Gaby Amarantos se emociona ao falar de racismo no “Tamanho Família”

Uma das participantes da edição desde domingo (11) do “Tamanho Família”, Gaby Amarantos se emocionou ao falar de toda sua trajetória, da sua origem humilde, no Norte, e sobre a história dos seus pais, ainda relembrando o falecimento da mãe, vítima de câncer, em 2015.

Foto: Claus Stellfeld

no Famosos na Web

Ao ser questionada por Márcio Garcia sobre a participação do pai na carreira musical, a paraense conta que ele foi sua maior motivação para chegar onde chegou, e ainda revelou que na infância, seu pai precisava remar por duas horas até chegar a escola, e que sua competência o fez chegar a ser tesoureiro de um banco, sendo demitido por conta de preconceito racial.

“Sim, ele foi vítima de preconceito. Imagina há 30 anos um negro ser gerente da tesouraria de um banco no Brasil? Hoje vivemos um racismo velado, mas imagine há 30 anos? Ele sempre me disse ‘Nunca deixe de fazer nada por conta da cor, por conta sermos humildes, eu perdi dessa vez mas a gente vai se recuperar’. Na minha família somos 5 e dormíamos todos em uma só cama numa quitinete. Ficávamos unidos ouvindo o vinil do Milton Nascimento e felizes. A felicidade não está nas coisas materiais”, falou, emocionada.

+ sobre o tema

Talvez seria mais valorizado no meu país se fosse branco, diz Hamilton

Para britânico, visão sobre seus feitos poderia ser diferente...

‘Dois Estranhos’ mostra que pretos são alvos não importa o que façam

“Presentemente eu posso me considerar um sujeito de sorte/...

Sem espaço para crítica

Comando da PM acredita que ex-policiais podem falar de...

Racismo: Torcedor atira BANANA ao Daniel Alves que comeu em pleno jogo (assista o video)

VILLARREAL, Espanha — Um fato inusitado marcou a vitória...

para lembrar

Corpo de nazista Erich Priebke continua sem lugar para funeral

  O criminoso de guerra nazista Erich Priebke...

Para Princesas Visíveis

Uma musiquinha embalava a soneca da tarde do Domingo...

SOS Racismo satisfeita com condenação de Mário Machado

A associação SOS Racismo congratulou-se hoje com a condenação...
spot_imgspot_img

Como é a vida para as mulheres no último país da África sob colonização

Ainda hoje há um país africano colonizado. O Saara Ocidental está ocupado pelo Marrocos desde 1976, depois de quase 90 anos de invasão espanhola, e esteve em guerra...

Revolucionário, mas não é para todos

Passei os últimos dias pensando no significado e na profundidade de uma postagem que li numa rede social contendo a afirmação: "Descansar é revolucionário!"....

‘Nossa missão é racializar as políticas públicas em todo país’

Nomeado recentemente  como novo secretário de gestão do Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Sinapir), o jornalista baiano Yuri Silva tem uma tarefa...
-+=