Biógrafa de Sueli Carneiro, Bianca Santana comenta a vida e obra intelectual em live no Instagram do Itaú Cultural

Enviado por / FonteEnviado ao Portal Geledés

Também cocuradora da Ocupação Sueli Carneiro, que homenageia a trajetória de uma das mais importantes intelectuais e ativistas do Brasil, em cartaz na organização, a jornalista comenta aspectos dessa mostra junto a um dos educadores do Itaú Cultural, com participação do público

A série de lives mensais que o Itaú Cultural tem realizado no Instagram https://www.instagram.com/itaucultural/, tem como convidada, no dia 25 de setembro, sábado, às 19h, Bianca Santana. A jornalista, escritora e ativista é cocuradora da Ocupação Sueli Carneiro, aberta ao público no piso térreo da organização até o dia 31 de outubro. Ela é autora, também, de Continuo preta: A vida de Sueli Carneiro, livro lançado em maio deste ano pela Companhia das Letras. 

Na conversa, Bianca junto da educadora Victória Oliveira, que estará presente na Ocupação, comentam particularidades ali expostas, que situam a vida e a obra de Sueli, e os bastidores e processo de realização dessa mostra, composta de mais de 140 peças, entre fotografias, vídeos, artigos, livros, matérias, objetos pessoais e religiosos.  

Esta série de lives mensais realizadas pelo Itaú Cultural tem o propósito de aproximar o público das exposições em curso na organização. Mediada pelos educadores do Itaú Cultural e com interpretação simultânea em Libras, as conversas ao vivo propõem uma investigação acerca dos diversos aspectos presentes nas mostras em cartaz.  

Já participaram o ator Lima Duarte, homenageado na 50ª série Ocupação, a curadora da Ocupação Chiquinha Gonzaga, Juçara Marçal, e em outra ocasião, Edinha Diniz, biografa da maestrina, Beatriz Minhazes, e Ailton Krenak. Todas elas podem ser vistas no IGTV do IC – www.instagram.com/itaucultural/channel/ . 

SERVIÇO 

Live com Bianca Santana, na Ocupação Sueli Carneiro  

Dia 25 de setembro (sábado), às 19h 

No Instagram do Itaú Cultural:https://www.instagram.com/itaucultural/ 

Classificação indicativa: Livre  

Duração: 40 minutos aproximadamente 

** ESTE ARTIGO É DE AUTORIA DE COLABORADORES OU ARTICULISTAS DO PORTAL GELEDÉS E NÃO REPRESENTA IDEIAS OU OPINIÕES DO VEÍCULO. PORTAL GELEDÉS OFERECE ESPAÇO PARA VOZES DIVERSAS DA ESFERA PÚBLICA, GARANTINDO ASSIM A PLURALIDADE DO DEBATE NA SOCIEDADE. 

+ sobre o tema

Arcebispo sul-africano se retira da vida pública

Desmond Tutu, consagrado pela luta contra o apartheid, irá...

The fight for equality in art and architecture

Brazilian artist and architect Muha Bazila gave a lecture...

Exposição que homenageia escritores moçambicanos chega a Portugal

Na mostra "Configurações (im)prováveis", os fotógrafos Filipe Branquinho e...

Beyoncé tem clipe de ‘Formation’ eleito o melhor de todos os tempos

O clipe da música "Formation" de Beyoncé, 39, foi eleito...

para lembrar

MTV dá segunda chance a Kanye West

Kanye West vai apresentar-se ao vivo no MTV Video...

Lima Barreto: literatura que se confunde com vida pessoal denuncia racismo

Historiadora e antropóloga Lilia Schwarcz mostra como a “escrita...

Roberto Carlos é um detalhe na falsificação da biografia de Tim Maia pela Globo

Tim Maia era um gênio complexo e contraditório. “Preto,...

Revolução burguesa e colonialismo: uma visão marxista para a questão negra

Na transição do feudalismo ao capitalismo, a aristocracia começa...
spot_imgspot_img

Majestosa, Lauryn Hill entrega show intenso e coroa história da Chic Show

"Não é só um baile black", gritou Criolo durante o terceiro show do festival Chic Show 50 Anos, no sábado (12). O rapper do...

Ícone da percussão, Naná Vasconcelos ganha mostra no Itaú Cultural

O Itaú Cultural, localizado na avenida Paulista, em São Paulo, abre nesta quarta-feira (17) a Ocupação Naná Vasconcelos, em homenagem ao músico pernambucano falecido em 2016. A mostra é...

Festival literário propõe amor e diversidade como antídotos ao extremismo

O Festival Literário Internacional de Paracatu - Fliparacatu - vai colocar no centro do debate o amor, a literatura e a diversidade como pilares...
-+=