‘Mídia só mostra ao exterior piores momentos do Brasil’, diz Lula

Por: Nathalia Passarinho

 

Presidente participou de lançamento de canal internacional da TV Brasil.
Segundo Lula, TV pública vai mostrar o país ‘como ele é’.

 

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta segunda-feira (24), durante lançamento do canal internacional da TV Brasil, que a mídia brasileira só mostra ao exterior os “piores momentos” do país. Segundo Lula, a TV pública, que será vista agora em 49 países da África, deve revelar o Brasil “como ele é”.

“Essa TV pública pretende ser a cara do Brasil no exterior. Se eu pudesse medir a qualidade do que tem hoje, parece que quando colocamos as coisas lá para fora só colocamos os piores momentos”, disse.

 

Lula também rebateu críticas feitas quando a TV Brasil foi lançada, em dezembro de 2007, de que seria um canal para fazer propaganda do governo. “Estou num momento que quanto mais mal se fala de mim, melhor. Não quero uma TV pra falar bem do Lula, é para mostrar o potencial do Brasil.”

“Nós não queremos que fique lá fora a imagem dos piores momentos deste país, queremos que fique lá fora a imagem do que nós somos como somos. Uma TV que possa discutir política com clareza, de que possa dar uma visão de que o mundo não tem apenas a língua inglesa. Porque o português só vai ser respeitado quando for ouvido e falado”, defendeu.

 

O presidente também criticou analistas e colunistas políticos do brasileiros. Segundo Lula, muitos deles têm “mentalidade de exterior”. “Sempre tive preocupação porque no Brasil rebaixamos muito o debate político. Às vezes fico imaginando que muita gente que faz análises sobre a situação política do Brasil fez curso de doutorado no exterior”, disse. “É gente com uma mentalidade do exterior tentando analisar um problema eminentemente nacional, que são os problemas políticos nacionais”, criticou.

 

O presidente defendeu ainda que o Brasil divulgue a língua portuguesa e mostre, por meio do canal internacional de televisão, que não “existe apenas a língua inglesa no mundo”.

 

 

Fonte: G1

 

+ sobre o tema

Lewandowski apresentará normas para uso de câmeras corporais por policiais

O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Ricardo...

Defensoria Pública de SP recorre ao STF contra flexibilização nas câmeras corporais na PM

A Defensoria Pública do estado de São Paulo entrou...

Imposto de renda: como apoiar projetos sociais na sua declaração

Pouca gente sabe, mas parte do seu imposto de renda devido...

para lembrar

Eleições 2014: Congresso Nacional permanecerá desigual nos próximos 4 anos

Os resultados do 1º turno das Eleições 2014 demonstram...

Joaquim Barbosa se reúne com Dilma no Planalto

O relator do mensalão no Supremo Tribunal Federal, ministro...

Carta ao comentarista Marco Antonio Villa

Caro professor aposentado Marco Antonio Villa, De partida, já comunico...

Notas de Rodapé – lições

por Fernando Pompeu Imagine o Rio de Janeiro em...

Brasil investe pouco em prevenção de desastres

Separada por duas ruas da margem do rio dos Sinos, a casa onde mora Ana Carolina Dutra da Silva, em São Leopoldo (RS), tem...

Ações para a cidadania

Testemunhamos casos de guerras, violências, feminicídios e racismo diariamente. Em quase todos eles, inúmeras vozes nas redes sociais prontamente assumem posicionamentos com verdades absolutas...

Entidades de segurança pública e direitos humanos dizem que novo edital precariza programa de câmeras da PM em SP

Entidades da sociedade civil ligadas à segurança pública manifestaram preocupação com o novo edital para contratação de 12 mil câmeras corporais para a Polícia...
-+=