Janot pede arquivamento de inquérito contra candidato à prefeitura do Rio acusado de agredir a ex-esposa

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu nesta segunda-feira (15) ao Supremo Tribunal Federal o arquivamento do inquérito contra Pedro Paulo, candidato do PMDB à Prefeitura do Rio. Ele é acusado de agredir a ex-esposa, a turismóloga Alexandra Mendes Marcondes entre 2008 e 2010.

no HuffPost Brasil

Cabe ao relator do caso no Supremo, ministro Luiz Fux, decidir se a investigação prosseguirá ou será arquivada.

Em 3 de junho, o delegado da Polícia Federal de Brasília Luciano Soares Leiro encaminhou um relatório à PGR pela “não continuidade” da investigação. Ele cita o laudo do médico perito Roger Ancilloti, contratado por Pedro Paulo para confrontar o laudo feito pela polícia.

“Os laudos apresentados das perícias realizadas à época dos fatos como foram analisadas por diferentes peritos da época, sem o acesso do outro agressor/vítima não possibilitam, com a certeza devida, constatar como os fatos ocorreram”, diz um trecho do relatório do delegado.

O PMDB oficializou a candidatura de Pedro Paulo em 20 de julho, durante a convenção do partido. Ela é apoiada pelo atual prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB) e pelo presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Os registros de agressão apontam que Pedro Paulo deu socos no rosto e corpo da ex-esposa. Há também relatos de ofensas verbais a Marcondes, com xingamentos de “vagabunda” e “piranha”, entre outros.

A acusação, acompanhada de laudo pericial do Instituto Médico Legal, foi registrada na Delegacia da Mulher em Jacarepaguá e, segundo informações do jornal Extra, ficou cinco anos parado: a polícia nem chegou a ouvir o secretário.

As agressões de 2010 teriam sido motivadas por uma traição de Pedro Paulo. Após a divulgação da história, a ex-esposa minimizou o caso em entrevista à imprensa.

Na defesa entregue à PGR, Pedro Paulo diz ter sido vítima da ex-esposa. Ele encaminhou um vídeo em que Alexandra diz que as agressões partiram dela. Há também um lado em que a defesa que contradiz as conclusões da Polícia Civil do Rio.

+ sobre o tema

Brasil deixou impunes autores de 10.786 casos de assassinato de mulheres em 2017

O Brasil deixou de julgar 10.786 casos de assassínios...

Sexo e as nega, uma PORRA! Mais uma vez as mulheres negras são estereotipadas em sua sexualidade.

Na quarta feira, dia 16 de setembro, excepcionalmente, eu...

Meninas negras feitas escravas domésticas e sexuais na região central do Brasil

Quando lembramos que o fim da escravidão –  há...

O poder maligno da carolice da deputada Myrian Rios

DÁ DÓ A INCAPACIDADE DE DISTINGUIR MORAL DE ÉTICA  Por Fátima...

para lembrar

Fragmentos do descobrir-se negra – Por: Gabriela Pires

Ser mulher negra é uma construção diária de identidade....

Serena Williams: ‘Ser uma mulher negra e conseguir fazer algo histórico é indescritível’

A mais nova das irmãs Williams confessou a dificuldade...

Bruna Sena, 17, 1º lugar em medicina da USP de Ribeirão, o mais concorrido da Fuvest

É com uma frase provocativa estampada em uma rede...

Ocupação Conceição Evaristo (2017) – teaser

Em um ano no qual apenas mulheres serão tema...
spot_imgspot_img

CNJ pede explicações a juízas sobre decisões que negaram aborto legal

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu nesta sexta-feira (12) intimar duas magistradas do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) a prestarem esclarecimentos sobre...

Instituto Mãe Hilda anuncia o lançamento do livro sobre a vida de matriarca do Ilê Aiyê

O livro sobre a vida da Ialorixá Hilda Jitolu, matriarca do primeiro bloco afro do Brasil, o Ilê Aiyê, e fundadora do terreiro Acé...

Centenário de Tia Tita é marcado pela ancestralidade e louvado no quilombo

Tenho certeza que muitos aqui não conhecem dona Maria Gregória Ventura, também conhecida por Tia Tita. Não culpo ninguém por isso. Tia Tita é...
-+=