terça-feira, janeiro 26, 2021

Resultados da pesquisa por 'saúde'

Brasil, São Paulo, SP. 20/11/2006. O ex-procurador da Justiça, Antônio Ferreira Pinto, é visto durante cerimônia na qual foi apresentado como novo secretário da Administração Penitenciária, pelo governador eleito, José Serra (PSDB) no auditório do Centro Integrado da Administração do Estado, na Rua Boa Vista, centro da capital paulista. Antonio Ferreira Pinto assumiu a vaga de secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP), deixada por Ronaldo Marzagão que alegou "motivos pessoais", em março de 2009. - Crédito:JOSÉ PATRÍCIO/AGÊNCIA ESTADO/AE/Codigo imagem:37104

Corrupção policial incita crime, diz secretário

- MARIO CESAR CARVALHO - Fonte: Folha de São Paulo  Crédito: JOSÉ PATRÍCIO/AGÊNCIA ESTADO/AE A Secretaria da Segurança de São Paulo afastou 120 policiais de duas delegacias por suspeitar que estão envolvidos em crimes de extorsão, corrupção e ligação com o crime organizado. O afastamento faz parte da política do novo secretário da Segurança, Antonio Ferreira Pinto, há 57 dias no cargo -que está no governo desde junho de 2006, quando assumiu a Administração Penitenciária. Sessenta dos afastados são do Denarc (Departamento de Investigações sobre Narcóticos) e o restante do Deic (Departamento de Investigações Sobre o Crime Organizado). O Denarc tem 388 policiais e o Deic, 1.173. No caso do Denarc, havia a suspeita de ligação de policiais com o tráfico de drogas. No segundo caso, a secretaria tinha indícios de que policiais da 2ª Divecar (Delegacia de Investigações sobre Furtos e Roubos de Veículos e ...

Leia mais

Governo da Espanha aprova anteprojeto e lei pró-aborto

Fonte: Folha de São Paulo - Mundo -   Marcia Foletto / Agência O Globo O Conselho de Ministros do governo espanhol aprovou ontem um anteprojeto de lei que legaliza o aborto no país até as 14 semanas de gestação, para mulheres a partir dos 16 anos. No caso de grave risco à mãe ou ao feto, o aborto seria permitido até a 22ª semana, se autorizado por um "comitê clínico". A proposta agora deve passar pela Justiça e ser convertida em projeto de lei, para então tramitar no Parlamento -onde encontrará obstáculos, já que o governo esquerdista de José Luis Rodriguez Zapatero não tem maioria. O oposicionista Partido Popular (conservador) já havia se manifestado contra o aborto, principalmente para adolescentes a partir dos 16 anos sem a necessidade de permissão dos pais, como prevê a nova lei. Em 1985, a Espanha descriminalizara o aborto em casos de estupro, má-formação ...

Leia mais
GETTY IMAGES

Governo quer livro didático com temática homossexual

O governo quer que sejam incluídos nos livros didáticos a temática de famílias compostas por lésbicas, gays, travestis e transexuais. Ainda na área da educação, recomenda cursos de capacitação para evitar a homofobia nas escolas e pesquisas sobre comportamento de professores e alunos em relação ao tema. Essas são algumas das medidas que integram o Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais), documento firmado entre representantes de 18 ministérios. Do UOL GETTY IMAGES O texto traz 50 propostas, que deverão se transformar em política de governo até 2011. São medidas em diversas áreas. Na saúde, o grupo prevê acesso universal a técnicas de reprodução assistida a LGBTs em idade fértil, recomenda o fim da restrição imposta a essa população para doação de sangue e garante que companheiros do mesmo sexo sejam incluídos como dependentes em planos ...

Leia mais

Defensores realizam mutirão de atendimento jurídico no metrô Sé em comemoração ao Dia Nacional da Defensoria Pública (19/05)

(Foto: Érico Andrade/G1) Em comemoração ao Dia Nacional da Defensoria Pública (19/05), defensores públicos do Estado de São Paulo realizam, na próxima terça, um mutirão de atendimento jurídico gratuito, das 8h às 18h, na estação Sé do metrô, Capital. Durante a atividade, também serão distribuídos folders com informações sobre a Defensoria e cartilhas sobre os direitos da mulher, pensão alimentícia e combate à discriminação homofóbica. Serão 18 defensores públicos que prestarão orientação jurídica à população nas áreas cível, consumidor, família, de defesa da mulher, infância e juventude, combate à discriminação homofóbica, e criminal (veja mais informações abaixo). Caso seja necessária uma medida judicial ou tentativa de um acordo extrajudicial, os defensores informarão ao cidadão os documentos necessários e o encaminharão, com data pré-agendada, a uma das Unidades da Defensoria. A atividade, uma iniciativa da Defensoria Pública do Estado de São Paulo em parceria com a Associação dos Defensores Públicos Paulistas ...

