quarta-feira, outubro 5, 2022
InícioQuestões de GêneroViolência contra MulherMarcha das Vadias sai às ruas de SP contra violência sexual

Marcha das Vadias sai às ruas de SP contra violência sexual

Concentração do ato, que ocorre neste sábado (24), será no Masp; mulheres desmitificam o ditado ‘quem cala, consente’, dizendo que sexo sem consentimento é estupro e que nem sempre a vítima consegue dizer “não”

A Marcha das Vadias volta às ruas de São Paulo neste sábado (24) com o tema “quem cala, não consente”, desmitificando o ditado popular. As mulheres explicam que sexo sem consentimento é estupro e que nem sempre a vítima consegue dizer “não”. A concentração do ato será no vão livre do Museu de Artes de São Paulo (Masp), ao meio-dia.

A cada ano o protesto enfoca o problema da violência de gênero sob um aspecto diferente. Desta vez, as organizadoras problematizam a ideia de que se a mulher não recusou o ato sexual verbalmente, nem lutou fisicamente até o esgotamento, ela consentiu e permitiu a violência. “O velho ditado ‘quem cala, consente’, é utilizado para justificar a agressão”, esclarecem.

O ato deste sábado tem, portanto, por objetivo, combater a cultura da naturalização da violência contra as mulheres. Defende também, segundo as realizadoras, a construção de uma cultura de diálogo, de respeito e de humanização.

Este é o quarto ano de realização do protesto. No ano passado, mais de três mil pessoas compuseram a manifestação.

Fonte: Brasil de Fato

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench