terça-feira, agosto 9, 2022
InícioQuestões de GêneroViolência contra MulherEstudante cabo-verdiana é assassinada no Brasil

Estudante cabo-verdiana é assassinada no Brasil

Namorado, de nacionalidade brasileira, poderá ser o autor do assassinato da jovem Vânia Fernandes, natural do concelho de São Domingos, interior da ilha de Santiago.

Do A Nação

Uma estudante cabo-verdiana, Vânia Fernandes, de 21 anos, foi morta a tiro na tarde de ontem quinta-feira, em Fortaleza, Brasil, onde residia. As informações acerca desta morte, para já, são escassas, mas amigos e fontes próximas dos familiares da vítima dizem que a jovem terá sido assassinada pelo namorado, um policial brasileiro de 32 anos.

Em declarações a este jornal, amigas de Vânia Fernandes afirmam que a vítima tinha constantemente brigas com o namorado por causa das “crises de ciúme” dele. Desentendimentos estes que terão atingido o extremo quando, na tarde de ontem, a jovem cabo-verdiana foi baleada na cabeça.

“Ultimamente ela estava um pouco ausente. Removeu todas as suas publicações no Facebook, bem como a amizade com a maioria dos cabo-verdianos”, conta uma amiga de Vânia, que pede anonimato. A mesma interlocutora afirma que, logo que soube do acontecimento, suspeitou do namorado.

Este jornal entrou em contato com a Embaixada de Cabo Verde, em Brasília, que confirmou a morte de Vânia Fernandes, assim como o facto de que as suspeitas recaem sob o namorado.

Entretanto, sabemos que aquela representação diplomática está em contactos com a Polícia de Fortaleza, para apurar mais detalhes.

Vânia Fernandes, 21 anos, estava há dois anos em Fortaleza, onde estudava de dia e à noite trabalhava num posto de gasolina.

Tida como “uma menina exemplar” pelos amigos, era natural de Gudim, concelho de São Domingos.

Este jornal sabe que os familiares querem trazer o corpo da malograda para Cabo Verde, para que o último adeus seja dado na terra que a viu nascer.

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench