Jovens mortos a tiros em Carapicuíba eram entregadores de pizzaria

Vítimas tinham de 16 a 18 anos e morreram em frente ao estabelecimento. Disparos foram feitos por pessoas que estavam em um carro cinza.

Do G1

Os quatro jovens de 16 a 18 anos que foram mortos a tiros em Carapicuíba, na Grande São Paulo, nesta madrugada, eram entregadores de uma pizzaria, localizada na Rua José Fernandes Teixeira. Eles tinham acabado o turno e conversavam em frente ao local de trabalho quando levaram os tiros, segundo o SPTV.

Segundo uma testemunha que estava junto com os jovens e conseguiu fugir, um carro com quatro homens parou no local e começou uma discussão entre eles. Uma das pessoas do carro teria sacado uma arma e efetuado os disparos. Quando a polícia chegou no local, as vítimas estavam de bruços. Os tiros foram efetuados principalmente na cabeça. Nenhum dos jovens tinha passagem pela polícia.

Segundo a Polícia Militar, eles conversavam à 0h20 deste sábado quando foram atacados por pessoas dentro de um carro cinza. Os quatro morreram no local.

Dois tinham 16 anos, um tinha 17 e o outro 18, segundo o Instituto Médico Legal (IML) de Osasco, onde estão os corpos. O caso será registrado no 1º DP de Carapicuíba e investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A Secretaria de Segurança Pública informou que “a equipe policial está em busca de testemunhas e de imagens que possam auxiliar no esclarecimento dos crimes”.

Chacina em Osasco e Barueri
No dia 13 de agosto de 2015, 18 pessoas foram mortas e sete ficaram feridas em ataques realizados por indivíduos armados em 10 lugares próximos, em um espaço de tempo de ao menos três horas, nas cidades de Barueri e Osasco, vizinhas de Carapicuíba, na Grande São Paulo. Uma adolescente de 15 anos, que estava internada, morreu dia 27 de agosto porque não resistiu a uma infecção no abdômen, segundo a Secretaria de Estado da Saúde.

De acordo com alguns testemunhos e gravações de câmeras de segurança, um grupo de pessoas armadas usaram veículos para se locomover entre os lugares, perguntaram sobre antecedentes criminais e atiraram. Segundo as autoridades, um mesmo veículo teria sido visto em vários dos lugares onde ocorreram os crimes.

 

 

+ sobre o tema

Projeto Identidade Étnica Cacheadas, Crespas e Trançadas de Maracanaú

Manhã de sábado. Crianças, adolescentes, adultos de vários lugares...

Professora presta depoimento sobre aluna xingada de ‘preta horrorosa’

Mãe da criança e a diretora da escola também...

Site identifica casos de racismo na Europa

Foi criado um novo portal europeu destinado a mostrar...

para lembrar

Fórum de Religiosidades do PCdoB-Rio debate politica de reparação

  O II Fórum de Religiosidade Afro-brasileira do...

Em 80 horas, cinco jovens sem ligação com o crime são mortos no RJ

As mortes de pessoas que não estão ligadas ao...

PF faz perícia e Civil abre inquérito para investigar frase racista escrita em banheiro da UFSM

A Polícia Civil abriu inquérito nesta quarta-feira (25) para investigar a frase racista...
spot_imgspot_img

Prisão de torcedores deveria servir de exemplo para o futebol brasileiro

A condenação de três torcedores racistas na Espanha demonstra que, apesar da demora, estamos avançando em termos de uma sociedade que quer viver livre...

Futuro da gestão escolar

A educação pública precisa de muitos parceiros para funcionar. É dever do Estado e da família, com colaboração da sociedade, promover a educação de todas as...

Educação para além dos muros da escola

Você pode fornecer escolas de qualidade para os mais pobres e, mesmo assim, talvez não veja a mudança na realidade do país que se...
-+=