Leia mais
saude populacao negra grande

Lei que obriga planos a custear vasectomia e laqueadura entra em vigor

    A lei que obriga os planos de saúde a cobrirem procedimentos de planejamento familiar já está em vigor. Entre os procedimentos que poderão ser cobertos estão as cirurgias de vasectomia e laqueadura e a implantação do DIU. O texto, aprovado pelo Senado em abril, foi publicado na edição de terça-feira (12) do Diário Oficial da União, após sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Agora, quem quiser fazer uma fertilização assistida, por exemplo, vai poder contar com a cobertura de planos privados. Há cerca de um ano, a Agência Nacional de Saúde Suplementar determinou a cobertura para procedimentos de contracepção, mas, até a publicação da lei, não havia regras para o caso de métodos de concepção. Está previsto também atendimento de urgência para acidentes pessoais ou complicações durante a gravidez, além da emergência para os casos em que o paciente corre risco imediato de vida ou lesão ...

Leia mais
cnbb

CNBB denuncia situação dos negros no Brasil 121 anos depois da abolição

g1 - Mundo - No dia do 121º do aniversário da assinatura da Lei Áurea, que aboliu a escravidão em território brasileiro, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) denunciou hoje as "precárias condições de vida da população negra" do país. "A abolição não foi acompanhada por medidas de inserção dos afro-brasileiros na sociedade como portadores de direitos" e não representou "melhores condições de vida para os descendentes desse povo", diz uma nota divulgada hoje pela entidade. Os bispos lembraram que "a riqueza do Brasil colonial e do Império foi construída, principalmente, pelas mãos de negros e negras que foram escravizados" e sustenta que "a memória desse fato motiva a sociedade a estar consciente da dívida que tem com os descendentes dos povos africanos". A nota acrescenta que "é preciso aprofundar políticas afirmativas de inclusão social da população afro-brasileira, e especialmente das crianças e jovens", para os quais se ...

Leia mais
Agostinho Neto (Foto: Imagem retirada do site Lusofonia Poética)

Agostinho Neto

Agostinho Neto foi o primeiro presidente de Angola (1975-1979), após a independência desta de Portugal. Nasceu em Bengo em meio a uma família metodista - seu pai era pastor. Envolveu-se com grupos anticolonialistas quando estudava medicina em Portugal. Poeta nacionalista, seus escritos foram proibidos e esteve preso de 1955 a 1957 e outra vez, já em Angola, de 1960 a 1962. Conseguiu fugir para o Marrocos e posteriormente fundou o MPLA - Movimento Popular de Libertação de Angola, de tendência marxista. Conquistada a independência de Angola em 1975, o novo governo dirigido pelo MPLA, contando com o apoio de Cuba, entrou em choque com grupos de direita, apoiados pelos EUA e pelo governo racista sul-africano. - Fonte: Portal São Francisco -   (Foto: Imagem retirada do site DW) ANTÓNIO AGOSTINHO NETO nasceu a 17 de Setembro de 1922, na aldeia de Kaxicane, região de Icolo e Bengo, a cerca ...

Leia mais

SUS fará teste de anemia falciforme em bebês

- CLIPPING - IROHIN - 09/05/2009 - Fonte: Folha de S. Paulo - Identificação será realizada no exame do pezinho - Foto: Venilton Kuchler/Agência de Not O SUS (Sistema Único de Saúde) passará a oferecer em todo o país a identificação de anemia falciforme no teste do pezinho. Esse tipo de anemia é uma das doenças hereditárias mais comuns no Brasil, predominante entre negros. No dia 13 de maio, o Ministério da Saúde lançará o projeto Saúde da População Negra. Entre as ações, a mais destacada é a universalização do teste, que atualmente é oferecido gratuitamente em apenas 13 Estados. A anemia falciforme geralmente gera sintomas no recém-nascido. É uma alteração genética que muda a configuração das hemácias, que adquirem forma de foice e perdem eficiência de oxigenação. Causa dores e oclusão de vasos sanguíneos. O tratamento é feito com penicilina e vacinas. O primeiro passo, segundo Edson Santos, ministro ...

