Entidade busca mulheres para viagem de reportagem na África

A International Women´s Media Foundation (IWMF) busca jornalistas mulheres que estejam interessadas em fazer uma viagem de reportagem à República Centro-Africana ou ao Congo.

Do Comunique-se

Dois grupos – um para cada país – de seis mulheres jornalistas irão produzir reportagens sobre assuntos relacionados ao engajamento cívico. A viagem começa em 12 de julho e termina no dia 24 do mesmo ano.

Candidatas devem ser jornalistas freelance ou afiliadas a algum veículo, além de terem no mínimo três anos de experiência e boas habilidades de inglês. Além disso, as candidatas devem ter alguma experiência em realizar reportagens em ambientes hostis e devem estar confortáveis em trabalhar em um ambiente de alto risco. Para a viagem a República Centro-Africana, candidatas que falem francês receberão prioridade.

Antes de seguirem para o Congo e para a República Centro-Africana, as jornalistas receberão um treinamento de segurança em Nairóbi, no Quênia e uma orientação sobre a região africana dos grandes lagos.

A viagem para a República Centro-Africana terá como base a cidade de Bangui, capital do país. A viagem ao Congo poderá acontecer nas cidades de Kinshasa, Goma ou em ambas. Viagens para outras cidades ficam limitadas por protocolos de segurança.

Durante uma semana, as jornalistas poderão realizar networking com jornalistas locais, colaborar com colegas internacionais e conhecer fontes e lugares relevantes às suas reportagens.

Segundo o IWMF, desde 2014, mais de 65 jornalistas cobriram assuntos como desenvolvimento rural, conservação ambiental e o impacto das ajudas humanitárias. Seus trabalhos foram publicados por veículos de comunicação de todo o mundo. O IWMF espera que até 2019, 250 jornalistas tenham participado do programa.

Todas as despesas serão pagas pela IWMF.

O prazo final de inscrição é 1º de abril.

Para mais informações, clique aqui.

+ sobre o tema

O que pensa o ministro Arthur Chioro sobre a saúde da mulher – por: Fátima Oliveira

Preocupada com o silêncio sepulcral do novo ministro da...

Sistema penal brasileiro prefere prender no lugar de educar

Encarceramento é a solução mais cara para o país,...

Nova Lei do Estágio obrigou empresas a respeitarem estudantes

Há cinco anos em vigor, legislação regulamentou atividade vista...

para lembrar

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 10 e a Igualdade Racial no Mercado de Trabalho

Este ano começou com muitas mudanças no mundo do...

Um governo que quer acabar com o crack, mas não tem moral pra vetar comercial de cerveja

Um jovem morre após ingerir demasiadas doses de álcool,...

Saúde feminina e maternidade

Lançada no final de março pelo Ministério da Saúde...

Feliciano pode ser preso por crime de preconceito contra religião

Feliciano será investigado por crime de preconceito contra religião....
spot_imgspot_img

Desenrola para MEI e micro e pequenas empresas começa nesta segunda

Os bancos começam a oferecer, a partir desta segunda-feira (13), uma alternativa para renegociação de dívidas bancárias de Microempreendedores Individuais (MEI) e micro e...

“Geledés é uma entidade comprometida com a transformação social”, diz embaixador do Brasil no Quênia

Em parceria com a Embaixada do Brasil no Quênia, Geledés - Instituto da Mulher Negra promoveu nesta sexta-feira 10, o evento “Emancipação Econômica da...

Caso Sônia é desastroso para combater trabalho escravo, alerta auditor

A história de Sônia Maria de Jesus, de 50 anos – que foi resgatada em uma operação contra o trabalho análogo à escravidão da...
-+=