sexta-feira, novembro 26, 2021
InícioÁfrica e sua diásporaEntretenimentoDia da Consciência Negra no Rio tem homenagens para Dona Ivone Lara...

Dia da Consciência Negra no Rio tem homenagens para Dona Ivone Lara e Ruth de Souza

Celebrações incluem festas com dança e música, além de teatro e da inauguração de um busto de Zumbi dos Palmares. Eventos celebram a ancestralidade africana.

As celebrações do Dia da Consciência Negra no Rio de Janeiro contam com uma agenda de celebrações que incluem eventos especiais e homenagens a mulheres negras que marcaram a história da cidade e a cultura do Brasil. Nesta sexta-feira (19), o Teatro Ruth de Souza será inaugurado com uma peça em homenagem a atriz. No sábado (20), uma roda de samba homenageia a memória de Dona Ivone Lara.

Teatro Ruth de Souza, no Parque das Ruínas, em Santa Teresa, terá a inauguração oficial na sexta, às 18h, com a exibição de um vídeo sobre a trajetória da atriz, que morreu em 2019. Em seguida, a atriz Valéria Monã interpreta “Ruth de Souza em movimento ancestral com o futuro”.

blank
Inauguração de teatro com nome de Ruth de Souza acontece nesta sexta-feira (19) — Foto: Acervo TV Globo

Às 19h, a cantora Áurea Martins, faz uma apresentação. Com 81 anos, a cantora tem mais de seis décadas de carreira e foi a vencedora do Prêmio da Música Brasileira de 2009, na categoria Melhor Cantora, com o álbum “Até sangrar”.

O teatro é o primeiro do município do Rio de Janeiro a receber o nome de uma mulher negraRuth de Souza é considerada um dos maiores nomes da dramaturgia do país.

Dona Ivone Lara

No sábado (20), Dia da Consciência Negra, Dona Ivone Lara será homenageada em uma roda de samba às 14h. O evento, que acontece no novo campus Maracanã da Universidade Estácio de Sá, será aberto e gratuito. A roda de samba será composta por cantoras negras que fazem parte do circuito carioca da atualidade.

Dona Ivone Lara também vai ganhar uma estátua de bronze na inauguração do campus. Além do movimento negro, o evento celebra a luta pelos direitos das mulheres e o samba.

Já confirmaram presença André Lara, neto da sambista; e Alex Ribeiro, filho do também sambista Roberto Ribeiro, entre outros convidados.

Dona Ivone Lara, nascida na década de 1920, é conhecida como a “Grande Dama do Samba” foi a primeira cantora a assinar um samba-enredo e a fazer parte da ala de compositores de uma escola, o Império Serrano.

blank
André Lara vai participar de tributo à avó Dona Ivone Lara, no sábado (20), no Campus Maracanã da Universidade Estácio de Sá — Foto: Divulgação

Outros eventos

Também na sexta, acontece, a partir das 19h, o Baile da Velha Guarda do Funk. O evento acontece no Teatro Rivalzinho, na Cinelândia. O evento conta com a presença dos DJs Grand Master Raphael; Marcelinho; Gello; Ricardinho e Galo da Rocinha.

No sábado acontecerá, às 11h, uma grande apresentação de maracatu diante do busto de Zumbi dos Palmares, no Centro. O evento contará com o Grupo de Maracatu Nação, formado por mulheres, regido por Tenily; uma extensão do Maracatu Baque Mulher de Recife, liderado pela Mestra Joana Cavalcante, da Nação do Maracatu Encanto do Pina.

No mesmo dia e horário, em Padre Miguel, na Zona Oeste do Rio, acontece o Terreiro de Crioulo, que conta com narrativas ancestrais por meio do samba, comida, cantos e danças. Ao longo da tarde e noite, o evento conta com jongo e a roda de samba Terreiro de Criola.

Às 15h será inaugurado um busto de Zumbi em Padre Miguel. O trabalho é uma criação do artista plástico Clécio Régis.

Às 21h, acontece uma edição especial do baile charme do Viaduto Negrão de Lima, em Madureira, na Zona Norte. A festa é considerada um dos bailes black mais antigos e tradicionais do Rio.

Depois do Dia da Consciência Negra, outros eventos que abordam o tema também acontecem em vários pontos do Rio. Um deles é a apresentação do espetáculo “Modus Operandi”, do grupo Nós do Morro, no dia 27 deste mês. O espetáculo é a junção de três histórias baseadas em fatos reais sobre a realidade cotidiana das grandes cidades e a luta pela sobrevivência em tempos conturbados.

No dia 28 de novembro, às 15h o Afoxé Filhos de Gandhi se apresenta no Centro. Trata-se do afoxé mais antigo e tradicional do Rio, fundado por trabalhadores do Cais do Porto, moradores da Zona Portuária, integrantes de religiões de matrizes africanas e do Afoxé Filhos de Gandhy de Salvador, criado um ano antes.

AGENDA:

19/11

Abertura oficial do Teatro Ruth de Souza – 18h
Endereço: Parque das Ruínas – Rua Murtinho Nobre 169, Santa Teresa

Baile da Velha Guarda do Funk – 19h
Endereço: Rivalzinho – Rua Álvaro Alvim s/nº – CInelândia

20/11

Maracatu Batuque Mulher – 11h
Endereço: Busto de Zumbi dos Palmares – Centro

Terreiro de Crioulo – 11h
Endereço: Toca do Criolice – Rua Matriz de Camaragipe, 153 – Padre Miguel

Tributo a Dona Ivone Lara – 14h
Endereço: Campus Maracanã – Universidade Estácio de Sá – Rua Morais e Silva, 40 – Maracanã

Inauguração busto Zumbi dos Palmares – 15h
Endereço: Rua Figueiredo Camargo, 110 – Padre Miguel

Baile Charme – 21h
Endereço: Viaduto Negrão de Lima
Ingressos no site

25/11

Oficina de Teatro do grupo Nós do Morro – 14h30
Endereço: Parque das Ruínas – Rua Murtinho Nobre 169, Santa Teresa

Apresentação do espetáculo “Modus Operandi” – 18h
Endereço: Parque das Ruínas – Rua Murtinho Nobre 169, Santa Teresa

28/11

Apresentação do Grupo Afoxé Filhos de Gandhi
Endereço: Federação dos Blocos Afros e Afoxés do Rio de Janeiro – Av. Mem de Sá 37, Centro

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
RELATED ARTICLES