Gilberto diz que derrota para Holanda acabou com seu “sonho de garoto”

Frustrado por ter disputado as duas últimas edições da Copa do Mundo, sem que conseguisse realizar “o sonho de garoto” de ser campeão, o experiente lateral-esquerdo Gilberto espera que alguns companheiros de equipe na África do Sul estejam na seleção brasileira no Mundial em 2014, no Brasil. Ele citou os nomes de Ramires e Nilmar, afirmando que torcerá para que o renovado selecionado seja campeão daqui a quatro anos.

“Para mim foi importante ter disputado, ter tido esse contato, conhecido essas pessoas. O que me deixa mais frustrado é que o sonho que eu tinha como garoto não se concretizou e agora fica muito mais difícil, porque agora, para jogar uma Copa do Mundo com 38 anos é quase impossível no Brasil”, afirmou Gilberto, que voltou ao Cruzeiro, nesta quinta-feira.

“Talvez na Holanda, Inglaterra ou outro país eu estivesse muito mais animado, mas em se tratando de Seleção Brasileira é muito difícil”, observou Gilberto, que, em seguida, revelou que pretende atuar por mais “dois ou três anos”. No momento, o veterano jogador pretende retomar a sua rotina diária.

“Defender a seleção brasileira nos traz orgulho por representar o país na mais importante competição de futebol do mundo, mas depois de 45 dias com a seleção o objetivo é retomar a vida, muitos dos meus amigos e companheiros estão de férias, pelo fato de o futebol na Europa estar parado, mas a minha vida com Kleberson e Robinho continua a voltar com novo treinador e ir em busca do título brasileiro”, destacou.

Antes de se concentrar exclusivamente ao Cruzeiro, Gilberto comentou a eliminação brasileira nas quartas de final para a Holanda, na derrota por 2 a 1. “No Brasil não se aceita que o time jogou bem o primeiro tempo, o segundo não tão bem, e perdeu para a Holanda. Ninguém aceita isso”, destacou.

Segundo ele, é uma questão cultural. “Tem sempre de se procurar motivos, a lista de 10 motivos que levaram o Brasil a perder a Copa”, afirmou Gilberto. “Temos a consciência de que tudo que poderia ser feito foi feito, em futebol precisa ter vencedor e a Holanda venceu”, acrescentou.

Gilberto ressalta não ter visto nada demais na equipe holandesa. “A Holanda só teve chances ao fazer os dois gols, depois sim teve chances, mas quando o jogo estava 2 a 1 e já acabando. Não lembro do carrossel holandês ter tido tanta chance, do Robben ter jogado tão bem ou do Sneijder ter desequilibrado”, comentou.

O experiente jogador disse que fez o que podia para ajudar o grupo, com conversas aqui e ali. Gilberto considera que a decepção foi geral entre o grupo de atletas. “Todo mundo se decepcionou, estava muito confiante pelo grupo formado pelo Dunga, por ter vencido a Copa América, Copa das Confederações, amistosos e os primeiros jogos da Copa”, disse. “Muitos jogadores talvez não possam estar com a seleção em 2014”, completou.

Fonte: UOL

+ sobre o tema

Representatividade nos palcos: projeto tem aulas de teatro centradas no protagonismo negro

Desenvolver sonhos e criar oportunidades foram os combustíveis para...

Califórnia autoriza casamento gay a partir da semana que vem

Um juiz federal americano decidiu nesta quinta-feira que casamentos...

Conheça Carol Anchieta, a nova aposta do “Jornal do Almoço”

Carol Anchieta, 36 anos, é a nova aposta do...

Morre aos 90 anos a ganhadora do Nobel de literatura Nadine Gordimer

Em março, sul-africana havia revelado que tinha câncer no...

para lembrar

Poetisa e defensora dos direitos humanos, Maya Angelou morre aos 86 anos de idade

A escritora e líder do movimento pelo direitos civis,...

Relatório das Desigualdades Raciais no Brasil 2007-2008

          Organizado pelo economista Marcelo Paixão, o Relatório Anual das...

Luta antiracista é tema de sessão solene no Senado

A luta de décadas em esforços individuais e coletivos...
spot_imgspot_img

Jay-Z e Alicia Keys apresentam ‘Empire State of Mind’ no Tony Awards de 2024

Jay-Ze Alicia Keys se uniram para apresentar o sucesso “Empire State of Mind” ao vivo no na cerimônia de premiação de 2024 do Tony Awards no último domingo,...

Mulheres afrodescendentes são destaque em evento internacional pela conservação ambiental e justiça climática

No último dia 14, a vice-presidenta da Colômbia, Francia Márquez, esteve no fechamento do evento internacional “Garantir a posse da terra e os direitos...

Instituto Tebas celebra 194 anos de nascimento de Luiz Gama com caminhada e exibição de vídeo em São Paulo

 Liberdade ou Morte: histórias que a História não conta é o título da web série composta por sete narrativas (fotográficas, textuais e audiovisuais) que destacam a agência...
-+=