Guest Post »
Ludmilla inicia transição capilar: “chegou a hora de ser eu mesma”

Ludmilla inicia transição capilar: “chegou a hora de ser eu mesma”

Ela é nova embaixadora de marca de cosméticos Salon Line e fala sobre sua relação com os fios.

Por  Isa Almeida, Nathalia Levy, da ELLE

A cantora Ludmilla em sua nova fase capilar (Divulgação/Divulgação)

A cantora Ludmilla revela que está em transição capilar – processo que consiste em recuperar a forma natural dos fios e abandonar de vez a química. Com a necessária queda de diversas regras capilares, o número de mulheres que passam por esse momento é cada vez maior. “Eu acho isso maravilhoso, transformador. As mulheres estão mais corajosas e se aceitando como naturalmente são”, diz a cantora em entrevista à ELLE. Os fios naturais muitas vezes têm uma história de delicadeza e força: o primeiro alisamento da cantora, por exemplo, foi feito aos sete anos de idade, sendo essa escolha uma etapa importante em sua vida. Ela tem o acompanhamento da Salon Line, que produz cosméticos experts em tratamento para cabelos crespos, cacheados e em transição, da qual ela é a nova embaixadora. Confira, abaixo, como está sendo este momento para a cantora e sua motivações:

Como é a sua relação com o cabelo? O que ele significa para você?

É uma relação de amor, ele me deixa confiante, melhora minha autoestima. Sempre me importei com o cabelo, desde criança, mas não aceitava os meus cachos. Estudava em colégio particular, e sofria preconceito por não ter o cabelo liso, não entendia por que eu era diferente. Hoje eu sei que ser diferente é maravilhoso, libertador. 

Desde quando você era adepta do alisamento, por que decidiu iniciar a transição e de onde veio essa ideia? 

Há um ano eu resolvi passar pela transição capilar. Cortei meu próprio cabelo curtinho e tirei toda química fora. Desde criança eu não usava meu cabelo natural, nem sabia muito bem como ele era. Resolvi passar pela transição para redescobrir a minha beleza natural, meu cabelo estava muito quebrado e sem vida. Como já conhecia os produtos da Salon Line, tomei essa decisão para que meu cabelo crescesse de forma saudável. Não quero mais ser refém das laces, apliques e acessórios, amo mudar, mas chegou a hora de ser eu mesma também.

Alguma mulher te inspirou a tomar essa decisão?

Não me inspirei em ninguém especificamente. Mas vejo tantas mulheres com o cabelo black power ou cacheados e acho tão lindo, estiloso, e isso me fez pensar. É uma decisão muito difícil, precisa ter muita paciência porque o processo é demorado, mas com certeza vale a pena.

Você já sofreu preconceito pelo seu cabelo natural?

Sim, muitas vezes, principalmente na época do colégio. Descobri que ele é diferente, e que eu não preciso seguir padrões para ser quem eu sou. Respeitar as diferenças deveria ser um sentimento obrigatório na nossa sociedade. Infelizmente o preconceito existe, mas tenho fé que um dia isso irá mudar.

Quais são suas expectativas para o período? Tem algum receio? 

Eu sou mulher, eu sou vaidosa. Uso apliques, laces, lenços, isso tudo porque ainda estou me descobrindo, me transformando! Foi assim que escolhi passar por essa fase. A expectativa é muito grande, não é um período muito fácil. Tem todo um processo para a recuperação do fio, tem que hidratar, nutrir e fazer a reconstrução dos fios. Não é só cortar e esperar crescer, requer muito trabalho e paciência para que o cabelo cresça saudável e bonito. Então é natural ficar ansiosa, ficar imaginando como ele vai ficar, quanto tempo vai demorar, qual será o resultado. Mas meu cabelo vai crescer e eu tenho certeza que vou arrasar com o meu black

Related posts