Campanha 16 Dias de Ativismo realiza seminário em São Paulo

A campanha “16 dias de ativismo” promove diversas palestras, workshop, seminários em prol do combate à violência contra a mulher. Como parte das atividades na capital paulista, a Secretaria de Participação e Parceria (SMPP) vai realizar o Seminário “Balanço da Violência Contra a Mulher”. A palestra vai discutir e avaliar os avanços dos processos que as políticas públicas tiveram.

O evento vai acontecer dia 14 de dezembro, e a primeira mesa terá a participação do Juizado de Violência Doméstica e Familiar da Capital, do Fórum da Barra Funda, Doutora Rafaela Gonçalves; da Defensoria Pública e Coordenadoria de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos. As outras duas tratarão os temas: Desafios do Fluxo de Atendimento a Mulher e a Cultura da Desigualdade de Gênero e Masculinidade.

A Coordenadoria da Mulher, idealizadora da campanha, visa formular, coordenar e acompanhar as políticas públicas referentes à mulher na cidade de São Paulo, trabalhando na defesa de seus direitos e garantindo sua autonomia.

Serviço

Balanço da Violência Contra a Mulher

Local: Av. Pedro Álvares Cabral, 201 – Ibirapuera – Assembléia Legislativa

Data: 14/12

Horário: das 09 às 17 horas

Programação

9h – Mesa Abertura

Deputado Estadual – Ricardo Montoro

Secretário Municipal de Participação e Parceria – Francisco Buonafina

Juíza no Juizado de Violência Doméstica e Familiar da Capital Fórum Criminal da Barra Funda – Dra. Rafaela Caldeira Gonçalves,

Promotora Pública do Juizado de Violência Doméstica e Familiar da Capital Fórum Central Criminal da Barra Funda – Dra Valéria Diez Scarance Fernandes,

Defensora Pública e Coordenadora de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher – Dra. Thais Helena Costa Nader

Coordenadora das Delegacias das Delegacias Especializadas para as Mulheres – Márcia Salgado

Supervisora da Proteção Social Especial – Gênero – Rosely Aparecida Gati de Cerqueira César

Coordenadora Geral da Mulher do Município de São Paulo – Fátima Marques

10h – Mesa Temática: Desafios do Fluxo de Atendimento a Mulher

Juíza, Promotora, Defensora, Delegada, Rosely, CCM, CRM e Casa Abrigo.

Mediadora – Márcia Victoriano – Coordenadoria da Mulher.

12h – Apresentação do Filme Institucional – Violência contra a Mulher – Desafios da Implementação da Lei Maria da Penha na Cidade de São Paulo

14h – Mesa Temática: Cultura da Desigualdade de Gênero e masculinidades

Advogada graduada pela PUC-SP e mestranda em direitos humanos pela USP. Membro do CLADEM/Brasil e do Conselho Consultivo do NEMGE-USP – Dra. Tamara Amoroso Gonçalves.

Filosofo e Integrante do Coletivo Feminista de Sexualidade e Saúde e Professor da FMU – Professor Sérgio Barbosa,

Mediadora – Renata Aparecida Ferreira – Coordenadoria da Mulher

15h – Painel das Ações Intersetoriais da Secretaria Municipal de Participação e Parceria com relação às Mulheres

Coordenador da Coordenadoria de Assuntos da Diversidade Sexual – Sr. Franco Reinaudo,

Coordenador da Coordenadoria da Juventude – Sr. Antonio Carlos de Freitas Junior,

Coordenadora da Coordenadoria de Assuntos da População Negra – Sra. Maria Aparecida de Laia,

Coordenador da Coordenadoria de Álcool e Drogas – Dr. Luiz Alberto Chaves de Oliveira

Coordenador da Coordenadoria de Inclusão Digital – Sr.Donizete Agostinho Ruy,

Coordenador da Coordenadoria do Idoso – Sr. Aécio Masayoshi Yamada,

Coordenadora de Incubadora de Projetos Sociais autofinanciados – Sra. Eliana Peixe

Coordenador da Coordenadoria de Convivência e Participação e Empreendedorismo Social – Sr. Fábio Souto.

17h – Lançamento do: Guia de Procedimentos para Atendimento a Mulher em situação de Violência e Coquetel de encerramento

 

 

Fonte: Abong

+ sobre o tema

Manifesto: Eu apoio a legalização do aborto

Neste 8 de março, lutamos pela legalização do aborto...

Mulheres negras na política: “Verba vai primeiro para loiras de olho azul”

Desde que a primeira mulher negra foi eleita para...

Salões de beleza em MS vão orientar mulheres contra violência doméstica

Profissionais multiplicarão informações contra a violência doméstica. Projeto será uma...

Meu irmão, meu limoeiro, por Sueli Carneiro

Ele era o príncipe encantado das jovens negras de...

para lembrar

#MeuAmigoSecreto pede escuta para dizer que está calado

Falo das manifestações de homens que bateram o pesinho...

Mulher, negra e feminista: conheça a nova secretária-geral da UNE

Mariana Jorge é estudante de jornalismo da UFBA e...

‘Me joguei de um lance de escadas querendo fugir de tudo que eu estava passando’, relata vítima de Leandro Lehart

O Fantástico conversou com Rita de Cássia Corrêa, a mulher que denunciou...

Os 9 títulos mais machistas dos Jogos Olímpicos do Rio

Listas de “gostosas”, “mulheres de” que ganham medalhas ou...
spot_imgspot_img

Maria da Conceição Tavares: quem foi a economista e professora que morreu aos 94 anos

Uma das mais importantes economistas do Brasil, Maria da Conceição Tavares morreu aos 94 anos, neste sábado (8), em Nova Friburgo, na região serrana do Rio...

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Novas pesquisas mostram que meninas nos EUA estão tendo sua primeira menstruação mais cedo. A exposição ao ar tóxico é parcialmente responsável. Há várias décadas, cientistas ao redor do...

Leci Brandão recebe justa homenagem

A deputada estadual pelo PC do B, cantora e compositora Leci Brandão recebe nesta quarta (5) o Colar de Honra ao Mérito Legislativo do...
-+=