Debates na UFRJ abrem comemorações aos 70 anos de Muniz Sodré

O professor Muniz Sodré será homenageado, na Escola de Comunicação da UFRJ, com palestras, leituras de sua obra e debates ao longo de 2012. Autor de mais de 30 livros, Sodré completou 70 anos, em janeiro, e é considerado um dos maiores intelectuais vivos da contemporaneidade.

Com o objetivo de celebrar e partilhar a obra deste professor, pesquisador/pensador, o Laboratório de Estudos em Comunicação Comunitária (LECC) da UFRJ vai promover uma semana de palestras e minicursos temáticos sobre as diversas faces de Sodré. Além da homenagem ao autor, o Ano Muniz Sodré é, também, um modo de compartilhar o acesso ao conhecimento de sua obra, envolvendo estudantes da pós-graduação e da graduação, da UFRJ de outras universidades e público em geral. As atividades, no Campus da Praia Vermelha da UFRJ, começam dia 15 de março, quinta-feira, e só terminam no fim do ano.

O LECCturas, grupo de leitura realizado na sala do LECC, quintas-feiras, a partir das 14h, este ano é dedicado a obra de Muniz Sodré. A ideia é estabelecer diálogos do público discente da comunidade acadêmica com a obra do autor, bem como apresentar as principais temáticas do pesquisador consagrado no campo de comunicação e áreas afins. A primeira leitura apresenta o autor e sua obra a partir dos textos “Muniz Sodré: perfil intelectual” e “A abominação do outro”. O LECC funciona na sala 124, do prédio da ECO e a programação completa para o primeiro semestre está no fim deste texto.

O Colóquio Muniz Sodré promoverá, ao longo do ano, encontros mensais do próprio autor com estudantes de graduação e pós-graduação da UFRJ e de outras universidades. No primeiro semestre serão três palestras, sendo a primeira no dia 22 de março sobre “Cultura e produção cultural”. No dia 24 de maio Sodré falará sobre “Cultura afro e política”, e no dia 28 de junho sobre “Financeirização do mundo, educação e mercado”. O Colóquio será realizado na Escola de Comunicação.

Para abril está marcada a Semana Muniz Sodré, que acontecerá entre os dias 16 e 20, no Salão Pedro Calmon do Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ. O evento, promovido pelo LECC, tem a coordenação geral da professora Raquel Paiva, coordenadora do LECC – ECO/UFRJ e que também mediará a mesa de abertura. Diversas gerações de discípulos de Sodré participarão das discussões temáticas em torno de sua obra. Entre os palestrantes convidados pesquisadores renomados como o historiador e escritor, Joel Rufino dos Santos (UFRJ), Maria Immacolata Vassalo de Lopes (USP), e o professor Juremir Machado (PUC-RS), jornalista, historiador. A conferência de abertura será feita pelo pesquisador francês Henri-Pierre Jeudy.

Em diálogo com os demais saberes da prática jornalística, literatura e da cultura popular, serão realizados debates sobre a vida pública de Sodré. Entre os participantes estão o jornalista Alberto Dines (Observatório da Imprensa) e Cícero Sandroni (ABL). A riqueza das relações do intelectual com a cultura popular e o campo das artes também é expressiva em sua obra e será representada pela participação do Mestre Camiseta (capoeira).

Por fim, com o objetivo de estimular novas gerações de pesquisadores do Campo, influenciadas pelo homenageado, serão ministrados minicursos, pelos atuais orientandos de Sodré do curso de Doutorado em Comunicação do PPGCOM-ECO/UFRJ e pelos discípulos do autor, doutorandos do Programa, todos pesquisadores do LECC.

O objetivo geral do evento é propiciar a pesquisadores, professores e profissionais interessados instrumentos teóricos, intelectuais e práticos necessários ao desenvolvimento e à multiplicação do conhecimento, bem como o pensamento crítico e a perspectiva interdisciplinar. A programação completa do evento e todas as informações referentes às inscrições serão divulgadas em breve.

Sobre o Homenageado:

Muniz Sodré de Araújo Cabral, nascido em 12 de janeiro de 1942, no município de São Gonçalo dos Campos (BA), é o que se pode chamar de um genuíno pensador brasileiro. Autor de mais de 30 livros, Sodré reúne em sua carreira extensa produção acadêmica nos campos da cultura e da Comunicação, o que o consagra como professor e pesquisador. Além disso, Sodré possui uma biografia política como jornalista-militante e o trabalho público-administrativo, como presidente da Biblioteca Nacional. Sua obra contempla o campo da Comunicação, Literatura, Filosofia, Educação, e reflete as mais diversas temáticas em um conhecimento múltiplo, fruto de sua experiência acadêmica, somado ao aprendizado adquirido na vivência com mestres da sabedoria e da cultura popular.

Serviço:

Leccturas: todas as quintas-feiras, a partir das 14 horas, na sala 124 – LECC /ECO/ UFRJ – Aberto a interessados. Não precisa se inscrever.

Colóquio Muniz Sodré: Começa em 22/03/2012 – quinta-feira. Uma vez por mês, na ECO/ UFRJ, das 14h30 às 16h – aberto a interessados, mediante inscrições.

Semana Muniz Sodré: De 16 a 20/04/2012, das 10h às 18h, no Salão Pedro Calmon do Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ – aberto a interessados, mediante inscrição.

Inscrições:

Para se inscrever nos eventos da comemoração dos 70 anos de Muniz Sodré, basta enviar um e-mail para [email protected] com as seguintes informações:

Nome completo:

Evento(s) escolhido(s):

Dias de participação:

Instituição:

E-mail:

Telefone:

Na semana Muniz Sodré, aqueles que comparecerem a 75% das palestras receberão certificado de participação do evento.

+ sobre o tema

Um em cada três adultos no mundo têm pressão alta, indica OMS

No Brasil, 39,4% dos homens com mais de 25...

Pernambuco lembra o Dia Mundial da Doença Falciforme

  O Dia Mundial da Doença Falciforme, comemorado hoje está...

Sonia Leite – Parte uma grande Guerreira !

Sentirei sua falta minha querida Sônia Leite.Voce sempre será...

para lembrar

Cearense no comando nacional da Cufa

Em solenidade no Theatro José de Alencar, o rapper...

Entrevista da Ministra Luiza Bairros ao jornal Fêmea

Assista e divulgue o vídeo com a entrevista da...

I Oficina de Direito Sacerdotal das Religiões de Matriz Africana em Londrina

I OFICINA DE DIREITO SACERDOTAL DAS RELIGIÕES DE MATRIZ...

Desafios da Militância em Brasília e Roteiro Cultural Candango

Desafios da Militância em Brasília e Roteiro Cultural...
spot_imgspot_img

João Cândido e o silêncio da escola

João Cândido, o Almirante Negro, é um herói brasileiro. Nasceu no dia 24 de junho de 1880, Encruzilhada do Sul, Rio Grande do Sul....

Levantamento mostra que menos de 10% dos monumentos no Rio retratam pessoas negras

A escravidão foi abolida há 135 anos, mas seus efeitos ainda podem ser notados em um simples passeio pela cidade. Ajudam a explicar, por...

Racismo ainda marca vida de brasileiros

Uma mãe é questionada por uma criança por ser branca e ter um filho negro. Por conta da cor da pele, um homem foi...
-+=