Cabeça raspada nos presídios

O protocolo adotado pela Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap) de raspar a cabeça de todos os presos — no caso de homens, a barba também — quando eles entram no sistema foi parar na Justiça. A Defensoria Pública defende que o ato fere o respeito e a dignidade humana.

Por dois votos contra um a favor, os desembargadores da 5ª Câmara Cível decidiram que a medida deve continuar por questões de saúde e higiene, principalmente, para impedir a proliferação de pragas e manutenção da disciplina nas unidades prisionais. Mas a Defensoria entrou com dois recursos contra a decisão. Um destinado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e outro ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Ambos ainda estão sendo analisados pela 3ª Vice-Presidência da Corte, para só então serem encaminhados ou vetados aos tribunais superiores.

Kit higiene

A Defensoria Pública, no entanto, conseguiu uma vitória parcial. O Estado está obrigado a fornecer kits de higiene individuais, na frequência e quantidade compatíveis com a finalidade em questão, no prazo de 90 dias, sob pena de multa de R$ 1 mil, por dia de atraso

Fonte:O Dia

+ sobre o tema

De onde vem o dinheiro das Ongs?

Reportagem especial O Dinheiro das ONGs, do Observatório...

Pronatec ganha nova modalidade: Direitos Humanos

Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego...

Com provável contágio sexual nos EUA, zika exige ‘prevenção máxima’, diz infectologista

“Não podemos aguardar um corpo robusto de dados para...

Em SP, imigrantes se mobilizam por políticas públicas e respeito

Em francês, o jovem que pede para não ser...

para lembrar

“Sofri com a falta de referências”, diz âncora do SBT sobre negros na TV

Joyce Ribeiro é a única negra a apresentar diariamente...

Sérgio Martins – Direito e Reverso do Direito: Uma Jornada pela Dignidade

Quando na cabeça do indivíduo brota a rejeição por...

Onde está a bebê de Janaína, a mulher que sofreu laqueadura compulsória?

Há quatro meses, Janaína Aparecida Quirino, 36 anos, foi...

Brasil retrocedeu na garantia dos direitos humanos, diz Anistia

‘Estado brasileiro deixa que uma geração de jovens seja...
spot_imgspot_img

Câncer de pênis: Brasil é considerado o país com maior número de casos do mundo; veja os 6 sinais mais comuns da doença

O Brasil é considerado o país com maior incidência de câncer de pênis no mundo, em especial nas regiões Norte e Nordeste. Este tumor representa...

Geledés participa da 54ª Assembleia Geral da OEA

Com o tema “Integração e Segurança para o Desenvolvimento Sustentável da Região”, aconteceu entre os dias 26 a 28 de junho, em Assunção, Paraguai,...

Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos abre inscrições para sua 46ª edição

As inscrições para a 46ª edição do Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos estão abertas de 20 de junho a 20...
-+=