Especialistas alertam para riscos do alisamento de cabelo em crianças

Fonte: G1 –

Anvisa não recomenda uso de produtos alisantes em menores de 12 anos.
Sonho do cabelo liso pode terminar em reações alérgicas graves.

A moda de alisar o cabelo chegou às crianças, que cada vez mais aderem às diversas técnicas disponíveis em salões de beleza, como alisamento, escovas progressivas e as chamadas chapinhas.

 

Mas especialistas alertam para os riscos do uso de produtos químicos em menores de 12 anos.”Meu sonho era ter o cabelo liso”, afirma Vitor, de 7 anos, filho de Edson da dupla sertaneja Edson e Hudson. “Na hora que acordava ficava assim o cabelo, parecendo um leão sem cortar a juba”, conta Vitor.

 

Ele não gostava de ter cachinhos e resolveu seguir os passos da irmã, Vitória, de 9 anos, que já fez alisamento, escova progressiva e de chocolate. Antes de submeter os cabelos dos filhos a alisamento, os pais de Vitor e Vitória dizem que consultaram o pediatra e realizaram testes de alergia.

 

Entretanto, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que regula a comercialização de cosméticos, alerta que o uso de produtos alisantes não é recomendado para crianças. Portanto, os profissionais que aplicam esse tipo de produto devem ser treinados e informados de que a química utilizada não é indicada para menores de 12 anos.

“O fio de cabelo de uma criança é menos resistente e acaba absorvendo mais aquela substância e tendo uma reação alérgica maior que de uma pessoa adulta”, diz a dermatologista Jackeline Mota.

 

Reação alérgica


Para a estudante Nayara Moraes, de 11 anos, o sonho do cabelo liso terminou em um posto médico, com feridas na cabeça e falta de ar. “Eu via as minhas amigas bonitas, então fui no embalo delas”, conta a menina.

 

Mas ao realizar o alisamento, em um salão de beleza, Nayara começou a sentir ardência nos olhos, sensação de queimadura no couro cabeludo e dificuldade para respirar. Ela foi levada a um posto médico, onde, segundo sua mãe, Eliege Moraes, o médico diagnosticou uma dermatite alérgica, tipo de inflamação que pode causar feridas.

 

O advogado da cabelereira envolvida, Marco Antônio Carriel, afirma que Nayara já teria chegado ao salão com feridas na cabeça. “Quem pediu realmente para fazer o tratamento, independentemente da ferida, foi a mãe”, diz o advogado, que afirma que o produto utilizado era “fraco” e “compatível” com a idade da cliente.

 

A engenheira química Patrícia Toscani alerta que não existe produto fraco para alisamento em crianças. “Esse produto é forte, porque tem que mudar a estrutura do fio do cabelo. Por isso, a Anvisa não permite a liberação de aplicação de produto nenhum em crianças”, afirma a engenheira química.

Matéria original: Especialistas alertam para riscos do alisamento de cabelo em crianças

+ sobre o tema

Empresária pagará R$ 15 mil por racismo a vigilante em Muriaé

    Uma empresária foi condenada a pagar...

SEPPIR apresenta denúncia de racismo no Mercado Livre ao Ministério Público

A Ouvidoria Nacional da Igualdade Racial entregará na...

Racismo, por Carlos Tautz

    Racismo é o significado e a...

para lembrar

Marlye Cantora e o sonho de ser professora e artista são destaque do mês no Museu da Pessoa

Criada por sua mãe, Marlye cresceu com dois sonhos:...

Sônia Nascimento – Vice Presidenta

[email protected] Sônia Nascimento é advogada, fundadora, de Geledés- Instituto da...

Suelaine Carneiro – Coordenadora de Educação e Pesquisa

Suelaine Carneiro [email protected] A área de Educação e Pesquisa de Geledés...

Sueli Carneiro – Coordenadora de Difusão e Gestão da Memória Institucional

Sueli Carneiro - Coordenação Executiva [email protected] Filósofa, doutora em Educação pela Universidade...
spot_imgspot_img

Brancos, vamos falar de cotas no serviço público?

Em junho expira o prazo da lei de cotas nos concursos públicos. A proposta de renovação apresentada pelo governo Lula e elaborada de forma interministerial tem sofrido...

Em junho, Djavan fará sua estreia na Praia de Copacabana em show gratuito

O projeto TIM Music Rio, um dos mais conhecidos festivais de música no país, terá como uma de suas atrações, no dia 2 de...

O precário e o próspero nas políticas sociais que alcançam a população negra

Começo a escrever enquanto espero o início do quarto e último painel da terceira sessão do Fórum Permanente de Pessoas Afrodescendentes, nesta semana na...
-+=