Leia mais

Senador republicano adere a Obama

Folha de São Paulo quarta-feira, 29 de abril de 2009 Depois de 43 anos, Arlen Specter muda de partido e deixa presidente democrata perto de controle absoluto do Congresso Presidente entra no 100º dia menos dependente da oposição para passar leis polêmicas; supermaioria depende de disputa judicial SÉRGIO DÁVILA DE WASHINGTON Na véspera de completar 100 dias no poder, o presidente democrata Barack Obama ganhou um presente que pode lhe dar a "supermaioria" no Senado, ou seja, 60 dos 100 votos -o que impede manobras regimentais da oposição republicana para emperrar as votações de leis mais polêmicas. Na tarde de ontem, Arlen Specter, senador republicano pelo Estado de Pensilvânia, anunciou que concorrerá à reeleição em 2010 pelo partido do presidente. Moderado, o político de 79 anos, 43 dos quais no Partido Republicano, já vinha rompendo a orientação da oposição e havia votado com a situação em pelo menos uma situação, ...

Leia mais

Geledés e a Comunicação – Memória Institucional

Geledés e Comunicação: No princípio era o Verbo Retrospectiva Desde sua criação, em 1988 ao definir a Comunicação como um dos pilares estruturantes da sua ação, o Geledés- Instituto da Mulher Negra já apontava para a necessidade de se trabalhar esse tema como forma de fazer avançar a luta anti-sexista e antirracista. Um pouco ousado para sua época, o Programa de Comunicação demorou um pouco para encontrar seu eixo. A falta de recursos específicos e da compreensão sobre sua importância levou o programa a ser trabalhado, inicialmente como um programa de suporte aos demais programas da instituição (Saúde e Direitos Humanos), e a se responsabilizar pelas publicações da instituição.Também passa a influenciar a mídia numa postura mais objetiva, entretanto de maneira empírica e sem uma base metodológica. Isso não significou entretanto, uma acomodação frente ao tema, que se fazia presente em todos os fóruns de comunicação, nacional e internacional, como ...

Leia mais

Convenção Internacional sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Racial

Os Estados Partes na presente Convenção, considerando que a Carta das Nações Unidas fundamenta-se em princípios de dignidade e igualdade inerentes a todos os seres humanos, e que todos os Estados-Membros comprometeram-se a agir, separada ou conjuntamente, para alcançar um dos propósitos das Nações Unidas, que é o de promover e encorajar o respeito universal e efetivo pelos direitos humanos e liberdades fundamentais para todos, sem discriminação de raça, sexo, idioma ou religião; Considerando que a Declaração Universal dos Direitos Humanos proclama que todos os homens nascem livres e iguais em dignidade e direitos e que cada indivíduo pode valer-se de todos os direitos nela estabelecidos, sem distinção de qualquer espécie, principalmente de raça, cor ou origem nacional; Considerando que todos os homens são iguais perante a lei e têm direito a igual proteção contra qualquer discriminação e contra todo incitamento à discriminação; Considerando que as Nações Unidas condenaram o colonialismo e ...

Leia mais
Abdias Nascimento em Nova York, 1997. (Foto: Cheste Higgins Jr/ ACERVO ABDIAS NASCIMENTO/ IPEAFRO)

Democracia racial: mito ou realidade?

Sem a escravidão a estrutura econômica brasileira não teria existido. O escravo foi a espinha dorsal da nova economia. Fazia crescer a riqueza do país, mas pagava com seu suor e sangue a apropriação de tudo pela aristocracia branca.* Por Abdias do Nascimento • Versus 16 • novembro de 1977 Genocídio – emprego deliberado de medidas sistemáticas (tais como matar, infringir danos físicos ou mentais, condições de vida insustentáveis, controle da natalidade) visando a atingir a exterminação de uma raça, grupo político ou cultural, ou destruição da língua, religião ou cultura de um grupo. Webster Third New International Dictionary of English Language, Mass. 1976 O Brasil, como nação, se proclama a única democracia racial do mundo, e grande parte do mundo a vê e respeita como tal. Mas, um exame de seu desenvolvimento histórico revela a verdadeira natureza de sua estrutura social, cultural e política: é essencialmente racista e vitalmente ...

