Premiê finlandês oferece sua casa de campo a refugiados

O primeiro-ministro da Finlândia, Juha Sipilä, afirmou neste sábado (05/09) que vai oferecer sua casa de campo como abrigo a refugiados. A residência fica localizada em Kempele, no norte do país, a cerca de 500 quilômetros da capital Helsinque.

No DCM

“Minha casa não tem sido muito utilizada”, disse o político liberal em entrevista a um canal público de televisão finlandês. “Quero fazer a minha parte e mostrar que a Finlândia é um país multicultural.”

O premiê vive com a família em Helsinque na residência oficial do governo desde que sua legenda, o Partido do Centro, ganhou as eleições em abril deste ano. Durante a entrevista, Sipilä convocou os finlandeses a seguirem o exemplo e serem solidários.

(…)

+ sobre o tema

Lancellotti, Varella, Suplicy e outros

Minha filha me pergunta qual é o nome do...

Daniel Munduruku: “Índio é invenção total, folclore puro”

Tatiana Mendonça Volta e meia, o paraense Daniel Monteiro Costa,...

para lembrar

Muito além de uma medalha: conheça os refugiados que irão competir nas Olimpíadas do Rio

Tradicionalmente, a primeira delegação a desfilar na cerimônia de...

Refugiados no Brasil sofrem com racismo e falta de políticas públicas

De acordo com agência da ONU, as solicitações de...

Refugiados ensinam idiomas e compartilham experiências no Abraço Cultural

Refugiados estão ensinando idiomas e apresentando sua cultura a...

Os escravos loiros de olhos azuis da Europa

Parece bizarro imaginar que Finlândia e Suíça, que hoje...

De migrante à empreendedora, ex-executiva impactou a vida de 10 mi de mulheres

Em abril de 1970, dona Maria Laudice dos Santos partiu com seis filhos, com idades que variavam de seis meses a oito anos, para...

Os 130 anos de uma família negra na Alemanha

O auditório está completamente lotado, quem não conseguiu assento apoia-se nas paredes ou na soleira da porta. O público absorve com atenção a história...

Quando o refugiado é branco europeu

"A cobertura mais racista da Ucrânia na TV" foi denunciada pelo jornalista Alan MacLeod em seu Twitter, reproduzindo falas ou textos, como, por exemplo,...
-+=