Movimento de Mulheres Negras da Bahia realizará marcha por Reparação e Bem Viver em Salvador no dia 25 de Julho

Evento integra a agenda coletiva da 11ª edição do Julho das Pretas - Mulheres Negras em Marcha por Reparação e Bem Viver

No próximo dia 25 de Julho, o Movimento de Mulheres Negras da Bahia se reúne no centro de Salvador para a Marcha das Mulheres Negras por Reparação e Bem Viver. O ato terá concentração na Praça da Piedade a partir das 14h, com saída em direção à Praça Terreiro de Jesus.

A marcha compõe a programação da 11ª edição do Julho das Pretas – Mulheres Negras em Marcha por Reparação e Bem Viver, marca o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha e o Dia Nacional de Tereza de Benguela, celebrados em 25 de Julho.

Durante a concentração, será realizada uma ocupação poética com microfone aberto para mulheres negras que queiram recitar poesias ou realizar performances artísticas. A partir das 15h, o grupo seguirá pela Avenida Sete de Setembro com suas vozes, faixas e cartazes, reivindicando as pautas que são urgentes para o movimento. 

A Marcha das Mulheres Negras da Bahia no 25 de Julho acontece anualmente desde 2014, articulada por organizações e coletivos de mulheres negras de diversas regiões do estado. Por conta da pandemia, não pôde ser realizada nos anos de 2020 e 2021, mas retornou em 2022 com força total e milhares de pessoas na rua.

Para saber mais, acompanhe o perfil @julho_das_pretas no Instagram.

Sobre o Julho das Pretas

Criado em 2013, pelo Odara – Instituto da Mulher Negra, o Julho das Pretas é uma ação de incidência política e agenda conjunta e propositiva com organizações e movimentos de mulheres negras do Brasil, voltada para o fortalecimento da ação política coletiva e autônoma das mulheres negras nas diversas esferas da sociedade brasileira.

A agenda celebra o 25 de Julho, Dia Internacional da Mulher Negra Afro LatinoAmericana e Caribenha. Desde o início, o Julho foi aderido e potencializado pela Rede de Mulheres Negras do Nordeste, ganhando em poucos anos toda a região e logo depois o Brasil.

Todos os anos, diversos movimentos de mulheres negras se reúnem para decidir um tema para o Julho das Pretas que dialogue com a conjuntura política.

+ sobre o tema

A ancestralidade de Dona Ivone Lara

Matriarca do samba vive eternamente nas vozes que cantam...

E não sou uma mulher? – Sojourner Truth

Muito bem crianças, onde há muita algazarra alguma coisa...

Clube dos Diários recebe exposição em homenagem ao Dia Internacional da Mulher

A abertura da exposição "Lélia Gonzalez - o feminismo...

Por um outubro rosa feminista

Texto de Silvia Badim para as Blogueiras Feministas. Sim, câncer...

para lembrar

Dia Internacional da Mulher: Elisa Lucinda Cidadã Honorária do DF

A deputada distrital Érica Kokay (PT-DF) convida para a...

Jovem homossexual faz desabafo após ter sido agredido em Olinda

Marcos Valdevino passeava com amigos quando apanhou e foi...

8 atitudes de mulheres altamente confiantes (que vão dar um gás na sua autoestima)

Todos conhecemos mulheres que chamam imediatamente a atenção quando...

Mulheres Negras e a (Não) Efetivação dos Direitos Humanos

Os direitos humanos não têm sido efetivados em sua...
spot_imgspot_img

‘Só é sapatão porque não conheceu homem’: Justiça condena imobiliária em MG por ofensas de chefe à corretora de imóveis

A Justiça do Trabalho mineira condenou uma imobiliária da região de Pará de Minas, no Centro-Oeste do estado, a indenizar em R$ 7 mil, por...

Dia do Orgulho LGBTQIA+: conheça a origem da data, celebrada em 28 de junho

Em todo o mundo, o dia 28 de junho é considerado o Dia do Orgulho LGBTQIA+. Durante todo o mês, eventos e paradas celebram as...

VoteLGBT e ANTRA lançam site com mapeamento de pré-candidaturas LGBT para as eleições municipais de 2024

Em uma iniciativa inédita no Brasil, a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra) e a VoteLGBT, organização da sociedade civil que busca aumentar...
-+=