Holanda quer lançar fundo internacional para aborto seguro

Em resposta à medida de Donald Trump – que passou a proibir o governo dos Estados Unidos de repassar verba a instituições de planejamento familiar pró-aborto– a Holanda está propondo a criação de um fundo internacional que viabilize a prática do aborto seguro. A proposta foi lançada por Lilianne Ploumen, ministra holandesa do Comércio Externo, Desenvolvimento e Cooperação.

por Júlia Warken no HuffPost Brasil

“Nós estamos conversando com cerca de 15 a 20 países e também com fundações. Além da conexão com uma série de países europeus, com os quais nós já trabalhamos essa questão, também estamos em contato com países da América do Sul e da África, bem como com fundações. É importante que o incentivo para o fundo seja o mais amplo possível”, disse a ministra ao The Guardian.

Netherlands Minister of Foreign Trade and Development Cooperation Lilianne Ploumen listens to the U.N. staff during her visit to the Al Zaatari refugee camp in the Jordanian city of Mafraq, near the border with Syria March 29, 2015. Ploumen will be presenting 1,500 bicycles donated by Amsterdam to different camps for Syrian refugees across Jordan. REUTERS/Muhammad Hamed[/caption]

Ela não revelou o nome dos países, nem quanto dinheiro a Holanda colocará no fundo, mas disse que o mais importante é cobrir o rombo de 600 milhões de dólares que os EUA deixarão de repassar a instituições de planejamento familiar, tais como a United Nations Population Fund (UNPFA), a International Planned Parenthood Federation e a Marie Stopes International.

“Esses programas são bem sucedidos e efetivos. Eles dão apoio direto, distribuindo preservativos, garantindo que as mulheres sejam acompanhadas no parto e garantindo que o aborto seja feito de maneira segura quando não há outra alternativa”, explica.

+ sobre o tema

Morre Peterson Ricardo de Oliveira filho de casal de homossexuais agredido em escola de SP

Morreu, na tarde desta segunda-feira (9), o adolescente Peterson...

Justiça condena Rafinha Bastos a indenizar Wanessa Camargo

Rafinha Bastos terá que pagar 30 salários mínimos a...

Feminismo ocidental nunca questionou privilégios de brancas, diz ativista

De acordo com Françoise Vergès, a pandemia, embora agrave...

“Violência contra a mulher leva tempo para enfrentar”

Brasil tem 50 mil estupros registrados por ano e...

para lembrar

Cinco ideias do discurso feminista ‘viral’ de Emma Watson

O discurso da atriz britânica Emma Watson sobre feminismo...

Stephanie Ribeiro: Tirem as mãos da nossa macumba

Colunista Stephanie Ribeiro escreve sobre os recentes episódios de...

Falsa polêmica sobre aborto viola direitos e dissemina narrativa ideológica

Queiroz recebe mais uma vez o benefício de prisão...
spot_imgspot_img

Casa Sueli Carneiro abre as portas ao público e apresenta o III Festival Casa Sueli Carneiro, pela primeira vez em formato presencial

RETIRE SEU INGRESSO A Casa Sueli Carneiro, fundada em dezembro de 2020 e atuando em formato on-line desde abril de 2021, é uma entidade criada...

Aborto legal: falhas na rede de apoio penalizam meninas e mulheres

As desigualdades sociais no Brasil podem explicar a razão para que meninas e mulheres busquem apoio para o aborto legal também após 22 semanas...

Referência do feminismo negro, Patricia Hill Collins vem ao Brasil para conferência, curso e lançamento de livro

Referência do feminismo negro, a socióloga estadunidense Patricia Hill Collins participa, nesta quarta-feira (19), de um evento em Salvador, na Universidade do Estado da Bahia (Uneb)....
-+=