Guest Post »

Participação das mulheres negras na política é tema de seminário

As mulheres cada vez mais assumem o papel de chefes de família, aumentam sua escolaridade e ampliam a participação no mercado de trabalho. No entanto, ainda recebem menores salários e acumulam a maioria das tarefas domésticas. Esta realidade é apontada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e se soma a outro dado preocupante: apesar de formarem a maior parcela do eleitorado (51,7% em 2008), elas não ocupam na mesma proporção os espaços institucionais da vida política nacional. No caso das mulheres negras a diferença é ainda mais acentuada.

Fonte: Presidência da República

Esta realidade estará em debate no Seminário Empoderamento das Mulheres Negras e Participação Política, que será realizado de 13 a 15 de agosto, no Airan Hotel (SHN quadra 5, bl. A, subsolo), em Brasília.

 

A solenidade de abertura, às 18h da próxima quinta-feira, contará com a presença do ministro da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Edson Santos, e da ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres, Nilcéia Freire. Ambas as secretarias são parceiras nesta iniciativa, que conta com apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

 

O objetivo do seminário é promover o diálogo entre mulheres negras vinculadas a partidos políticos e militantes das várias articulações nacionais do movimento social, com a expectativa de reunir 150 participantes de todo o país. A inserção da temática racial e de gênero na agenda política leva em conta as diretrizes do Plano Nacional de Políticas para as Mulheres e do Plano Nacional de Promoção de Igualdade Racial.

 

Os painéis, debates e grupos de trabalho colocarão em pauta vários aspectos do conceito de empoderamento, que passou a ser empregado na década de 1960, nos Estados Unidos, pelos movimentos negros que reivindicavam direitos civis. Na prática, empoderar significa dar voz e visibilidade às minorias sociais, para que tenham capacidade de ação e decisão individual e coletiva sobre temas que afetam diretamente suas vidas. É um processo que implica em elevação da auto-estima e pensamento crítico.

 

Confira a programação do Seminário:

13/08 (quinta-feira)

18h: Solenidade de Abertura

 

– Edson Santos, ministro da Igualdade Racial/SEPPIR

 

– Nilcea Freire, ministra da Secretaria Especial de Política para as Mulheres/SPM

 

– Kim Bolduc, representante da Organização das Nações Unidas e do PNUD no Brasil

 

– Fátima Cleide, senadora ( PT- RO)

 

– Janete Pietá, deputada (PT- SP), representante da Frente Parlamentar em Defesa da Igualdade Racial

 

Coordenação: Martvs das Chagas, subsecretário de Políticas de Ações Afirmativas (SubAA) da SEPPIR

 

19h – Painel “As Ações Afirmativas e a construção do Empoderamento de Mulheres Negras”, com Sueli Carneiro, doutora em Educação pela Universidade de São Paulo e Diretora do GELEDES Instituto da Mulher Negra.

 

14/08 (sexta-feira)

Das 9h às 11h – Painel “Organização contemporânea das mulheres negras”

 

– Matilde Ribeiro, doutoranda em Serviço Social, ativista do movimento feminista e do movimento de mulheres negras, ex-ministra da SEPPIR

 

– Creusa Maria Oliveira, presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores Domésticos (FENATRAD) e integrante do Conselho Estadual da Mulher da Bahia

 

– Ana José Lopes, coordenadora do Fórum Nacional de Mulheres Negras

 

– Lucia Xavier , secretária executiva da Articulação de ONGs de Mulheres Negras Brasileiras

 

– Aurina Oliveira Santana, reitora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia

 

Coordenação: Maria do Carmo Ferreira da Silva, coordenadora do Fórum Intergovernamental de Promoção da Igualdade Racial

 

Das 14h às 16h- Painel “Organização Partidária e Mecanismos de empoderamento”

 

– Maria Cristina de Almeida, vereadora de Macapá (AP) pelo PSB e secretária nacional do Movimento Negro do PSB

 

– Olívia Santana, vereadora de Salvador (BA) pelo PC do B, ativista do movimento feminista e do movimento negro

 

– Edialeda S. Nascimento, presidente da Secretaria Nacional do Movimento Negro do PDT

 

– Maria Rosalina Santos, vereadora de Queimada Nova (PI) pelo PT e integrante da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (CONAQ)

 

– Íris Araújo, deputada federal (PMDB/GO) e presidente nacional do PMDB

 

– Maria Aparecida da Silva Abreu, secretária nacional de Combate ao Racismo do PT

 

– Benedita da Silva, secretária de Assistência Social e Direitos Humanos do Estado do Rio de Janeiro

 

Coordenação : Ivonete Carvalho, diretora de programas da Subsecretaria de Políticas para Comunidades Tradicionais (SubCom) da SEPPIR

 

15/08 (sábado)

Das 9h às 10h45 – Painel “Comunicação e Políticas de Promoção de Igualdade Racial”

 

– Jacira Silva, jornalista, ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal e representante da Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira DF)

 

– Maurício Pestana, publicitário e cartunista, presidente do Conselho Editorial da Revista RAÇA BRASIL

 

– Viviane Ferreira, graduada em Cinema Digital pela Escola Livre de Cinema e coordenadora de formação e produção do Grupo Mulheres de ODUN

 

Coordenação: Manuela Pinho, subsecretária da Planejamento da SEPPIR

 

Das 10h30 às 12h – Debate

 

Das 14h às 17h – Grupos de trabalho

 

Coordenação GT 1: Oraida Abreu, secretaria executiva do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade racial (CNPIR)

 

Coordenação GT 2 : Eloá Kátia, assessora técnica SubAA

 

Coordenação GT 3: Bárbara Oliveira Souza, gerente de projetos da SubCom

 

Das 17h30 às 19h30 – Plenária

 

Coordenação: Valéria de Oliveira, gerente da SubAA

 

 

Coordenação de Comunicação Social

Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial

Presidência da República
Esplanada dos Ministérios, Bloco A, 9º andar – 70.054-906 – Brasília (DF)

Telefone: (61) 3411-3659

Related posts