Jovem é marcada com ferro quente pelo namorado no ES, diz mãe

Briga teria ocorrido porque a adolescente colocou um piercing no nariz.
Caso aconteceu em Linhares e o suspeito foi preso.

Uma estudante de 16 anos foi agredida pelo namorado e teve as nádegas marcadas com um instrumento de ferro, na forma da letra inicial do nome dele, no bairro Interlagos, em Linhares, no Norte do Espírito Santo, de acordo com a mãe da adolescente. A agressão teria ocorrido na manhã de quinta-feira (11), na casa da vítima, mas a polícia só foi acionada à noite, pela mãe da menor. A vítima também sofreu lesões em várias partes do corpo e teve o cabelo cortado.

De acordo com o boletim de ocorrência, o agressor furou as costas da vítima com uma tesoura e usou um objeto de ferro, esquentado a fogo, para marcar a vítima nas nádegas. A letra G foi “escrita” cinco vezes na pele da menor. Segundo a Polícia Civil, o suspeito é um auxiliar de serviços gerais, de 23 anos, e confessou o crime durante o depoimento. Ele foi preso, encaminhado para a Penitenciária Regional de Linhares, e indiciado por lesão corporal e cárcere privado.

Em entrevista à TV Gazeta, a estudante disse que as agressões do namorado começaram após uma briga motivada por um piercing que ela colocou no nariz. “Ele não queria que eu colocasse. Então ele já chegou me batendo, me agredindo. Falou que ia me marcar igual se marca um animal”, contou a menor, que não terá o nome divulgado. A garota ainda relatou que o namorado a trancou dentro de casa e foi para o trabalho, e que foi a mãe quem conseguiu tirar a filha da residência. As duas procuraram ajuda em um hospital da cidade, onde a adolescente foi atendida e liberada.

Em depoimento à polícia, a mãe disse que a filha havia sofrido tortura, teve agressões físicas e foi vítima de cárcere privado. Ela ainda contou aos policiais que não é a primeira vez que a filha é agredida pelo companheiro. A adolescente também teria sido proibida por ele de visitar a família e frequentar a escola.

O delegado responsável pelo caso não arbitrou fiança e por isso ele foi encaminhado para a Penitenciária Regional de Linhares. No entanto, família da vítima teme que ele seja libertado. “Depois do que eu vi, fiquei com medo. Eu já tinha medo dele, mas agora, se ele faz isso com ela (namorada), o que pode fazer com os outros?”, questionou a mãe da garota.

Jovem é marcada com ferro quente pelo namorado no ES, diz mãe
Jovem é marcada com ferro quente pelo namorado no ES, diz mãe

 

Fonte: G1

+ sobre o tema

‘Não dói o útero e sim a alma’, diz menina vítima de estupro coletivo

Trinta e três homens são procurados por participação no...

Prisão é demais para ‘ato que durou só 20 minutos’, diz pai de estuprador nos EUA

Inacreditável. O pai de um ex-aluno da renomada Universidade de...

Médico é condenado a 130 anos de prisão por estupro durante exames

Casos ocorreram entre setembro de 2014 a janeiro de...

para lembrar

O depoimento dessa mãe é mais do que um debate: é uma aula essencial sobre feminismo

Ser mãe é daquelas coisas difíceis de explicar, gente:...

Mídias independentes, gênero e sexualidade

No sábado passado, dia 22 de agosto de 2015,...

O crack, a maternidade e o poder público

Adoção de crianças e, mais que tudo, adoção de...

Minha decepção com o machismo do Dalai. Por Nathalí Macedo

Cresci ouvindo falar das citações famosas de Dalai Lama....
spot_imgspot_img

Coisa de mulherzinha

Uma sensação crescente de indignação sobre o significado de ser mulher num país como o nosso tomou conta de mim ao longo de março. No chamado "mês...

A Justiça tem nome de mulher?

Dez anos. Uma década. Esse foi o tempo que Ana Paula Oliveira esperou para testemunhar o julgamento sobre o assassinato de seu filho, o jovem Johnatha...

Dois terços das mulheres assassinadas com armas de fogo são negras

São negras 68,3% das mulheres assassinadas com armas de fogo no Brasil, segundo a pesquisa O Papel da Arma de Fogo na Violência Contra...
-+=