DiALAB abre inscrições para laboratórios de filmes, séries e documentários

Anteriormente conhecida por Diáspora Conecta, plataforma vai selecionar até 12 projetos para receberem consultorias de profissionais do Brasil e do exterior;

DiALAB, plataforma internacional voltada ao desenvolvimento de carreiras, consultoria de projetos e networking para profissionais negros do audiovisual, abre em 21 de junho de 2023 as inscrições para três laboratórios audiovisuais: o DiALAB FILMS, o DiALAB DOCS e o DiALAB SERIES. A novidade deste ano é que, além de filmes, também serão selecionados projetos de séries para receberem consultorias de um time de profissionais renomados do Brasil e do exterior. 

Destinadas a pessoas negras maiores de 18 anos de todos os países, as atividades acontecem entre os dias 07 e 15 de dezembro, em Camaçari, no litoral da Bahia. Serão selecionados até 12 projetos, escritos em português ou espanhol para participarem dos três laboratórios, conforme abaixo:  

  • DiALAB FILMS: programa de tutoria e assessoramento para até quatro projetos de longa-metragem de ficção;
  • DiALAB DOCS: programa de tutoria e assessoramento para até quatro projetos de filmes e séries documentários;
  • DiALAB SERIES: programa de tutoria e assessoramento para até quatro projetos de séries de ficção em fase de desenvolvimento. 

Os realizadores dos projetos selecionados vão participar de workshops, palestras, estudos de caso, exibição de filmes e séries e consultorias direcionadas ao aprimoramento de suas narrativas audiovisuais, ao desenvolvimento profissional e à sua capacitação criativa e mercadológica. 

As pessoas interessadas em participar dos programas da DiALAB podem se inscrever até o dia 28 de julho de 2023 pelo link disponível no site: www.dialab.me, no qual também estarão disponíveis o regulamento completo e todos os detalhes de participação. Os projetos selecionados serão divulgados na segunda quinzena de setembro pelos canais oficiais da DiALAB. 

Mais sobre a  DiALAB

A DiALAB contribui para transformar vidas, carreiras e histórias no Brasil e no exterior. Os principais objetivos do programa são: formar profissionais negros, conectar produtores e roteiristas com o mercado audiovisual, desenvolver carreiras e projetos, criar espaços criativos e refletir sobre como narrar histórias.

Desde 2018, os laboratórios da DiALAB já receberam 500 inscrições de roteiristas e produtores das cinco regiões do Brasil e selecionou 55 participantes de 13 estados brasileiros e de outros 13 países. Com um total de 780 horas de atividades de capacitação, a DiALAB teve, até o momento, a presença de 55% de mulheres.

A plataforma, anteriormente conhecida por Diáspora Conecta, é mantida e desenvolvida pela Produtora Portátil, uma produtora de conteúdo para cinema e televisão sediada em Salvador, na Bahia, com projetos premiados em Sundance Institute, William Greaves Fund, e em coprodução com Moçambique, Nigéria e Espanha. Acesse nosso site: www.dialab.me e fique por dentro das novidades. 

PARCEIROS E PREMIAÇÕES

Os laboratórios da DiALAB são realizados pela Portátil, com patrocínio do Selo Revolta, da produtora Volta Filme, e da produtora Conspiração Filmes, com apoio do Projeto Paradiso. As empresas e instituições que desejem apoiar a plataforma podem enviar e-mail para [email protected]. Entre os prêmios confirmados para os laboratórios está o Prêmio Diáspora de estímulo ao desenvolvimento narrativo para um dos projetos participantes no valor de R$10 mil. 

Há ainda premiações concedidas pelos nossos parceiros, conforme abaixo:

  • Prêmio Selo Revolta no valor de R$5 mil, além de 5 consultorias virtuais;
  • Prêmio Conspiração no valor de R$5 mil para o melhor projeto de longa ou de série;
  • Prêmio Paradiso no valor de R$5 mil para um dos projetos do DiALAB FILMS, bem como a inclusão do respectivo roteirista na Rede Paradiso de Talentos;

Serviço

O quê: Inscrições para os laboratórios da DiALAB 

Quando:  21 de junho a 28 de julho de 2023Link para inscriçãowww.dialab.me

+ sobre o tema

Mano Brown responde a Lobão

Lançando o livro Manifesto do Nada na Terra do...

Mulher nigeriana lança rede de TV de entretenimento

Uma mulher que pode ser considerada a Oprah Winfrey africana...

Representação de negros nos quadrinhos segue estereótipos, revela pesquisa

Existe estereotipização na forma como os negros são retratados...

‘No Brasil, o preconceito aparece como um vírus’, declara Taís Araújo para revista

O jornalista Lauro Jardim escreveu há uma semana na Veja que a Fifa teria preterido Camila...

para lembrar

Documentário: A Última Abolição

Documentário: A Última Abolição Documentário: A Última Abolição Uma retrospetiva detalhada...

Brizola e os avanços que o Brasil jogou fora

A efeméride das seis décadas do golpe que impôs...

Mostra Mahomed Bamba exibe filmes nacionais e internacionais em parceria com Wolo TV

A edição especial da Mostra de Cinemas Negros Mahomed...

Desigualdade racial permanece evidente no mercado audiovisual

Negros até aparecem nas telonas, mas poucos ocupam papel...
spot_imgspot_img

Brizola e os avanços que o Brasil jogou fora

A efeméride das seis décadas do golpe que impôs a ditadura militar ao Brasil, em 1964, atesta o apagamento histórico de vários personagens essenciais...

Com 10 exibições que abordam a luta antirracista, Mostra do Cinema Negro tem sessões a partir de 4 de abril em Presidente Prudente

O Serviço Social da Indústria (Sesi-SP) promove, entre os dias 4 de abril e 23 de maio, uma programação com dez filmes que celebram o cinema...

A Sombra do Sonho de Clarice

O longa-metragem convidado para ser exibido no Lanterna Mágica no dia 21 de março foi O Sonho de Clarice, de Fernando Gutierrez e Guto...
-+=