Leia mais
logooriginal

O que é o Geledés Instituto da Mulher Negra

Geledés - Instituto da Mulher Negra foi criado em 30 de abril de 1988. É uma organização política de mulheres negras que tem por missão institucional a luta contra o racismo e o sexismo, a valorização e promoção das mulheres negras, em particular, e da comunidade negra em geral. Geledé é originalmente uma forma de sociedade secreta feminina de caráter religioso existente nas sociedades tradicionais yorubás. Expressa o poder feminino sobre a fertilidade da terra, a procriação e o bem estar da comunidade. Na perspectiva de atualizar essa tradição à luz das necessidades contemporâneas das mulheres negras, o Geledés vem, nestes 21 anos, consolidando as discussões sobre a problemática da mulher negra como aspecto fundamental da temática de gênero na sociedade brasileira e impulsionando o debate sobre a necessidade de adoção de políticas públicas inclusivas para a realização do princípio de igualdade de oportunidades para todos. Em sua história, a ...

Leia mais
Ricardo Stuckert/Agência Brasil

Democracia racial: mito ou realidade?

Sem a escravidão a estrutura econômica brasileira não teria existido. O escravo foi a espinha dorsal da nova economia. Fazia crescer a riqueza do país, mas pagava com seu suor e sangue a apropriação de tudo pela aristocracia branca.* Por Abdias do Nascimento • Versus 16 • novembro de 1977 Genocídio – emprego deliberado de medidas sistemáticas (tais como matar, infringir danos físicos ou mentais, condições de vida insustentáveis, controle da natalidade) visando a atingir a exterminação de uma raça, grupo político ou cultural, ou destruição da língua, religião ou cultura de um grupo. Webster Third New International Dictionary of English Language, Mass. 1976 O Brasil, como nação, se proclama a única democracia racial do mundo, e grande parte do mundo a vê e respeita como tal. Mas, um exame de seu desenvolvimento histórico revela a verdadeira natureza de sua estrutura social, cultural e política: é essencialmente racista e vitalmente ...

Leia mais
Foto: Marcus Steinmayer

Sueli Carneiro – Coordenação Executiva – Portal Geledés – app JUNTAS

Sueli Carneiro - Coordenação Executiva [email protected] Filósofa, doutora em Educação pela Universidade de São Paulo; coordenadora executiva de Geledés Instituto da mulher Negra; coordenadora da área de Direitos Humanos de Geledés; editora do Portal Geledés e coordenadora do Projeto PLP 2.0 aplicativo de combate a violência contra a mulher vencedor do Desafio de Impacto Social Google .  É também diretora vice-presidente do Fundo Brasil de Direitos Humanos. É ativista do Movimento Feminista e do Movimento Negro do Brasil; autora de artigos sobre gênero, raça e direitos humanos em diversas publicações nacionais e internacionais. É também membro do Grupo de Pesquisa “Discriminação, Preconceito e Estigma” da Faculdade de Educação da USP, membro do Conselho Consultivo do projeto Saúde das Mulheres Negras do Conectas em parceria com o Geledés, do Conselho Consultivo da Ouvidoria da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, do Conselho Consultivo do Projeto Mil Mulheres, e membro da Articulação ...

Leia mais
Ruben_Rada3

Afro-uruguaios

Afro-uruguaios notáveis: Rubén Rada Afro-uruguaios refere-se a uruguaios de ancestralidade negra africana. Eles são mais encontrados em Montevidéu. História Muitas vezes é afirmado na literatura acadêmica sobre o Uruguai, que a presença e o papel dos africanos no desenvolvimento desta nação são negligenciados. No entanto, afro-uruguaios contribuíram grandemente para a economia do seu país, sociedade e cultura. Primeiro, eles foram os escravos, soldados de infantaria, e artesãos cujos laços levou em conta o desenvolvimento econômico do Uruguai entre os séculos XVII e XIX. Segundo, africanos uruguaios eram os soldados cujo sangue e sacrifícios forjaram um Estado-nação independente de uma colônia espanhola, a independência que defenderam de invasores estrangeiros, primeiro a Grã-Bretanha e então o Brasil, durante as primeiras décadas do século XIX. Terceiro, negros uruguaios foram os músicos, escritores, e artistas cujas obras enriqueceram, iluminaram, e entretiveram seus concidadãos da época colonial até o presente. Além disso, até os muitos símbolos da nação ...

