Jovem de 16 anos morre após ser baleado no Borel; ‘ele só foi buscar pipoca’, diz mãe

Um tiroteio envolvendo policiais militares e bandidos na UPP Borel, na Tijuca, Zona Norte do Rio, deixou um adolescente de 16 anos morto na noite desta quinta-feira. Baleado na cabeça, Jhonata Dalber Mattos Alves chegou a ser socorrido para o Hospital Federal do Andaraí, mas, segundo familiares que estão no local, já chegou morto à unidade.

Por Lucas Gayoso, do Extra 

— Meu filho era estudante, ele só foi buscar um saco de pipoca. Minha vida acabou — repetia a mãe, Janaina Mattos Alves, de 32 anos, muito nervosa logo após receber a notícia na porta do hospital.

 

A família conta que o jovem havia saído para buscar pipoca com uma vizinha. Na volta pra casa, acabou alvejado. Nas mãos da mãe, desconsolada, ainda estava o boné do jovem furado pela bala. Moradores negam que estivesse havendo um confronto no momento em que ele foi atingido.

— Deram só um tiro. Um colega que estava junto pediu para não atirarem nele depois que mataram o Jonathan — disse a dona da casa onde o rapaz havia ido buscar pipoca.

Após o tiroteio, moradores iniciaram um protesto e chegaram a atirar pedras em ônibus na Rua São Miguel, que dá acesso à comunidade. A via foi fechada durante alguns minutos, e vários carros chegaram a retornar na contramão. A Rua Conde de Bonfim, uma das principais do bairro, também foi interditada, mas ambas já encontravam-se liberadas por volta das 23h30m.

Policiais do Batalhão de Choque de outras UPPs da região foram acionados para reforçar o patrulhamento no Borel. O 6º BPM (Tijuca) também atua no entorno da favela.

 

+ sobre o tema

Liga francesa vai investigar caso de racismo contra Balotelli

A Liga de Futebol Profissional da França (LFP) confirmou...

Juristas pela descriminalização dos corpos negros

Juristas pela descriminalização dos corpos negros. As Comissões da Jovem...

Crueldade e impunidade marcam crimes de policiais

Perseguidas pelos matadores, famílias sofrem com falta de apoio...

25 Privilégios de que Brancos usufruem simplesmente por serem Brancos

Reconhecer os próprios privilégios é o primeiro passo para...

para lembrar

Netflix repudia agência +Add Casting que diz ser difícil encontrar ator “negro bonito”

Primeira produção brasileira da Netflix, a série de ficção...

Rally contra racismo na Suécia – “protesto em hijab”

Dezenas de mulheres suecas de diferentes religiões colocaram...

“A gente tava brincando senhor”, diz jovem negro baleado para policial

Em uma noite de sexta-feira no mês passado, faltava...

O mapa do neonazismo no Brasil

Segundo pesquisadora, os grupos neonazistas eram predominantes no sul...
spot_imgspot_img

Futuro da gestão escolar

A educação pública precisa de muitos parceiros para funcionar. É dever do Estado e da família, com colaboração da sociedade, promover a educação de todas as...

Educação para além dos muros da escola

Você pode fornecer escolas de qualidade para os mais pobres e, mesmo assim, talvez não veja a mudança na realidade do país que se...

Criança não é mãe

Não há como escrever isto de forma branda: nesta quarta-feira (12), a Câmara dos Deputados considerou urgente discutir se a lei deve obrigar crianças vítimas de estupro à...
-+=