Cresce registro de agressões contra mulher

As ocorrências de lesão corporal contra mulher subiram 234%, segundo o balanço de ocorrência registradas pela Central de Atendimento a Mulher – Ligue 180.

De janeiro a setembro deste ano, foram registradas 47.244 ocorrências de lesão corporal e 12.788 ameaças, o que corresponde a um aumento de 234% e 102%, respectivamente, quando comparadas ao mesmo período do ano passado.

A central registrou 552.034 atendimentos somente este ano. Isso significa um aumento de 123% na procura pelo serviço. Em quase 70% dos casos, os filhos presenciam as agressões.

As 12.788 ameaças correspondem a 14,6% do total de atendimentos e os 47.244 relatos de lesão totalizam 54%. Segundo relatos, os principais agressores são maridos, companheiros ou ex-companheiros. 58% das vítimas são agredidas diariamente. Em 51% dos casos, a mulher diz correr risco de morte. Outro número que aumentou foram os registros de mulheres presas em suas casas, que saltou de 86 para 359 (317%).

Dos 88.960 casos de violência relatados, 51.736 correspondem à violência física, 1.873 à sexual, 10.569 à moral, 1.526 à patrimonial e 22.897 à psicológica.

De acordo com a central, 38.020 mulheres são agredidas diariamente, o que corresponde a 58% do total de agressões, 39,3% (22.624) relataram que a violência começou desde o inicio da relação, 71% das vítimas mora com o agressor e 54.168 mulheres (66,5%) não depende financeiramente do companheiro.

 

Fonte: CorreiodoBrasil

+ sobre o tema

Quando a economia incentiva a violência de gênero

Não estou sugerindo que a violência contra a mulher...

Menina de 10 anos que se recusa a alisar o cabelo vira hit na internet

Apesar de ter apenas 10 anos, ela já mostra...

Exploração sexual de crianças e adolescentes só tem 20% dos casos denunciados

Denúncias de exploração sexual de crianças e adolescentes representam...

Jean Wyllys nega que BBB tenha dado votos e defende novo modelo de família

Deputado levanta bandeira gay e diz que "família de...

para lembrar

Hoje começa o Seminário Mulheres Negras No Foco: Mídia, representação e Memória

Seminário Mulheres Negras No Foco: Mídia, representação e Memória Para...

Líder das quebradeiras de coco é ameaçada de morte

A coordenadora do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco...

Eneida Marta, a voz da Guiné-Bissau. “Cresci num país feliz, livre e independente”

Veio para Portugal há 30 anos para ser polícia,...

Eu, mulher negra racista. Uma conversa que também é sobre você

"É vocês negras que têm a auto-estima baixa e...
spot_imgspot_img

Elogio ao estupro e ódio às mulheres

Nem sempre é fácil dizer o óbvio. Mesmo porque, quando essa necessidade se impõe é fundamental entender as razões que estão por trás dela. Mas...

Angela Davis: “O desafio é manter a esperança quando não vemos sinais”

Angela Davis, filósofa professora americana, é como uma estrela de rock do ativismo pelos direitos humanos e do movimento negro. Sua popularidade atravessa gerações...

IBGE: mulheres assalariadas recebem 17% menos que os homens

Dados divulgados nesta quinta-feira (20/06) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam que a disparidade salarial entre os gêneros no Brasil se mantém em...
-+=