Leia mais
(Foto: @ Getty Images/Express/ T. Fincher)

Kwame Nkrumah

Juventude e estudos Kwane Kkrumah nasceu em 21 de setembro de 1909 em Nkroful, Costa do Ouro, filho da Senhora Nyaniba. Formou-se pela prestigiosa Achimota School em Accra, em 1930, estudou em um seminário católico e lecionou numa escola católica em Axim. Em 1935 partiu de Gana para os Estados Unidos, bacharelando-se na Universidade Lincoln, Pennsylvania, em 1939, onde ingressou na Fraternidade Phi Beta Sigma, Inc.   Naquela mesma universidade bacharelou-se em Teologia Sagrada, em 1942. Recebeu o título de mestre das ciências da educação na Universidade de Pennsylvania em 1942 e o título de mestre de artes em filosofia, no ano seguinte. Quando lecionava ciência política na Universidade Lincoln, foi eleito presidente da Organização de Estudantes Africanos dos Estados Unidos e do Canadá. Quando seguia o curso de graduação em Lincoln participou de pelo menos uma montagem teatral universitária e publicou uma matéria sobre a África em um jornal ...

Leia mais
(Foto: @ Getty Images/Express/ T. Fincher)

Kwame Nkrumah

Juventude e estudos Kwame Nkrumah nasceu em 1909 em Nkroful, Costa do Ouro, filho da Senhora Nyaniba. Formou-se pela prestigiosa Achimota School em Accra, em 1930, estudou em um seminário católico e lecionou numa escola católica em Axim. Em 1935 partiu de Gana para os Estados Unidos, bacharelando-se na Universidade Lincoln, Pennsylvania, em 1939, onde ingressou na Fraternidade Phi Beta Sigma, Inc. Naquela mesma universidade bacharelou-se em Teologia Sagrada, em 1942. Recebeu o título de mestre das ciências da educação na Universidade de Pennsylvania em 1942 e o título de mestre de artes em filosofia, no ano seguinte. Quando lecionava ciência política na Universidade Lincoln, foi eleito presidente da Organização de Estudantes Africanos dos Estados Unidos e do Canadá. Quando seguia o curso de graduação em Lincoln participou de pelo menos uma montagem teatral universitária e publicou uma matéria sobre a África em um jornal estudantil,The Lincolnian. Durante sua permanência ...

Leia mais
o-grito-do-ipiranga-quadro-de-pedro-americo-1888-museu-do-ipiranga-sp1

As dores do pós colonialismo

- Folha de S.Paulo 11 de Agosto de 2006 - Boaventura de Sousa Santos   Cento e oitenta quatro anos depois, o Brasil parece finalmente estar a passar do período da pós-independência para o período pós-colonial. A entrada neste último período dá-se pela constatação, discutida  na esfera pública, de que o colonialismo, longe de ter terminado com a independência, continuou sob outras formas mas sempre em coerência com o seu princípio matricial: o racismo como uma forma de hierarquia social não intencional porque assente na desigualdade natural das raças. Esta constatação pública é o primeiro passo para se iniciar a viragem descolonial, mas esta só ocorrerá se o racismo for confrontado por uma vontade política desracializante firme e sustentável. A construção dessa vontade política é um processo complexo mas tem a seu favor, não só um punhado de convenções internacionais, como também e, sobretudo, a força política dos movimentos sociais ...

Leia mais
O educador Paulo Freire, em foto de 1989 Foto: Silvio Correa / Agência O Globo

Amílcar Cabral – por Paulo Freire

Amílcar Cabral O Pedagogo da Revolução Paulo Freire Eu conhecia Amílcar Cabral não pessoalmente, mas através das referências que se faziam à Amílcar Cabral, à luta Africana. Parece-me que era impossível, inclusive, comentar, falar dos movimentos de libertação em África, sobretudo, da chamada África de expressão Portuguesa, que para mim é muito mais a expressão de uma postura colonialista portuguesa do que verdadeira essa afirmação, sem falar de Cabral. Eu sempre dizia que não reconhecia as Áfricas, uma de expressão Portuguesa, de expressão Francesa, de expressão Inglesa, para mim o colonialismo pairou e impôs-se sobre a África e sem ter conseguido jamais ter transformá-la em Áfricas de expressão disto ou daquilo. Mas era. E é difícil, pensar sobre os movimentos de libertação dessa chamada falsamente África de expressão Portuguesa, sem se fazer referência a Amílcar Cabral. Amílcar Cabral esteve na gestação de todos os movimentos de libertação das ex-colônias Portuguesa, ...

Leia mais
Página 386 de 389 1 385 386 387 389

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist