 20 anos e nunca estive numa situação dessas, foi muito triste”, desabafou.

Socha, que havia negado a acusação anteriormente, assumiu a culpa e ouviu, com lágrimas nos olhos, os detalhes do caso.

Ao relatar o episódio, o taxista conta que pegou Socha e uma amiga no vilarejo de Darley Abbey. Ele deixou a amiga primeiro antes de tomar o caminho para a casa de Socha. De repente, a atriz começou a perguntar aonde ele a estava levando. “Eu disse: ‘Estou te levando para casa, eu sei o que estou fazendo’, e então ela perdeu a cabeça”, relata.

Ao final do julgamento, os juízes disseram à Socha que ela terá de cumprir 80 horas de serviço comunitário e pagar 450 libras de indenização ao taxista.

“Vou tomar mais cuidado com quem entra no meu táxi agora”, disse Iqbal à imprensa. “Isso me deixou muito perturbado.”

Constrangida, Socha se recusou a falar com os repórteres ao sair do tribunal, mas respondeu “é claro que sim” quando perguntaram se ela se se preocupava com o que fez ao senhor Iqbal.

 

 

 

Fonte: Aqui Dauanas

+ sobre o tema

para lembrar

Quanto vale a vida de uma pessoa negra?

Num país que recentemente elegeu como Presidente da República...

Intolerância Religiosa e Racismo

Ontem na reunião do grupo Salva Guarda da Capoeira...

Parem de chamar os negros ativistas de agressivos!

Sobre negros, Era de Aquário e representações Este texto nasceu...

Carta de repúdio à mídia racista

Há uma nítida ascensão da população mais pobre no...
spot_imgspot_img

Mobilizações apontam caminho para enfrentar extremismo

As grandes mobilizações que tomaram as ruas das principais capitais do país e obrigaram ao recuo dos parlamentares que pretendiam permitir a condenação de...

Uma pessoa negra foi morta a cada 12 minutos ao longo de 11 anos no Brasil

Uma pessoa negra foi vítima de homicídio a cada 12 minutos no Brasil, do início de janeiro de 2012 até o fim de 2022....

Como as mexicanas descriminalizaram o aborto

Em junho de 2004, María, uma jovem surda-muda de 19 anos, foi estuprada pelo tio em Oaxaca, no México, e engravidou. Ela decidiu interromper...
-+=