Mulher racista chama outra de “macaca” e “preta” paga a fiança de R$ 700 para responder o processo em liberdade

A Polícia Civil de Três Lagoas prendeu em flagrante, neste domingo (7), uma mulher por injuria qualificada pelo racismo. Ela estava sendo acusada por corrupção de menores.

Segundo informações da Polícia, havia informação de que Arlete Cristina Ferreira, de 31 anos, estava praticando o crime de corrupção de menores, além de fornecer bebida alcoólica a menores.

Na casa de Arlete, os policiais encontraram uma adolescente de 13 anos que estava ingerindo bebida alcoólica e estava no local sem a autorização dos pais. Ao ser comunicada pelos policiais, Arlete ofereceu resistência e desacatou as ordens, então foi encaminhada a DEPAC (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

Na delegacia, enquanto aguardava a elaboração do B.O. (Boletim de Ocorrência, a acusada começou a xingar a mãe da adolescente de maneira ofensiva, usando termos como “macaca” e “preta”.

O delegado deu voz de prisão a Arlete pelo crime de injuria qualificada, por ter sido perpetrada em virtude da cor. A autora, que era ré primária, confessou a injuria e pagou a fiança de R$ 700 para responder o processo em liberdade.

O Delegado da 1ª Delegacia de Polícia de Três Lagoas, Dr. Paulo Rosseto, explicou que “o fato não configurou crime de racismo, mesmo tendo sido praticado em virtude da cor, mas configurou crime de injúria qualificada. O que diferencia ambos, o crime de racismo para o crime de injúria, em linhas gerais, é que no crime de racismo a pessoa é impedida de exercer algum direto em virtude da cor, etnia, etc.”

Fonte: Midia Max

+ sobre o tema

Por que mandaram matar Marielle Franco? Essa agora, é a pergunta que não se cala…

Seis anos depois e finalmente o assassinato de Marielle...

Mulheres sambistas lançam livro-disco infantil com protagonista negra

Uma menina de 4 anos, chamada de Flor de...

Poesia: Ela gritou Mu-lamb-boooo!

Eita pombagira que riscaseu ponto no chãoJoga o corpo...

para lembrar

O apoio turco às vítimas do racismo na Alemanha

Depois dos atentados racistas contra a famíla Yigit, na...

Denúncias de racismo abalam Departamento de Bombeiros de NY

O Departamento de Bombeiros de Nova York (FDNY), uma...

Comissão diz que não houve ato ilícito da Justiça ao algemar advogada negra

Desembargador também inocentou a juíza que pediu a prisão...

São Paulo – 31 de agosto o 2º debate Crimes de Racismo ou Injúria?

O 2º debate ''Crimes de Racismo ou Injúria?'' vai...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=