Massacre de Ruanda: Começa na Alemanha julgamento de ruandês acusado de genocídio

Réu de 54 anos é acusado de ser responsável pela morte de pelo menos 3700 pessoas em Ruanda. Onesphore R. vive desde 2002 na Alemanha, onde pediu asilo político.

Memorial em Nyamata lembra as vítimas do genocídio de 1994 em Ruanda

Começou nesta terça-feira (18/01) em Frankfurt o julgamento de um ruandês acusado de participar do genocídio que causou milhares de mortes em Ruanda em 1994. É a primeira vez que um tribunal na Alemanha ajuíza um caso desse tipo.

Onesphore R., da etnia hutu e ex-prefeito de Muvumba, no nordeste de Ruanda, é acusado de ter ordenado ou coordenado três massacres em abril de 1994. Segundo a Promotoria Pública, pelo menos 3730 pessoas da etnia tutsi foram mortas naquele episódio trágico.

massacre_de_ruanda_1994O acusado com sua advogada, Natalie von Wistinghausen

O acusado, que vive desde 2002 na Alemanha, onde pediu asilo político, pode ser condenado à prisão perpétua. Ele foi preso em 2008, após a expedição de um mandado internacional de prisão, chegou a ser liberado, mas voltou à prisão preventiva em julho do ano passado.

A Justiça alemã recusou a extradição de Onesphore R. para Ruanda, por considerar que não haveria condições para realizar um julgamento imparcial naquele país.

De acordo com as Nações Unidas, tribunais de vários países da Europa e de Ruanda, além do Tribunal Penal Internacional para Ruanda, na Tanzânia, já julgaram ruandeses acusados de participação no genocídio que causou 800 mil mortes.

Fonte: Dw

+ sobre o tema

para lembrar

Rihanna participa de show de Eminem

Rihanna fez uma participação surpresa no show de...

Daiane dos Santos

Daiane Garcia dos Santos (Porto Alegre, 10 de fevereiro de...

Slash, guitarrista do Guns N ’Roses fala sobre quem foi Michael Jackson realmente

Slash concedeu recentemente entrevista ao site Kerrang e revelou...
spot_imgspot_img

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...
-+=