Pelé satisfeito por contribuir na afirmação do negro no desporto

Luanda – Edson Arantes do Nascimento “Pelé”, um dos maiores astros do futebol, afirmou hoje em Luanda, sentir-se realizado por ter contribuído, com o
seu talento, para a integração dos povos e valorização dos negros no mundo desportivo.

“Hoje eu me orgulho de ver negros a brilhar em todas as grandes equipas de futebol do mundo. Essa é uma das minhas maiores conquistas, a integração dos povos pelo futebol”, salientou, o “rei” durante uma conferência de imprensa.

O futebol é hoje a modalidade desportiva com maior número de adeptos no mundo,  um evento de amor e união que não olha a raças ou credos, enfatisou Pelé,  manifestando a sua satisfação por partilhar com todos os amantes de futebol em Angola  as suas  conquistas  e objectos que marcaram a sua carreira (troféus, medalhas, chuteiras) que estarão expostos ao público de  13 a  31 de Janeiro.

Na terça-feira será inaugurada na Praça da Famlília, em Luanda, uma exposição ” As marcas do rei”, ” As marcas do Pantera Negra” assim como disputar-se-á uma partida de futebol denominada “o Jogo dos Astros”.

Explicou que a sua vinda à Angola constitui um momento de dupla felicidade pois reencontrou Eusébio (um velho amigo) e contribuirá com a sua presença no jogo dos astros na angariação de fundos para as escolas de formação desportiva e a realização do sonho de muitas crianças que almejam ser craques nesta modalidade.

No jogo, uma iniciativa de solidariedade do Banco de Poupança e Crédito (BPC), que acontece terça-feira, na Cidadela Desportiva, Pelé promete dar o pontapé inicial com muita classe.

Apela a todos os interessados a participarem na actividade com um objectivo nobre, que é ajudar aqueles que precisam a realizar os seus sonhos.

Aponta como momentos marcantes da sua carreira o golo que tornou o Brasil campeão do mundo pela primeira vez e o dia em que marcou o seu milésimo golo (penalty).

Relativamente a actuação dos Palancas Negras no jogo de estreia do Can, diante do Mali, Pelé lembrou que a partida só termina após o apito final do árbitro.

“O futebol é uma caixa de surpresa nunca se sabe exactamente o que vai acontecer até o apito final e essa fatalidade de tomar quatro golos a dez ou doze minutos do fim pode acontecer a qualquer um”,  afirmando que nada está perdido para os angolanos, apesar do empate a quatro bolas diante do Mali, quando vencia por 4-0 até aos 79 minutos.

Pelé é, trinta anos após sua retirada dos campos, o mais famoso futebolista brasileiro e mundial. É considerado por muitos como o maior jogador da história do futebol.

Recebeu o título de Atleta do Século de todos os desportos em 15 de Maio de 1981, eleito pelo jornal francês L’Equipe, título igualmente atribuido em  1999 pelo  Comité Olímpico Internacional.

Fonte: O Malanjino

+ sobre o tema

Músicas inéditas de Beyoncé vazam na internet

Duas canções inéditas de Beyoncé vazaram na internet nesta...

Maranhense Maria de Lourdes Siqueira lança livro na Feira do Livro

A professora Doutora e escritora Maria de Lourdes Siqueira...

Prêmio para literatura africana escrita em suaíli

Já comentei várias vezes os problemas da tradução e...

para lembrar

Brasileirão 2017 – Os grandes Paulistas

O Brasileirão 2017 tem guardado algumas boas surpresas e...

De surpresa, Beyoncé lança nova música e novo clipe

Beyoncé pegou gostou pelas surpresas. Que bom que o HuffPost...

Özil anuncia saída da seleção alemã e alega caso de racismo

O jogador Mesut Özil anunciou neste domingo (22/07) que...

What Happened, Miss Saldaña?

Nina Simone foi uma mulher única em todos os...
spot_imgspot_img

Aos ‘parças’, tudo

Daniel Alves da Silva, 40 anos, 126 partidas pela Seleção Brasileira, 42 títulos, duas vezes campeão da Copa América e da Copa das Confederações,...

Mbappé comunica ao PSG que vai sair do clube ao fim do contrato

Mbappé comunicou à diretoria do Paris Saint-Germain que vai deixar o clube ao fim do contrato, o qual se encerra em junho. A informação foi dada...

Costa do Marfim venceu o CAN 2024

Já é conhecido o vencedor da 34ª edição do Campeonato Africano das Nações de futebol: a Costa do Marfim. Primeira parte: vantagem Nigéria A selecção nigeriana, que tinha...
-+=