O fotógrafo que desafiou o racismo nos EUA e registrou a luta pelos direitos civis no país

Enviado por / FontePor Vitor paiva, do Hypeness

Quando Cecil J. Williams começou a trabalhar como fotojornalista, nos anos 1950, um fotógrafo negro era uma absoluta raridade, especialmente em um estado notoriamente racista como o da Carolina do Sul, onde Cecil nasceu e foi criado. O estado era segregado, negros eram separados de brancos em locais públicos, a violência racista era uma ameaça constante, mas a resistência e a luta pelos direitos civis eram crescentes – e foi esse movimento que Cecil decidiu registrar.

E não somente: sua foto orgulhosamente bebendo água em um bebedouro designado somente para a população branca (com uma placa em primeiro plano na qual vergonhosamente se lê “somente brancos”) tornou-se símbolo do horror racial que tomava conta dos EUA de então, mas também da luta e da força para derrubar a pior sombra de nossa civilização. Tirada em 1956 pelo amigo e fotógrafo Rendall Harper em um posto de gasolina, a foto hoje permanece como um lembrete, pendurada em cima do bebedouro da Richard Library, biblioteca em Columbia, na Carolina do Sul.

A histórica foto de Cecil J. Williams (Foto: Rendall Harper)

Cecil Williams tornou-se fotógrafo correspondente da revista Jet quando ainda tinha somente 15 anos, e seu trabalho se tornaria nacionalmente conhecido em 1968, quando registrou as consequências e os protestos por conta do Massacre de Orangeburg, quando policiais investiram contra manifestantes que protestavam contra um boliche que segregava a população negra e mataram três homens negros.

“Harvey Gantt e o mar de repórteres”: o jovem foi o primeiro negro a ingressar na Faculdade de Clemson. Nos anos 1980 ele se tornaria o primeiro prefeito de Charlotte. (Foto: Cecil J. Williams)

Seu trabalho hoje é referência sobre o movimento pelos direitos civis nos EUA, e encontra-se exposto em diversos museus do país e do mundo. Em 2019 Williams inaugurou o Cecil Williams Civil Rights Museum, com centenas de imagens e artefatos sobre a luta contra o racismo. Funcionando também como um centro comunitário, o tema do museu é “Os eventos na Carolina do Sul que mudaram a América” – e tem as fotos de Williams, sua coragem e luta, como símbolos desse tema.

Foto: Cecil J. Williams
À direita, “não gaste seu dinheiro onde trabalham pagam 10 centavos”; à esquerda “Graças a deus que o Mississippi existe, que não deixa a Carolina do Sul ficar em último na lista” (Fotos: Cecil J. Williams)

 

Foto: Cecil J. Williams

 

Foto: Cecil J. Williams

 

Foto em destaque: Reprodução/ Hypeness

+ sobre o tema

Michelle Obama

Michelle LaVaughn Robinson Obama é a esposa do 44º...

Exposição na Biblioteca Parque do Rio lembra trajetória de Martin Luther King

A mostra itinerante Martin Luther King – Legado &...

Hoje na História, 1972: É absolvida militante negra Angela Davis

Angela Yvonne Davis, militante negra, antiga professora de filosofia...

Rosa Parks “Melhor andar com dignidade que rodar na humilhação”

Aos olhos e ouvidos de todo o mundo, a...

para lembrar

15 poderosas fotos de Martin Luther King Jr.

15 poderosas fotos de Martin Luther King Jr. Nascido no...

Mulheres rebeldes II: Ângela Davis

Angela Davis: Obama vai aprender algumas lições no Brasil Aos...

Garçons irão a julgamento pelo assassinato do neto de Malcolm X

Um juiz mexicano ordenou no sábado (19) o início...
spot_imgspot_img

“Dispositivo de Racialidade”: O trabalho imensurável de Sueli Carneiro

Sueli Carneiro é um nome que deveria dispensar apresentações. Filósofa e ativista do movimento negro — tendo cofundado o Geledés – Instituto da Mulher Negra,...

Brasil e EUA voltam a articular plano contra discriminação racial; veja como funciona o acordo entre os países

O Brasil e os Estados Unidos promoveram a primeira agenda entre congressistas e a sociedade civil desde a retomada do acordo de cooperação bilateral...

Militares viram no movimento negro afronta à ideologia racial da ditadura

Documento confidencial, 20 de setembro de 1978. O assunto no cabeçalho: "Núcleo Negro Socialista - Atividades de Carlos Alberto de Medeiros." A tal organização,...
-+=